Foto: England Rugby

ARTIGO COM VÍDEO – Neste domingo, Inglaterra e Gales foram a campo em Twickenham, Londres, para o primeiro amistoso pré Copa do Mundo entre as duas seleções. Enquanto a Inglaterra foi a campo testando atletas, Gales usou elenco praticamente completo, de olho em uma vitória que o colocaria na inédita liderança do Ranking Mundial, por conta da derrota de sábados da líder Nova Zelândia. No entanto, os ingleses foram melhores e triunfaram por 33 x 19, naquele que foi o primeiro jogo dos dois times após as férias.

A Inglaterra fez um jogo fora de série, ao triunfar com um elenco ainda em testes e que mostrar uma profundidade impressionante. O scru-half Willie Heinz mostrou ao longo do duelo ser uma opção interessante, ao passo que Cokanasiga provou ser uma peça de finalização crucial para o time, que ainda celebrou uma terceira linha competente de Vunipola, Curry e Underhill, deixando as dúvidas para trás.

Logo aos 4′, Billy Vunipola finalizou maul inglês para o primeiro try. Eles mesmo ainda teve chance em outra invasão do in-goal galês, mas não conseguiou apoiar a bola. Sem problemas, pois a blitz da Rosa seguiu, com domínio absoluto de território contra um atônito time galês que, mesmo sendo praticamente o elenco principal, não se achava em campo nesta volta de pré temporada. Aos 13′, Heinz se infiltrou na defesa vermelha e Cokanasiga finalizou no píck and go o segundo try dos donos da casa;

Gales ainda reagiu bem com um try fabuloso do scrum-half Gareth Davies, que visualizou o espaço após ruck e costurou a defesa inglesa. Entretanto, antes da pausa, a desconexão galesa foi clara com erro no lateral, cujo lançamento passou por Alun Wyn Jones e caiu nas mãos de Cowan-Dickie para o try inglês, 21 x 07.

- Continua depois da publicidade -

O segundo tempo largou com decisão certeira inglesa de ampliar o placar com penal e, aos 50′, Gales respondeu com try de George North após o maul. Gales ainda encostou de vez no placar com try em pick and go de Wyn Jones, aos 56′, mas a Inglaterra não sentiu o golpe e George Ford chutou mais dois penais que garantiram a frente inglesa no placar, aproveitando maior indisciplina no lado galês.

Estratégia correta, controle no breakdown e, no fim, ainda um drop goal incrível de Eliiot Daly definiram o marcador final em Inglaterra 33 x 19. No fim ainda a Inglaterra poderia ter conquistado outro try, com Ben Youngs, mas o lance foi anulado por passe para a frente.

As duas seleções voltam a duelar em Cardiff no próximo sábado.

33versus copiar19

Inglaterra 33 x 19 Gales, em Londres

Árbitro: Mathieu Raynal (França)

Inglaterra

Tries: Vunipola, Cokanasiga e Cowan-Dickie

Conversões: Ford (3)

Penais: Ford (3)

Drop goal: Daly (1)

15 Elliot Daly, 14 Joe Cokanasiga, 13 Henry Slade, 12 Piers Francis, 11 Anthony Watson, 10 George Ford (c), 9 Willi Heinz, 8 Billy Vunipola, 7 Sam Underhill, 6 Tom Curry, 5 Charlie Ewels, 4 Joe Launchbury, 3 Dan Cole, 2 Luke Cowan-Dickie, 1 Ellis Genge;

Suplentes: 16 Jack Singleton, 17 Joe Marler, 18 Harry Williams, 19 George Kruis, 20 Lewis Ludlam, 21 Ben Youngs, 22 Joe Marchant, 23 Manu Tuilagi;

Gales

Tries: G Davies, North e W Jones

Conversões: Anscombe (1) e Biggar (1)

15 Liam Williams, 14 George North, 13 Jonathan Davies, 12 Hadleigh Parkes, 11 Josh Adams, 10 Gareth Anscombe, 9 Gareth Davies, 8 Ross Moriarty, 7 Justin Tipuric, 6 Aaron Wainwright, 5 Alun Wyn Jones (c), 4 Adam Beard, 3 Tomas Francis, 2 Ken Owens, 1 Nicky Smith;

Suplentes: 16 Elliot Dee, 17 Wyn Jones, 18 Dillon Lewis, 19 Jake Ball, 20 Aaron Shingler, 21 Tomos Williams, 22 Dan Biggar, 23 Owen Watkin;

1 COMENTÁRIO