Foto: ©INPHO/6Nations/Tommy Dickson

ARTIGO COM VÍDEO – A vida do rugby italiano não está nada fácil. A Itália teve neste sábado a chance de ouro de arrancar uma vitória e acabar com a série incômoda de 21 derrotas consecutivas no torneio. O adversário, a França, vinha em crise e jogou mal. Ainda assim, os franceses resistiram e arrancaram a vitória por 25 x 14 que deixou os italianos zerados ao final do torneio.

A Itália começou expondo a indisciplina francesa e obteve dois penais logo no início, para Tommaso Allan converter e abrir 6 x 0. Mas a França soube capitalizar quando teve a bola em mãos. Aos 15′, Médard pegou a defesa italiana no contrapé, furou a linha e Dupont cravou o primeiro try, virando o marcador para 7 x 6.

A França aproveitou seu momento e logo conseguiu penal para Ntamack abrir frente de 10 x 06, aos 20′. Mas o quarto final de primeiro tempo teve mais volume de jogo da Itália, que levou a França aos erros e a 4 penais que poderiam ser revertidos em pontos para os Allan teve azar ao chutar a bola para try certo de Zanon e acertar a trave. O time da casa, no entanto, optou pelo lateral, querendo o try, e parou na barreira defensiva dos Bleus, com direito a pedido de TMO (árbitro de vídeo) e nada de try para os italianos. Allan ainda teve azar ao chutar a bola para try certo de Zanon e acertar a trave.

O segundo tempo começou com Tommaso Allan chutando penal para reduzir a distância. Mas, a linha francesa funcionou, com Dupont e Ntamack se acertando e o abertura servindo com passe longo Médard, para o passe final para o try de Huget.

- Continua depois da publicidade -

Os Azzurri responderam com Tito Tebaldi conduzindo as fases e achando o espaço com um dummy para guardar o merecido primeiro try italiano. Mas a França respondeu rápido com Ntamack chutando drop goal certeiro em rara descida francesa para o ataque. E foi isso. Depois, só deu Itália, acumulando 80% de posse de bola e território e pressionando de todas as formas.

Tebaldi teve try anulado deixando a bola escapar na hora de mergulhar para o try que o consagraria. A pressão seguiu, com os italianos apostando sistematicamente no lateral, enquanto a França não tinha recursos para retomar a posse, entregando penal atrás de penal, até Chat ser punido com amarelo, aos 71′. A chance de ouro para os anfitriões apareceu com Zanon recebendo na ponta para mergulhar para o try, mas Penaud foi brilhando dando um tapa na bola e impedindo o apoio.

Quem não faz, leva. Ntamack, na sequência, ganhou disputa aérea e serviu justamente Penaud, que disparou na ponta para dar o try da vitória aos Bleus. 25 x 14 e título garantido do Troféu Giuseppe Garibaldi.

Mas a impressão deixada pela França ao final do Six Nations não foi nada boa…

 

14versus copiar25

Itália 14 x 25 França, em Roma – Troféu Giuseppe Garibaldi

Árbitro: Matthew Carley (Inglaterra)

Itália

Try: Tebaldi

Penais: Allan (3)

15 Jayden Hayward, 14 Edoardo Padovani, 13 Marco Zanon, 12 Luca Morisi, 11 Angelo Esposito, 10 Tommaso Allan, 9 Tito Tebaldi, 8 Sergio Parisse (c), 7 Jake Polledri, 6 Abraham Jurgens Steyn, 5 Federico Ruzza, 4 David Sisi, 3 Tiziano Pasquali, 2 Leonardo Ghiraldini, 1 Andrea Lovotti;

Suplentes: 16 Luca Bigi, 17 Cherif Traore’, 18 Simone Ferrari, 19 Alessandro Zanni, 20 Sebastian Negri, 21 Guglielmo Palazzani, 22 Ian McKinley, 23 Luca Sperandio;

França

Tries: Dupont, Huget e Penaud

Conversões: Ntamack (2)

Penais: Ntamack (1)

15 Maxime Médard, 14 Damian Penaud, 13 Mathieu Bastareaud, 12 Wesley Fofana, 11 Yoann Huget, 10 Romain Ntamack, 9 Antoine Dupont, 8 Louis Picamoles, 7 Yacouba Camara, 6 Gregory Alldritt, 5 Paul Willemse, 4 Felix Lambey, 3 Demba Bamba, 2 Guilhem Guirado (c), 1 Etienne Falgoux;

Suplentes: 16 Camille Chat, 17 Dany Priso, 18 Dorian Aldegheri, 19 Paul Gabrillagues, 20 Arthur Iturria, 21 Baptiste Serin, 22 Camille Lopez, 23 Thomas Ramos;

 

 SeleçãoJogosPontos
Gales523
Inglaterra518
Irlanda514
França510
Escócia59
Itália50
- Grand Slam = 3 pontos;
- Vitória = 4 pontos;
- Empate = 2 pontos;
- Derrota = 0 pontos;
- Anotar 4 ou mais tries = 1 ponto extra;
- Perder por diferença de 7 pontos ou menos = 1 ponto extra;