Foto: Clive Rose - World Rugby via Getty Images

Um giro de notícias internacionais! Depois do japonês Matsushima confirmar transferência para o Clermont, muitos outros nomes de peso migrarão para o Top 14.

 

Reforço Wallaby de peso

O rugby pode estar parado com a pandemia, mas o mercado de transferência segue sendo movimentado. A notícia deste semana é que o 3/4s australiano Kurtley Beale, que pode jogar em várias posições, de abertura a fullback, deixará o Super Rugby para se somar ao Racing, do Top 14 francês.

- Continua depois da publicidade -

Aos 31 anos, Beale já defendeu os Wallabies (seleção australiana) por 92 vezes, o que o torna apto a seguir defendendo o país.

 

Sam Cane é o novo capitão dos All Blacks

O terceira linha neozelandês Sam Cane foi nomeado como o novo capitão dos All Blacks, com a aposentadoria da seleção de Kieran Read. Atleta dos Chiefs no Super Rugby, Cane tem 28 anos e 63 partidas pelos All Blacks.

 

Bastareaud de volta à França

O famoso centro (e agora também terceira linha) francês Mathieu Bastareaud, de 31 anos, voltará para o rugby francês. Após breve passagem pela Major League Rugby norte-americana, o atleta voltará ao Lyon para a próxima temporada.

 

Volavola no Perpignan

Já o abertura fijiano Ben Volavola deixará o Racing para defender na próxima temporada o Perpignan, vice líder da Pro D2 (a segunda divisão francesa) no momento da paralisação das competições. O Perpignan é um dos gigantes históricos da França e busca voltar à elite.

 

Ardron no Castres

Por sua vez, o terceira linha canadense Tyler Ardron é o novo reforço do Castres, também do Top 14 francês. Com 28 anos, Ardron fazia carreira no Super Rugby, tendo atuado pelo Chiefs, da Nova Zelândia, desde 2018.

O Castres já havia contrato o scrum-half uruguaio Santiago Arata.

 

La Rochelle contrato Skelton e Dulin

Outro clube francês que foi às compras foi o La Rochelle, que anunciou dois nomes importantes: o segunda linha australiano Will Sketon, que estava no Saracens, da Inglaterra, e que conta com 18 jogos pelos Wallabies; e Brice Dulin, fullback da seleção francesa, vindo do Racing.

 

Lamositele e Taufete’e no Top 14

Dois nomes importantes da seleção dos Estados Unidos se transferiram para o rugby francês. O pilar Titi Lamositele deixou o Saracens, da Inglaterra, para se somar ao Montpellier, ao passo que o hooker artilheiro Joe Taufete’e deixou o Worcester Warriors, também da Inglaterra, para defender o Lyon.

 

Snyman e De Allende no Munster

Não foi só o rugby francês que contratou. O Munster, da Irlanda (do PRO14), anunciou dois importantes reforços sul-africanos: o segunda linha RG Snyman (25 anos e 23 jogos pela África do Sul) e o centro Damian De Allende (28 anos e 47 jogo pela África do Sul), campeões mundiais com os Springboks em 2019. Os dois deixaram o rugby japonês após breves passagens pela Top League.

 

Rhys Webb no Ospreys

O scrum-half galês Rhys Webb anunciou volta para casa. O jogador de 31 anos, com 33 jogos por Gales, deixará o Bath, da Inglaterra, onde jogou brevemente em 2020, para defender na próxima temporada o Ospreys, de Gales, do PRO14.

 

Cory Hill no Cardiff Blues

Também da seleção de Gales, o segunda linha Cory Hill trocou o Dragons pelo Cardiff Blues, mantendo-se no PRO14.

 

Glasgow com Richie Gray e Pieretto

Na Escócia, o Glasgow Warriors, do PRO14, terá dois bons reforços para o pack: o veterano segunda linha escocês Richie Gray, de 30 anos, que estava no Toulouse, da França; e o pilar argentino Enrique Pieretto, ex Jaguares, que estava nesta temporada no Exeter Chiefs, da Inglaterra.

 

Marchant e Esterhuizen nos Harlequins

Por sua vez, o Harlequins, da Inglaterra, contratou dois jogadores do Super Rugby: o abertura e centro inglês Joe Marchant, que fazia boa campanha com o Blues, da Nova Zelândia, Andre Esterhuizen, centro sul-africano dos Sharks, com passagem pelos Boks.

 

Jonny May no Gloucester

A grande contratação na Premiership inglesa até o momento é inglesa mesmo. É o ponta Jonny May, artilheiro pela seleção inglesa, que se transferiu do Leicester Tigers para o Gloucester. May tem 30 anos, 53 jogos e 29 tries pela Inglaterra.

O Gloucester ainda contratou outro nome da seleção inglesa, o hooker Jack Singleton, ex Saracens.

 

Nadolo e Mamukashvili no Leicester

Por outro lado, o Leicester Tigers buscou dois reforços internacionais para tentar se reerguer em 2020-21: o hooker georgiano Mamukashvili, que estava no rugby russo, mas tem passagem pela Premiership, e o ponta e centro fijiano demolidor Nemani Nadolo, que estava no Montpellier, da França.

 

Aaron Cruden na Top League japonesa

Por fim, o abertura neozelandês Aaron Cruden decidiu deixar o Chiefs e o Super Rugby para jogar no Japão, pelo Kobelco Steelers, substituindo Dan Carter, que deixou a equipe de Kobe.