O DNACG (Direction nationale d’aide et de contrôle de gestion), órgão de controle financeiro oficial da Ligue Nationale de Rugby (LNR), rebaixou a equipe do Montauban à Pro D2 (Segunda Divisão Profissional) da temporada que vem.

Os motivos para o rebaixamento foram as dificuldades financeiras enfrentadas pelo clube. Para garantir que cumprirá com suas obrigações financeiras e, assim, poder participar da próxima edição do Top 14 – caso nao seja rebaixado também no campo -, o Montauban deverá arranjar 1,5 milhão de euros até maio, quando haverá a próxima reunião do DNACG.A situação ainda poderá piorar caso a falência seja decretada, excluindo a equipe dos campeonatos profissionais.

montauban

O mesmo órgão já rebaixou em outras oportunidades equipes por problemas financeiros. Em 2007, o Albi foi rebaixado do Top 14 para a Pro D2. Em 2008, o Blagnac foi rebaixado da Pro D2 à Fédérale 2; em 2007, o Gaillac já havia sofrido o mesmo. No ano passado, o Tarbes foi ameaçado de rebaixamento da Pro D2 para a Fédérale 1, e o Bourgoin do Top 14 para a Pro D2, mas ambos se salvaram.

- Continua depois da publicidade -

Além do Montauban, estão ameaçados o Stade Français e o Bourgoin (novamente), do Top 14, e o Tarbes (outra vez) , o Lyon Olympique Universitaire e o Mont-de-Marsan, da Pro D2.