Foto: Western Force

Tempo de leitura: 2 minutos

ARTIGO COM VÍDEO – O Melbourne Rebels arrancou importante vitória fora de casa sobre o Western Force, tornando-se o primeiro time a vencer um jogo do Super Rugby AU no tempo extra, após empate no tempo regulamentar. 25 x 20 para os Rebels, que seguem na briga pelo título. E lamentação do lado do Force, que segue sem vencer.

Sem dúvida, o jogo que o Force mais queria vencer era contra o Rebels, uma vez que o time de Perth foi excluído em 2017 do Super Rugby para que a Rugby Australia salvasse o time de Melbourne. E o Force largou na frente, com penal chutado por Lance aos 12′.

O time da casa foi superior no primeiro tempo e foi premiado aos 27′ com o primeiro try do duelo, com maul após lateral, finalizado por Lee-Warner. No entanto, o Rebels deu o troco aos 30′ com Uelese marcando try após lateral, explorando o lado cedo do maul com inteligência. E antes da pausa Melbourne empatou com penal de longa distância de Hodge.

A Aliança Rebelde soube usar a Força a seu favor, quase fez um try aos 53′, anulado, mas se colocou em vantagem com penal chutado por Toomua. No entanto, em rápida ação de mãos, mais uma vez Ralston mostrou suas habilidades Jedis voando para o try.

- Continua depois da publicidade -

Os Rebels viraram o marcador aos 63′ com Matt Philip chocando e cravando como primeiro recebedor, concluindo fase com try. Porén, o Force empatou com penal aos 64′ de Lance. Os dois times tiveram oportunidades antes do fim, com Hodge chutando penal curto com o tempo esgotado.

O embate foi ao tempo extra e logo no primeiro ataque o Rebels soube manter a posse de bola e Naisarani rompeu com o try da vitória no pick and go. 25 x 20, para fechar o jogo no ponto de ouro.

O Rebels receberá na próxima sexta o Brumbies, ao passo que o Force terá descanso.

 

20versus copiar25

Force 20 x 25 Rebels, em Perth

Árbitro: Damon Murphy

Force

Tries: Lee-Warner e Ralston

Conversões: Lance (2)

Penais: Lance (2)

15 Jack McGregor, 14 Byron Ralston, 13 Kyle Godwin, 12 Richard Kahui, 11 Marcel Brache, 10 Jono Lance, 9 Ian Prior (c), 8 Brynard Stander, 7 Tevin Ferris, 6 Henry Stowers, 5 Fergus Lee-Warner, 4 Jeremy Thrush, 3 Kieran Longbottom, 2 Feleti Kaitu’u, 1 Chris Heiberg;

Suplentes: 16 Andrew Ready, 17 Pek Cowan, 18 Tom Sheminant, 19 Johan Bardoul, 20 Ollie Callan, 21 Nick Frisby, 22 Henry Taefu, 23 Brad Lacey;

Rebels

Tries: Uelese, Philip e Naisarani

Conversões: Toomua (2)

Penais: Toomua (1) e Hodge (1)

15 Reece Hodge (cc), 14 Tom Pincus, 13 Andrew Kellaway, 12 Billy Meakes, 11 Marika Koroibete, 10 Matt Toomua (cc), 9 Ryan Louwrens, 8 Isi Naisarani, 7 Richard Hardwick, 6 Michael Wells, 5 Trevor Hosea, 4 Esei Haangana, 3 Jermaine Ainsley, 2 Jordan Uelese, 1 Cameron Orr;

Suplentes: 16 Efitusi Ma’afu, 17 Cabous Eloff, 18 Pone Fa’amaluli, 19 Matt Philip, 20 Rob Leota, 21 Brad Wilkin, 22 Frank Lomani, 23 Andrew Deegan;

 

 EquipeCidadeJogosPontos
Brumbies logo copyBrumbiesCanberra518
RebelsMelbourne514
WaratahsSydney511
RedsBrisbane511
ForcePerth42
- Vitória = 4 pontos;
– Empate = 2 pontos;
– Derrota = 0 pontos;
– Vencer marcando 3 ou mais tries que o oponente = 1 ponto extra;
– Perder por diferença de 7 pontos ou menos = 1 ponto extra;

- Classificam-se às quartas de final o 1º colocado de cada uma das 3 conferências + os 5 melhores da classificação geral;