Foto: Sergio Maureira

ARTIGO COM VÍDEO – Neste domingo, em Santiago, no Chile, os Tupis conquistaram dois feitos importantíssimo no Pré Olímpico Sul-Americano Masculino: classificação aos Jogos Pan-Americanos de Lima 2019 e vaga no Pré Olímpico (Repescagem) Mundial de 2020, que valerá um último lugar em Tóquio 2020. A Argentina conquistou a vaga direta da América do Sul derrotando o Brasil na grande final do torneio, ao passo que o Chile ficou com o 3º lugar e também irá à torneio repescagem do ano que vem.

Clique aqui para conferir os placares do sábado.

 

Tupis em Lima!

- Continua depois da publicidade -

Com Argentina, Uruguai e Chile já garantidos nos Jogos Pan-Americanos, havia uma última vaga em disputa e ela foi disputada em duelo direto entre Brasil e Paraguai.

Na abertura do domingo, o Brasil encerrou sua campanha invicta na fase de grupos derrotando a Costa Rica por 60 x 00, com tries de Laurent (2), Maranhão (2), Zé, Daniel Sancery, Stefano, Tanque, Buda e Moisés, naquele que foi o primeiro jogo na história entre os dois países na categoria.

Depois, na semifinal, o Brasil viveu um jogo dramático contra o Paraguai. Os Tupis largaram em vantagem com Felipe Sancery fazendo o primeiro try, Matiauda respondendo para os Yacarés, e Tanque marcando o segundo try brasileiro que abria 14 x 05 no marcador. Mas, antes do intervalo, Felipe recebeu cartão vermelho por pisão e o segundo tempo foi drama puro. O Paraguai fez seu try que deixava o jogo em 14 x 12 e pressionou até o fim, mas a defesa dos Tupis foi incansável e resistiu, assegurando a vitória e a classificação.

 

Pumas em Tóquio! E Brasil ainda sonha…

Na outra semifinal, a Argentina não deu chances aos anfitriões do Chile por 36 x 00, dominando o duelo do começo ao fim. Mas os chilenos se reergueram atropelando um abatido Paraguai por 43 x 00 na decisão do 3º lugar, que valia o segundo lugar do continente na Repescagem Mundial. A Colômbia ainda foi destaque vencendo o Uruguai no 5º lugar por 17 x 05 – em jogo que já não valia nada maior, mas provou que os colombianos podem aspirar a mais.

Na grande final, a Argentina provou a diferença que é ser uma equipe fixa da Série Mundial de Sevens. Com elenco completo, os Pumas dominaram os Tupis e venceram por 26 x 00, com 2 tries em cada tempo. Os Tupis mostraram serem promissores no sevens mantendo uma forte defesa, mas as superioridade argentina na intensidade do jogo foi clara. Luciano González, um dos grandes nomes do circuito mundial, fez os 2 tries do primeiro tempo, enquanto Osadczuk e Ulloa marcaram na segunda etapa, assegurando a vaga argentina nos Jogos Olímpicos.


 

 

TABELAS

Clique aqui para conferir os placares do sábado.

Pré Olímpico Masculino – Qualificatório Sul-Americano para Tóquio 2020 – em Santiago, Chile

Domingo, dia 30 de junho

13h00 – Paraguai 31 x 05 Guatemala

13h22 – Argentina 43 x 00 Colômbia

13h44Brasil 60 x 00 Costa Rica

14h06 – Chile 42 x 05 Uruguai

 

15h34 – Peru 40 x 12 Guatemala

15h56 – Venezuela 19 x 24 Costa Rica

 

Grupo A: 1 Argentina, 2 Paraguai, 3 Colômbia, 4 Peru, 5 Guatemala;

Grupo B: 1 Brasil, 2 Chile, 3 Uruguai, 4 Costa Rica, 5 Venezuela;

 

16h48 – Semifinal – Argentina 35 x 00 Chile

17h10 – Semifinal – Brasil 14 x 12 Paraguai

17h32 – Disputa de 9º lugar – Guatemala 12 x 24 Venezuela

17h54 – Disputa de 7º lugar – Peru 41 x 07 Costa Rica

18h16 – Disputa de 5º lugar – Uruguai 05 x 17 Colômbia

 

19h20 – Disputa de 3º lugar – Chile 43 x 00 Paraguai

19h42 – FINAL – Argentina 26 x 00 Brasil

 

Tupis: Robert Tenório (Poli), Daniel “Maranhão” Lima (Poli), Daniel Sancery (São José), Felipe Sancery (São José), Stefano Giantorno (São José), Laurent Bourda-Couhet (Band Saracens), Lorenzo Massari (Paragiabo, Itália), Lucas “Zé” Tranquez (Poli), André “Buda” Arruda (Desterro), Josh Reeves (Utah Warriors, EUA), Lucas “Tanque” Duque (São José), Moisés Duque (São José);