Foto: Wilson Valencia/Fecorugby

O ano de 2020 será histórico para o rugby XV feminino brasileiro. Pela primeira vez a Seleção Brasileira Feminina jogará as Eliminatórias para a Copa do Mundo, que será disputada em 2021 na Nova Zelândia.

Esta será a primeira vez que a América do Sul fará parte das Eliminatórias e a primeira vez que um Sul-Americano Feminino de XV será jogado. Porém, com a confirmação de que a Argentina não fará parte do torneio, apenas Colômbia e Brasil irão a campo.

O duelo será em jogo único, no dia 7 de março, na Colômbia. Será o segundo confronto entre brasileiras e colombianas, que fizeram amistoso em 2019, vencido pela Colômbia em casa por 28 x 07.

Quem vencer entre Brasil e Colômbia enfrentará repescagem contra o Quênia no dia 18 de abril.

- Continua depois da publicidade -

Quem vencer o duelo entre Quênia e Brasil ou Colômbia encarará o quadrangular final das Eliminatórias no fim do ano (a definir). O quadrangular final terá ainda um time da Europa, um da Oceania e um da Ásia, ainda a serem conhecidos.

 

Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2021

A Copa do Mundo de 2021 contará com 12 seleções, sendo que já há 9 classificadas até o momento. Ao todo, ainda estão no páreo pelas últimas 3 vagas um total de 15 países, após desistências de Alemanha e Argentina.

Participantes confirmados e países ainda na disputa:

  • 7 primeiros colocado da Copa do Mundo de 2017: Nova Zelândia, Inglaterra, França, Estados Unidos, Canadá, Austrália e Gales;
  • Melhor da África de 2019: África do Sul;
  • Melhor da Oceania de 2019: Fiji;
  • Melhor da Ásia de 2020;
    • Podem se classificar: Japão, Hong Kong, Cazaquistão ou China
  • Melhor da Europa de 2020;
    • Podem se classificar: Irlanda, Itália, Escócia, Espanha, Holanda ou Rússia;
  • Vencedor da Repescagem de 2020;
    • Participarão: 1 time da Europa, 1 time da Ásia, 1 time da Oceania (Samoa ou Tonga) e 1 time da África/América do Sul (Quênia, Colômbia ou Brasil);