Fim de semana de Yaras em campo! Em Assunção, no Paraguai, um histórico Fórum Feminino Sul-Americano debate o futuro do rugby feminino na América do Sul. Com ele, no sábado e no domingo, 9 seleções entrarão em campo no estádio Heroes de Curupayti em torneio que servirá de preparação para o Sul-Americano e Pré Olímpico de Lima (Peru), que acontecerá nos dias 1 e 2 de junho. O torneio no Paraguai não deverá ter transmissão.

As Yaras são as favoritas do torneio e vão a campo ainda pensando na etapa do Canadá da Série Mundial de Sevens que jogarão nos dias 11 e 12 de maio como convidadas.

A grande concorrente do Brasil será a Argentina, que fez seu melhor placar na história contra o Brasil no último encontro, em Hong Kong, quando as Pumas perderam por somente 2 pontos, 26 x 24. As duas equipes terão a base de seus times que jogaram Hong Kong, com o Brasil trocando 4 atletas e a Argentina 3. Há grandes chances de Yaras e Pumas duelarem 2 vezes. A Colômbia é a principal ausência, por questões financeiras.

Do elenco das Yaras campeão de Hong Kong saíram Izzy, Haline, Rafa e Franciele e entraram Baby (grande retorno), Mille, Mari Nicolau e Byanca. Na primeira fase em Assunção as brasileiras são amplas favoritas contra Uruguai e Costa Rica.

- Continua depois da publicidade -

O formato do torneio garantirá 6 jogos para todos os países, tendo:

– 9 times separados em 3 grupos com 3 times cada. O campeão de cada grupo e o melhor 2o colocado geral irão à Taça Ouro. Os demais jogarão o Challenge, valendo o 5o lugar;
– Na Taça Ouro, todos os 4 times se enfrentarão. Os 2 primeiros farão a final e os 2 piores o 3o lugar;
– No Challenge, todos os 5 times se enfrentam em pontos corridos;

Fórum histórico

O Fórum Feminino Sul-Americano rola entre quinta e sexta para se debater os rumos do rugby feminino no continente.

“O projeto do fórum sul-americano faz parte de uma estratégia global para avançar o rugby feminino – cada associação regional vem organizando o sue evento para discutir com lideranças locais qual a rota estratégica que faz sentido para fazer o rugby feminino aumentar em quantidade e qualidade nos próximos anos. Essas conversas já ocorrem faz tempo na América do Sul, mas o desafio sempre foi viabilizar a execução das ideias propostas ao longo dos últimos anos. Este ano, porém, muitos fatores convergem pra que o plano se refine e saia do papel – mais do que pedir mudanças, precisamos de gente que queira ser a mudança”, comentou Marjorie Enya, brasileira que é uma das organizadoras do evento. Natasha Olsen e Andressa Contreras são as outras brasileiras participantes.

 

Brasil:

Aline Furtado (USP), Aline Bednarski (SPAC), Beatriz “Baby” Futuro (Niterói), Bianca Silva (Leoas), Byanca Miranda (Melina), Isadora Lopes (Melina), Leila Silva (Leoas), Mariana Nicolau (São José), Milena “Mille” Mariano (São José), Raquel Kochhann (Charrua), Thalia “Mulan” Costa (Delta), Luiza Campos (Charrua) / Técnico: Reuben Samuel;

 

Grupos:

Grupo A: Brasil, Uruguai e Costa Rica

Grupo B: Argentina, Paraguai e Venezuela

Grupo C: Peru, Chile e Guatemala

 

*Horários de Brasília

Sábado, dia 27 de abril

10h00 – Costa Rica x Uruguai

10h22 – Paraguai x Venezuela

10h44 – Chile x Guatemala

11h36 – Brasil x Costa Rica

11h58 – Argentina x Venezuela

12h20 – Peru x Guatemala

13h04 – Brasil x Uruguai

13h26 – Argentina x Paraguai

13h48 – Peru x Chile

14h55 – Challenge – 2º melhor 2º x 3º A

15h17 – Challenge – 3º C x 3º melhor 2º

15h39 – Taça Ouro – 1º A x Melhor 2º

16h01 – Taça Ouro – 1º B x 1º C

 

Domingo, dia 28 de abril

10h00 – Challenge – 3º C x 3º A

10h22 – Challenge – 3º B x 2º melhor 2º

11h34 – Challenge – 3º melhor 2º x 3º B

11h56 – Challenge – 2º melhor 2º x 3º C

12h18 – Taça Ouro – 1º A x 1º C

12h40 – Taça Ouro – 1º B x Melhor 2º

13h32 – Challenge – 3º B x 3º C

13h54 – Challenge – 3º melhor 2º x 3º A

14h16 – Taça Ouro – 1º A x 1º B

14h38 – Taça Ouro – 1º C x Melhor 2º

15h30 – Challenge – 2º melhor 2º x 2º melhor 3º

15h52 – Challenge – 3º B x 3º A

16h14 – Decisão de Bronze (3º lugar geral)

16h36 – FINAL Ouro