Foto: Sergio Maureira

ARTIGO COM VÍDEO – Yarinhas Campeãs! A Seleção Brasileira Feminina M18, conquistou neste domingo o primeiro título de sua história, ao celebrarem em Santiago, no Chile, a taça inédita de campeãs do Sul-Americano Feminino M18.

No ano passado, o Brasil havia sido superado pela Colômbia em casa no torneio inaugural, mas deu a volta por cima em 2019 e fez campanha invicta no Old Grangonian Club, derrotando Argentina, Chile, Paraguai e a Argentina novamente na final.

Depois de um sábado invicto, o Brasil seguiu sua campanha inabalável, de triunfo sobre chilenas e argentinas, as Yarinhas confirmaram no domingo a vaga na final derrotando o Paraguai por 26 x 07, em jogo que teve as paraguaias abrindo o placar. Mas o Brasil logo se impôs, com Nicoly e Silvana garantindo a virada.

Na grande final, o Brasil se impôs sobre uma brava seleção argentina. Naomy deu o cartão de visitas com 2 tries em sequência, mas as Pumitas reagiram com try antes do intervalo. Porém, não tardou para que Nicoly cravasse o terceiro try, levando o embate ao intervalo em 17 x 05. As argentinas abriram o segundo tempo com o quarto e crucial try, novamente com Nicoly. As Pumitas ainda fizeram um último try, com o tempo esgotado, e a taça foi brasileira, 24 x 15.

- Continua depois da publicidade -

Silvana foi eleita pela organização a atleta do torneio.

Sul-Americano Feminino M18 – em Santiago, Chile

*Horários de Brasília

Sábado, dia 29 de junho

16h30 – Brasil 32 x 10 Chile

16h52 – Argentina 32 x 00 Paraguai

18h30 – Brasil 17 x 00 Argentina

18h52 – Chile 05 x 07 Paraguai

 

Domingo, dia 30 de junho

14h50 – Brasil 26 x 07 Paraguai

15h12 – Argentina 20 x 12 Chile

 

16h48 – 3º lugar – Chile 15 x 24 Paraguai

18h38 – FINAL – Brasil 24 x 15 Argentina

 

Yarinhas: Agatha Cristina de Araujo (Jacareí), Anne Crystyan dos Santos (Guanabara), Camila Santos Carvalho (Guanabara), Giovanna Rodrigues (Jacareí), Kaly Yara Quirino (São José), Larissa de Carvalho (Curitiba), Maysa Fernandes (Curitiba), Mirella Bernardo (Jacareí), Naomy Gonçalves (Guanabara), Nicoly Gonçalves (USP), Renatha Scatamburlo (NAR, sem clube), Silvana dos Santos (Leoas) e Vitória Estivalet (Charrua);

 

Histórico

AnoSedeCampeãoVice
2018São José dos Campos (Brasil)ColômbiaBrasilArgentinaParaguaiChile
2019Santiago (Chile)BrasilArgentinaParaguaiChile-