Cerimônia de Abertura tem lineout brasileiro e fijiano porta bandeira

A Cerimônia de Abertura do Rio 2016 não deixou a dever. Sem despejar no mundo grandes estereótipos, mas cumprindo com o que se espera internacionalmente de uma abertura brasileira, a “gambiarra” de Fernando Meirelles deixou todos orgulhosos, arrancou elogios do mundo e se posicionou acerca das emergências ambientais que marcam o século XXI. E com uma pira olímpica icônica – singela e bonita – o Brasil deu as boas vindas ao mundo. As escolhas de Yane Marques para portar nossa bandeira e de Vanderlei Cordeiro de Lima – um atleta símbolo do espírito olímpico – para acender a pira no Maracanã foram pontos altos, certamente.

 

E o rugby marcou sua presença! Entre os porta bandeiras, um atleta da ovalada já foi escolhido para carregar a bandeira de seu país, e nada mais esperável: o capitão Osea Kolinisau portou a bandeira de Fiji para os olhos do mundo, esperando também ser o capitão que ganhará a primeira medalha olímpica do país.

 

Já na delegação brasileira quem esteve na festa de abertura foram os Tupis! A seleção brasileira masculina desfilou no Maracanã e se fez presente, mandando um genuíno lineout para o mundo todo ver.

 

A seleção feminina, por sua vez, esteve concentrada. Afinal, neste sábado larga o torneio feminino de rugby. Boa sorte a todos e obrigado a nossos atletas por nos representarem de forma autêntica na abertura!

 

Começou! Que privilégio viver esse momento. #eusoutimebrasil #brasilrugby Uma foto publicada por Arthur Bergo (@arthurbergo) em

Comentários