Foto: Bruno Ruas @ruasmidia

ARTIGO COM VÍDEO – A Argentina foi a campo em Tóquio contra a rival Inglaterra precisando vencer de todo modo para seguir sonhando com classificação às quartas de final. Porém, os ingleses foram muito superiores, despacharam os Pumas e garantiram a classificação às quartas, mantendo-se na ponta do Grupo C. Os argentinos lamentaram a segunda derrota do Mundial com uma partida que acabou comprometida por cartão vermelho a Tomás Lavanini.

Os Pumas começaram bem o jogo, com Urdapilleta aproveitando knock-on de Billy Vunipola para chutar para o in-goal, mas Moroni chegou depois de Elliot Daly, que anulou a bola. Aos 6′, Urdapilleta abriu o placar com penal. Porém, o troco inglês foi fulminante aos 8′, com a a Inglaterra aproveitando scrum para abrir a bola para o lado fechado e Jonny May marcar o try.

O jogo mudou por completo aos 17′, quando Tomás Lavanini deu tackle perigoso de ombro em Owen Farrell e recebeu cartão vermelho. Com isso, o time argentino afundou. Aos 35′, Daly recebeu na linha e furou a defesa argentina para o segundo try, ao passo que já com o tempo esgotado Ben Youngs cravou o terceiro try, enxergando o espaço no ruck.

A Rosa seguiu dominante na segunda etapa, com George Ford marcando o quarto try aos 44′, encontrando buraco na linha de defesa argentina. Com o assunto resolvido, a Inglaterra diminuiu o ritmo, enquanto a Argentina seguiu com problemas para criar. Aos 70′, Moroni fez try de honra para os Pumas, mas os ingleses ainda marcaram mais 2 tries antes do fim, com Nowell, varando na ponta, e Cowan-Dickie, já no apagar das luzes. 39 x 10.

- Continua depois da publicidade -

Os Pumas evoluíram no percentual de tackles, mas criaram pouco, em um jogo que ainda teve mais de 1 mil metros ganhos por cada time na base dos chutes. No duelo de pontapés, a Inglaterra levou a melhor, aproveitando os espaços criados pela indisciplina argentina.

A Inglaterra decidirá o primeiro lugar do grupo no dia 12 contra a França, ao passo que a Argentina deverá se despedir no dia 9 diante dos Estados Unidos. Os Pumas, no entanto, ainda torcem para Tonga vencer a França amanhã, o que daria sobrevida aos argentinos. Será?

39versus copiar10

Inglaterra 39 x 10 Argentina, em Tóquio

Árbitro: Nigel Owens (Gales)

Assistentes: Ben O’Keefe (Nova Zelândia) e Andrew Brace (Irlanda) / TMO: Marius Jonker (África do Sul)

Inglaterra

Tries: May, Daly, Youngs, Ford, Nowell e Cowan-Dickie

Conversões: Farrell (3)

Penais: Farrell (1)

15 Elliot Daly, 14 Anthony Watson, 13 Manu Tuilagi, 12 Owen Farrell (c), 11 Jonny May, 10 George Ford, 9 Ben Youngs, 8 Billy Vunipola, 7 Sam Underhill, 6 Tom Curry, 5 George Kruis, 4 Maro Itoje, 3 Kyle Sinckler, 2 Jamie George, 1 Joe Marler;

Suplentes: 16 Luke Cowan-Dickie, 17 Mako Vunipola, 18 Dan Cole, 19 Courtney Lawes, 20 Lewis Ludlam, 21 Willi Heinz, 22 Henry Slade, 23 Jack Nowell;

Argentina

Try: Moroni

Conversão: Boffelli (1)

Penal: Urdapilleta (1)

15 Emiliano Boffelli, 14 Matías Moroni, 13 Matías Orlando, 12 Jerónimo de la Fuente, 11 Santiago Carreras, 10 Benjamin Urdapilleta, 9 Tomás Cubelli, 8 Javier Ortega Desio, 7 Marcos Kremer, 6 Pablo Matera (c), 5 Tomás Lavanini, 4 Guido Petti Pagadizabal, 3 Juan Figallo, 2 Julian Montoya, 1 Nahuel Tetaz Chaparro;

Suplentes: 16 Agustín Creevy, 17 Mayco Vivas, 18 Santiago Medrano, 19 Matias Alemanno, 20 Tomas Lezana, 21 Felipe Ezcurra, 22 Lucas Mensa, 23 Bautista Delguy;

 

 PaísApelido/SímboloJogosPontos
Grupo A
JapãoBrave Blossoms419
IrlandaShamrock (Trevo)416
EscóciaThistle (Cardo)411
SamoaManu Samoa45
RússiaMedvedi (Ursos)40
Grupo B
Nova ZelândiaAll Blacks416
África do SulSpringboks415
ItáliaGli Azzurri412
NamíbiaWelwitschias42
CanadáCanucks42
Grupo C
InglaterraRed Rose (Rosa)417
FrançaLes Bleus415
ArgentinaLos Pumas411
Tonga'Ikale Tahi46
Estados UnidosEagles40
Grupo D
GalesDragons (Dragões)419
AustráliaWallabies416
FijiFlying Fijians47
GeórgiaLelos45
UruguaiLos Teros44