Vitória japonesa de 2015 sobre os Boks. Foto: World Rugby

Sexta (dia 6) e sábado (7) serão as últimas datas de amistosos pré Copa do Mundo. Depois do dia 7, só voltaremos a ver rugby de seleções no Mundial (que começa dia 20). São 7 test matches que movimentarão o Ranking antes da Copa.

As casas de apostas esportivas estão agitadas, pois  na sexta, jogam Japão contra África do Sul, Escócia versus Geórgia, Inglaterra e Itália e Nova Zelândia contra Tonga. No sábado, estarão em campo Austrália e Samoa, Irlanda contra Gales e Canadá versus Estados Unidos. E destaque ainda para Uruguai e Argentina XV, que não é test, mas tem importância.

 

Portal do Rugby cobrirá in loco Japão e Springboks

- Continua depois da publicidade -

Japão e África do Sul somente duelaram uma vez na história: e foi aquela famosa vitória japonesa na Copa do Mundo de 2015, a maior zebra da história dos Mundiais. Os dois times se enfrentarão nessa sexta em Kumagaya, na região metropolitana de Tóquio, com presença da dupla do Portal do Rugby, Ruas e Telefone, que vão trazer o melhor do jogo – e do clima da Copa – em nossas redes sociais – então, olho em nosso Instagram!

Para o jogo, o Japão terá quase força máxima. O técnico Jamie Joseph apostou em Shigeno e Tamura de 9 e 10, com Matsushima e Fukuoka nas pontas e Tupou de 15. A terceira linha de Amanaki Mafi, Pieter Labushagne e do capitão Michael Leitch é destaque e muito forte no breakdown, enquanto a primeira linha de Jiwon Koo, Atsushi Sakate e Keita Inagaki está em teste (sobretudo pela ausência do hooker Shota Horie, mestre do scrum de 2015). Apenas Inagaki é titular absoluto na frente.

Os Springboks colocarão o que têm de melhor em campo, cientes da necessidade de uma grande vitória para os fantasmas de 2015 não retornarem. Faf de Klerk e Pollard serão o 9 e o 10, Willie Le Roux vestirá a 15 e Kolisi será o capitão, voltando à terceira linha ao lado de Piet-Steph Du Toit e Duane Vermeulen – uma formação que inspira confiança. Franco Mostert e Eben Etzebeth serão os segundas linhas, com Malcolm Marx voltando a ser o dono da camisa 2.

Ainda sem Gorgodze, Geórgia visitará Escócia

A Geórgia teve uma derrota dolorosa em casa contra a Geórgia na semana passada e agora vai a Edimburgo tentar triunfo histórico. O veterano Mamuka Gorgodze ainda não estará em campo pelos Lelos.

A Escócia, por sua vez, ganhou confiança e o técnico Gregor Townsend mexeu no time para dar oportunidades. O terceira linha Ryan Wilson será, pela primeira vez, o capitão da equipe, com Laidlaw dando espaço a Ali Price com a camisa 9. O 10 será o jovem Adam Hastings. Blade Thomson ganhou sua chance de oitavo.

Inglaterra jogando fora de Londres

A Inglaterra raramente atua fora de Londres e se despedirá de seu torcedor atuando em Newcastle contra a Itália. Eddie Jones seguiu rodando o elenco e terá Owen Farrell atuando de abertura, com Joe Marchant e Piers Francis nos centros. Já Ruaridh McConnochie será o debutante (finalmente) na ponta.

A Itália (que jamais venceu a Inglaterra) teve 11 mudanças com relação à última derrota para a França, com Conor O’Shea preocupado em rodar o elenco e fazer testes. Carlo Canna será o abertura com o debutante Callum Braley de scrum-half. O segunda linha Dean Budd será o capitão, com Parisse sendo poupado.

 

Pocock volta aos Wallabies e Barrett é 10 nos All Blacks

Jogos entre All Blacks ou Wallabies contra as Ilhas do Pacífico são raros e costumam ocorrer no aquecimento dos Mundiais.

Sem sem enfrentarem desde a Copa do Mundo de 2015, a Nova Zelândia encara Tonga em Hamilton. Desta vez, o técnico neozelandês Steve Hansen apostará em Beauden Barrett como 10, TJ Perenara como 9 e Ben Smith como 15, com Ryan Crotty ainda voltando ao centro para atuar com Lienert-Brown, além de Sevu Reece se fixando na ponta. Matt Todd e Ardie Savea serão os asas ao lado de Kieran Read e a camisa 3 é de Laulala. Já Tonga vai quase com força máxima ao duelo, mas segue sem seu ponta artilheiro Telusa Veainu.

Já sem duelarem desde 2011, Austrália e Samoa jogarão no Western Sydney Stadium, com novidades na escalação dos Wallabies. Michael Cheika apostou em Tom Banks de 15, Matt Toomua de 12 e Bernard Foley de 10, testando esses nomes antes do Mundial. O jogo marcará a volta de David Pocock à terceira linha, sendo testado ao lado do oitavo Dempsey. Uelese é outro teste com a camisa 2. Nick Phipps está no banco mas não irá ao Mundial. Já Samoa terá a estreia do pilar Michael Alaalatoa, do Crusaders.

 

Sexton volta à Irlanda para encarar Gales

O último jogo entre Irlanda e Gales será em Dublin e com grande expectativa para a torcida da casa, que comemorou o retorno do Jonny Sexton à camisa 10. O time irlandês terá quase força máxima e, finalmente, será possível medir a real força do Trevo pré Mundial. O novato Jean Kleyn estará na segunda linha com James Ryan, ao passo que Josh van der Flier foi confirmado na terceira linha com CJ Stander e Jack Conan.

Gales, por sua vez, também colocará quase força máxima em campo, querendo chegar voando ao Mundial. Desta vez, no entanto, Warren Gatland mudou as camisas 9 e 10, com Tomos Williams e Rhys Patchell sendo testados juntos, enquanto Aaron Wainwright será o camisa 6. Patchell contra Sexton será uma das atrações da partida.

Clássico norte-americano pela terceira vez

Em Vancouver, Canadá e Estados Unidos fazem o último de todos os amistosos, naquele que é o terceiro jogo no ano entre os dois rivais, após duas vitórias dos Eagles estadunidenses. Os EUA não jogam desde o fim da Pacific Nations Cup e decidirão seu elenco final para o Mundial após a partida, enquanto o Canadá vai desesperadamente em busca de um bom resultado para ir mais confiante ao Japão.

 

Argentina no Uruguai e na Austrália

A Argentina estará duplamente em campo no sábado. Os Pumas irão à Austrália para enfrentarem o clube amador Randwick, um dos mais tradicionais de Sydney, enquanto a Argentina XV, depois de ser campeã da 2ª divisão da Currie Cup sul-africana (como Jaguares XV), enfrentará o Uruguai em Montevidéu. É o último desafio dos Teros antes de embarcarem para o Japão.

Por fim, a Namíbia ainda faz novo duelo em casa com o Kings, da África do Sul, ao passo que a Rússia recebe os irlandeses do Connacht.

 

*Horários de Brasília

Sexta-feira, dia 06 de setembro

versus copiar

07h15 – Japão x África do Sul, em Kumagaya

Árbitro: Nic Berry (Austrália)

Histórico: 1 jogo e 1 vitória do Japão, 34 x 32, em 2015 (Copa do Mundo);

Japão: 15 Will Tupou, 14 Kotaro Matsushima, 13 Timothy Lafaele, 12 Ryoto Nakamura, 11 Kenki Fukuoka, 10 Yu Tamura, 9 Kaito Shigeno, 8 Amanaki Mafi, 7 Pieter Labushagne, 6 Michael Leitch (c), 5 Uwe Helu, 4 Luke Thompson, 3 Jiwon Koo, 2 Atsushi Sakate, 1 Keita Inagaki;

Suplentes: 16 Takuya Kitade, 17 Isileli Nakajima, 18 Asaeli Ai Valu, 19 James Moore, 20 Kazuki Tokunaga, 21 Yutaka Nagare, 22 Rikiya Matsuda, 23 Ataata Moeakiola;

África do Sul: 15 Willie le Roux, 14 Cheslin Kolbe, 13 Lukhanyo Am, 12 Damian de Allende, 11 Makazole Mapimpi, 10 Handré Pollard, 9 Faf de Klerk, 8 Duane Vermeulen, 7 Pieter-Steph du Toit, 6 Siya Kolisi (c), 5 Franco Mostert, 4 Eben Etzebeth, 3 Frans Malherbe, 2 Malcolm Marx, 1 Steven Kitshoff;

Suplentes: 16 Bongi Mbonambi, 17 Tendai Mtawarira, 18 Trevor Nyakane, 19 RG Snyman, 20 Francois Louw, 21 Herschel Jantjies, 22 Frans Steyn, 23 Jesse Kriel;

 

versus copiar

15h30 – Escócia x Geórgia, em Edimburgo – Watch ESPN AO VIVO

Árbitro: Romain Poite (Geórgia)

Histórico: 3 jogos, 3 vitórias da Escócia. Último jogo: Geórgia 10 x 44 Escócia, em 2019 (amistoso);

Escócia: 15 Blair Kinghorn, 14 Tommy Seymour, 13 Duncan Taylor, 12 Sam Johnson, 11 Darcy Graham, 10 Adam Hastings, 9 Ali Price, 8 Blade Thomson, 7 Jamie Ritchie, 6 Ryan Wilson (c), 5 Jonny Gray, 4 Scott Cummings, 3 Zander Fagerson, 2 George Turner, 1 Gordon Reid;

Suplentes: 16 Grant Stewart, 17 Allan Dell, 18 Simon Berghan, 19 Ben Toolis, 20 Magnus Bradbury, 21 George Horne, 22 Pete Horne, 23 Chris Harris;

Geórgia: 15 Soso Matiashvili, 14 Zurab Dzneladze, 13 Davit Katcharava, 12 Lasha Malaghuradze, 11 Mirian Modebadze, 10 Tedo Abzhandadze, 9 Vasil Lobzhanidze, 8 Beka Gorgadze, 7 Giorgi Tkhilaishvili, 6 Shalva Sutiashvili, 5 Giorgi Nemsadze, 4 Kote Mikautadze, 3 Beka Gigashvili, 2 Shalva Mamukashvili, 1 Mikheil Nariashvili (c);

Suplentes: 16 Vano Karkadze, 17 Guram Gogichashvili, 18 Giorgi Melikidze, 19 Lasha Lomidze, 20 Beka Saghinadze, 21 Gela Aprasidze, 22 Tamaz Mtchedlidze, 23 Giorgi Kveseladze;

 

versus copiar

15h45 – Inglaterra x Itália, em Newcastle – ESPN2 AO VIVO

Árbitro: Ben O’Keefe (Nova Zelândia)

Histórico: 25 jogos e 25 vitórias da Inglaterra. Último jogo: Inglaterra 57 x 14 Itália, em 2019 (Six Nations);

Inglaterra: 15 Anthony Watson, 14 Ruaridh McConnochie, 13 Joe Marchant, 12 Piers Francis, 11 Jonny May, 10 Owen Farrell (c) 9 Ben Youngs, 8 Billy Vunipola, 7 Mark Wilson, 6 Tom Curry, 5 Courtney Lawes, 4 Joe Launchbury, 3 Dan Cole, 2 Jamie George, 1 Joe Marler;

Suplentes: 16 Luke Cowan-Dickie, 17 Ellis Genge, 18 Kyle Sinckler, 19 Charlie Ewels, 20 Matt Kvesic, 21 Willi Heinz, 22 George Ford, 23 Joe Cokanasiga;

Itália: 15 Jayden Hayward, 14 Mattia Bellini, 13 Giulio Bisegni, 12 Tommaso Benvenuti, 11 Edoardo Padovani, 10 Carlo Canna, 9 Callum Braley, 8 Jimmy Tuivaiti, 7 Abraham Steyn, 6 Sebastian Negri, 5 Dean Budd (c), 4 David Sisi, 3 Simone Ferrari, 2 Oliviero Fabiani, 1 Nicola Quaglio;

Suplentes: 16 Federico Zani, 17 Andrea Lovotti, 18 Marco Riccioni, 19 Federico Ruzza, 20 Alessandro Zanni, 21 Maxime Mbanda, 22 Guglielmo Palazzani, 23 Tommaso Allan;

 

versus copiar

23h35 – Nova Zelândia x Tonga, em Hamilton

Árbitro: Angus Gardner (Austrália)

Histórico: 5 jogos e 5 vitórias da Nova Zelândia. Último jogo: Nova Zelândia 47 x 09 Tonga, em 2015 (Copa do Mundo);

Nova Zelândia: 15 Ben Smith, 14 Sevu Reece, 13 Anton Lienert-Brown, 12 Ryan Crotty, 11 George Bridge, 10 Beauden Barrett, 9 TJ Perenara, 8 Kieran Read (c), 7 Matt Todd, 6 Ardie Savea, 5 Samuel Whitelock, 4 Patrick Tuipulotu, 3 Nepo Laulala, 2 Codie Taylor, 1 Joe Moody;

Suplentes: 16 Liam Coltman, 17 Ofa Tuungafasi, 18 Angus Ta’avao, 19 Scott Barrett, 20 Luke Jacobson, 21 Aaron Smith, 22 Josh Ioane, 23 Jordie Barrett;

Tonga: 15 David Halaifonua, 14 Cooper Vuna, 13 Mali Hingano, 12 Siale Piutau (c), 11 Viliami Lolohea, 10 Kurt Morath, 9 Tane Takulua, 8 Ma’ama Vaipulu, 7 Fotu Lokotui, 6 Sione Kalamafoni, 5 Leva Fifita, 4 Sam Lousi, 3 Siua Halanukonuka, 2 Siua Maile, 1 Siegfried Fisi’ihoi;

Suplentes: 16 Sione Anga’aelangi, 17 Vunipola Fifita, 18 Ma’afu Fia, 19 Dan Faleafa, 20 Zane Kapeli, 21 Leon Fukofuka, 22 James Faiva, 23 Afa Pakalani;

 

Sábado, dia 07 de setembro

versus copiar

06h30 – Austrália x Samoa, em Sydney

Árbitro: Paul Williams (Nova Zelândia)

Histórico: 5 jogos, 4 vitórias da Austrália e 1 vitória de Samoa. Último jogo: Austrália 23 x 32 Samoa, em 2011 (amistoso);

Austrália: 15 Tom Banks, 14 Dane Haylett-Petty, 13 Adam Ashley-Cooper, 12 Matt To’omua, 11 Marika Koroibete, 10 Bernard Foley, 9 Will Genia, 8 Jack Dempsey, 7 David Pocock (c), 6 Lukhan Salakaia-Loto, 5 Adam Coleman, 4 Rob Simmons, 3 Sekope Kepu, 2 Jordan Uelese, 1 James Slipper;

Suplentes: 16 Tatafu Polota-Nau, 17 Scott Sio, 18 Taniela Tupou, 19 Luke Jones, 20 Liam Wright, 21 Rob Valetini, 22 Nick Phipps, 23 James O’Connor;

Samoa: 15 Tim Nanai-Williams, 14 Belgium Tuatagaloa, 13 Alapati Leiua, 12 Reynold Lee-Lo, 11 Ed Fidow, 10 Tusi Pisi, 9 Scott Malolua, 8 Afaesetiti Amosa, 7 Jack Lam (c), 6 TJ Ioane, 5 Kane Leaupepe, 4 Teofilo Paulo, 3 Michael Alaalatoa, 2 Ray Niuia, 1 Jordan Lay;

Suplentes: 16 Motu Matu’u, 17 Paul Alo-Emile, 18 Logovi’i Mulipola, 19 Josh Tyrell, 20 Seilala Lam, 21 Dwayne Polataivao, 22 AJ Alatimu, 23 Ahsee Tuala;

 

versus copiar

10h00 – Irlanda x Gales, em Dublin – ESPN AO VIVO

Árbitro: Mathieu Raynal (França)

Histórico: 128 jogos, 69 vitórias de Gales, 52 vitórias da Irlanda e 7 empates. Último jogo: Gales 17 x 22 Irlanda, em 2019 (amistoso);

Irlanda: 15 Rob Kearney, 14 Jordan Larmour, 13 Robbie Henshaw, 12 Bundee Aki, 11 Keith Earls, 10 Jonathan Sexton, 9 Conor Murray, 8 Jack Conan, 7 Josh van der Flier, 6 CJ Stander, 5 Jean Kleyn, 4 James Ryan, 3 Tadhg Furlong, 2 Rory Best (c), 1 Cian Healy;

Suplentes: 16 Sean Cronin, 17 Dave Kilcoyne, 18 Andrew Porter, 19 Iain Henderson, 20 Rhys Ruddock, 21 Luke McGrath, 22 Jack Carty, 23 Garry Ringrose;

Gales: 15 Leigh Halfpenny, 14 George North, 13 Jonathan Davies, 12 Hadleigh Parkes, 11 Josh Adams, 10 Rhys Patchell, 9 Tomos Williams, 8 Ross Moriarty, 7 Justin Tipuric, 6 Aaron Wainwright, 5 Alun Wyn Jones (c), 4 Jake Ball, 3 Tomas Francis, 2 Elliot Dee, 1 Wyn Jones;

Suplentes: 16 Ken Owens, 17 Nicky Smith, 18 Dillon Lewis, 19 Adam Beard, 20 Josh Navidi, 21 Gareth Davies, 22 Dan Biggar, 23 Liam Williams;

 

versus copiar

15h00 – Uruguai x Argentina XV, em Montevidéu – VERA+ AO VIVO

Histórico: 25 jogos, 22 vitórias da Argentina XV e 3 vitórias do Uruguai. Último jogo: Uruguai 28 x 15 Argentina XV, em 2019 (Copa d/as Nações do World Rugby);

 

versus copiar

23h00 – Canadá x Estados Unidos, em Vancouver – FLO RUGBY AO VIVO

Árbitro: Alexandre Ruiz (França)

Histórico: 63 jogos, 38 vitórias do Canadá, 22 vitórias dos Estados Unidos e 2 empates. Último jogo: Estados Unidos 47 x 19 Canadá, em 2019 (Copa das Nações do Pacífico);