Poli vence fácil e se garante na fase de grupos da Taça Tupi

Com uma dura derrota em casa no jogo de ida, a missão do Uberlândia, vice-campeão mineiro, era praticamente impossível. Vencer a Poli e tirar a enorme diferença de pontos imposta pelo anfitrião dessa semana. Com um time guerreiro, os Carcarás ainda tiveram espírito para manter o jogo equilibrado no primeiro tempo, mas não impediu um triunfo excepcional da Poli, que se classificou para a fase de grupos da Taça Tupi.

 

 

Veja as fotos da partida, por Daniel Venturole
 

A Poli mostrou seriedade desde o início, tentando matar o jogo já no primeiro tempo, e não tardou a abrir o placar, com tries de Marco Henrique “Grilo”e Pedro “Gonzo” Mantovani. Mas a equipe errou muito no primeiro tempo, sem conseguir encaixar seu plano de jogo e deu chance dos mineiros jogar no campo de ataque, e em sua primeira investida, chegou ao try com Diogo, contando com falha do fundo politécnico em anular a bola no ingoal. Rodrigo converteu e deu esperanças ao time, que no entanto, viu a Poli se distanciar ainda no primeiro tempo com mais dois tries.

 

 

O volume de jogo proposto pelo time da casa era muito maior do que o Uberlândia conseguia suportar, e com poucas peças de reposição, o Uberlândia cansou e foi pouco combativo nas sequências ininterruptas de ataque da Poli que assinalou três tries logo nos minutos iniciais da etapa final. A equipe mineira se segurava como podia, afastando o perigo com chutes, mas prontamente recebia nova carga de ataque, que invariavelmente encontrou o ingoal adversário.

 

Com a derrota, o estado de Minas Gerais sai enfraquecido das principais competições nacionais, com apenas um representante ainda no páreo, o BH Rugby. A Poli se junta aos alvinegros, além de Niterói, Wallys, Maringá, San Diego, Charrua e Serra, que garantiram suas classificações à fase de grupos, além de Rio Branco, Guanabara, Londrina e BC Rugby, que já estavam classificados anteriormente.

 

 

O Portal do Rugby elegeu João Pedro como melhor jogador da partida.

 

Placar final: Poli (24) 86 X 07 (07) Uberlândia

Poli

Tries: Marcos Bezerra, Pedro “Gonzo”Mantovani (3), Fernando “Feijoada” Agra (2), João Rafael “Mib”, João “Sininho” Talamini (4), Odonto, Leandro “Mamute” Santos, Edgard

Conversões: Vinícius “Jaspion” Hideo (6), Fernando “Feijoada” Agra (2)

 

Uberlândia

Try: Diogo

Conversão: Rodrigo Herman

Comentários