Tempo de leitura: 3 minutos

O Rugby é um esporte que vem se difundindo bastante nos últimos anos. A modalidade já começa a ser pesquisada com frequência e a cada dia mais grupos se unem para aproveitar do jogo. Além disso, os apaixonados pelo esporte também aproveitam para estudar sobre o mesmo para poder fazer suas apostas esportivas e aproveitar das novas slots com temas relacionados com mais consciência.

Algumas alterações estão sendo feitas pela World Rugby, a associação mundial de Rugby e, essas mudanças devem estar claras para os jogadores, equipes técnicas e também para aqueles que gostam do esporte.

Mudança de período de descanso para atletas que sofreram concussões

A Copa do Mundo de Rugby só acontece em setembro de 2023 mas a World Rugby já começou a tomar algumas decisões que irão afetar partidas em geral e também o principal campeonato do esporte.

- Continua depois da publicidade -

Os jogadores de Rugby, assim como os atletas de vários outros esportes, estão suscetíveis a lesões e, para a segurança dos mesmos, algumas novas medidas foram tomadas após o estudo de um grupo independente contratado pelo organismo.

Antes, todos os jogadores de Rugby que tivessem sofrido traumatismos cranianos durante as partidas e treinos deveriam ficar sete dias de repouso mas, foi possível perceber através do estudo que o mínimo de doze dias deve ser implementado para que o jogador possa se recuperar de forma mais estável.

Apesar de ser um pouco assustador para o próprio time, que perde um atleta no jogo seguinte da Copa do Mundo, a saúde do jogador deve ser priorizada e, a partir do dia 1 de julho a alteração do protocolo começará a valer.

Pesquisas e resultados

Uma equipe independente se aprofundou nas pesquisas relacionadas diretamente aos jogadores de rugby e entenderam que apesar de alguns atletas conseguirem se recuperar em sete dias, esse não é o ideal.

Não é possível afirmar que o jogador não sofrerá outra lesão durante o próximo jogo e, caso aconteça, é preciso que o cérebro esteja saudável. Jogos de impacto são suscetíveis a esse tipo de contusão e por isso o repouso maior dará mais tranquilidade ao jogador e também a equipe, que precisará mudar bastante o estilo de pensamento em relação ao descanso e os problemas ocasionados por múltiplos traumatismos.

A World Rugby também afirmou que jogadores que já possuem um histórico de traumatismos terão que ter esse tempo mesmo que a pancada não seja tão forte.

São considerados jogadores que possuem históricos aqueles que tiveram um traumatismo nos últimos 3 meses, três traumatismos nos últimos 12 meses ou cinco traumatismos em sua carreira.

Os atletas já pediam uma extensão do tempo a alguns anos e ativistas pelo bem-estar dos jogadores também. O pedido é estendido a todos os times de Rugby.

A FIFA e várias outras instituições relacionadas a diferentes modalidades esportivas já tinham adotado protocolos parecidos para proteger os atletas pois, apesar de danos cerebrais graves não serem apresentados em muitos atletas, é possível que as contínuas concussões sem o tempo necessário de recuperação possam trazer danos irreversíveis.