Foto: Six Nations

Tempo de leitura: 3 minutos

ARTIGO COM VÍDEO – Paris recebeu a partida final do Six Nations 2020 entre França e Irlanda. As duas seleções precisavam vencer e somarem saldo de pontos para tirarem o título da Inglaterra. A França brilhou, triunfou por 35 x 27, mas não ficou com a taça, pois precisava de vitória por 31 pontos de diferença. Pelo saldo, a Inglaterra celebrou o título de campeã europeia pela 29ª vez na história.

Precisando vencer por 7 pontos de diferença para ser campeã, a Irlanda começou o jogo bem, com Conor Murray tendo a primeira chance de converter penal, mas sem sucesso. Quem não faz, leva, e, aos 7′, Antoine Dupont brilhou para fazer o primeiro try do jogo para a França, após grande corrida de Fickou na ponta.

No entanto, aos 10′, o jogo mudou, com Sexton chutando para Keenan buscar bola no in-goal para o try irlandês, mas a bola escapou de Keenan e Bouthier deu um tapa na bola para fora, recebendo cartão amarelo, que deixou a França com 14 em campo. A Irlanda aproveitou o homem a mais, teve mais volume de jogo e, aos 19′, Cian Healy cravou o try irlandês no pick and go.

Sexton colocou a Irlanda na frente com penais aos 26′, mas, aos 30′, a França brilhou, com troca de passes rápida até Rattez recebendo na ponta e chutando para as 22. O asa François Cros acreditou no lance, chutou para o in-goal após o erro de Stockdale e sofreu penal try de Doris ao tentar apanhar a bola. Doris recebeu amarelo, mas a Irlanda, mesmo assim, somou pontos antes da pausa com penal chutado por Sexton. Ntamack deu o troco com penal para os Bleus aos 38′ e a França foi ao intervalo com vantagem de 17 x 13, apesar de ter tido apenas 35% de posse de bola.

- Continua depois da publicidade -

Na segunda etapa, a França deu seu recado com linda jogada de contra-ataque, que teve Ntamack servindo Fickou para disparar na ponta e chutar Dupont apanhar e servir de offload Ntamack. Try majestoso.

Ntamack ainda ampliou com novos penais aos 48′ e aos 52′, mas foi a Irlanda quem somou try para esfriar os Bleus, com Henshaw atropelando na ponta em corrida inteligente. Mesmo assim, os franceses reagiram e, aos 71′, Ntamack chapelou a defesa verde e serviu Vakatawa para novo try. Porém, não havia tempo para a França fazer a margem de pontos que precisava.

No fim, Stockdale ainda marcou um último try para a Irlanda, definindo o placar final de França 35 x 27 Irlanda.

A França voltará a campo na abertura da Nations Cup no dia 15 de novembro contra Fiji. Já a Irlanda encara Gales no dia 13.

 

35versus copiar27

França 35 x 27 Irlanda, em Paris

Árbitro: Wayne Barnes (Inglaterra)

França

Tries: Dupont, Ntamack, Vakatawa e Penal try

Conversões: Ntamack (2)

Penais: Ntamack (3)

15 Anthony Bouthier, 14 Vincent Rattez, 13 Virimi Vakatawa, 12 Arthur Vincent, 11 Gaël Fickou, 10 Romain Ntamack, 9 Antoine Dupont, 8 Grégory Alldritt, 7 Charles Ollivon (c), 6 François Cros, 5 Paul Willemse, 4 Bernard le Roux, 3 Mohamed Haouas, 2 Julien Marchand, 1 Cyril Baille;

Suplentes: 16 Camille Chat, 17 Jean-Baptiste Gros, 18 Demba Bamba, 19 Romain Taofifénua, 20 Dylan Cretin, 21 Baptiste Serin, 22 Arthur Retiere, 23 Thomas Ramos;

Irlanda

Tries: Healy Henshaw e Stockdale

Conversões: Sexton (2) e Byrne (1)

Penais: Sexton (2)

15 Jacob Stockdale, 14 Andrew Conway, 13 Robbie Henshaw, 12 Bundee Aki, 11 Hugo Keenan, 10 Jonathan Sexton (c), 9 Conor Murray, 8 CJ Stander, 7 Will Connors, 6 Caelan Doris, 5 James Ryan, 4 Tadhg Beirne, 3 Andrew Porter, 2 Rob Herring, 1 Cian Healy;

Suplentes: 16 Dave Heffernan, 17 Ed Byrne, 18 Finlay Bealham, 19 Ultan Dillane, 20 Peter O’Mahony, 21 Jamison Gibson-Park, 22 Ross Byrne, 23 Chris Farrell;

 

 SeleçãoJogosPontos
Inglaterra518
França518
Irlanda514
Escócia514
Gales58
Itália50
- Grand Slam = 3 pontos;
- Vitória = 4 pontos;
- Empate = 2 pontos;
- Derrota = 0 pontos;
- Anotar 4 ou mais tries = 1 ponto extra;
- Perder por diferença de 7 pontos ou menos = 1 ponto extra;

 

Histórico:

 PaísTítulos totaisTítulos desde 2000Grand SlamsTríplices CoroasColheres de PauParticipações% títulos/participações
Inglaterra29 (10)713262512323,6%
Gales27 (12)512222112521,6%
França17 (8)59-189018,9%
Escócia15 (9)03103312512%
Irlanda14 (9)43113612511,2%
Itália000-15210%
- Na coluna "Títulos totais" estão marcados os títulos inteiros e, entre parênteses, os títulos 'divididos";

- Até 1988, quando duas ou mais equipes terminavam empatadas em primeiro lugar em número de pontos o título era dividido entre essas duas ou mais seleções. A partir de 1989 critérios de desempate foram adotados para definir apenas um campeão por ano;

- Grand Slam = Quando uma equipe vence todas as partidas do torneio;

- Tríplice Coroa (Triple Crown) = Quando Inglaterra, Escócia, Gales ou Irlanda derrotam todos as demais nações dos Ilhas Britânicas. França e Itália não disputam a Tríplice Coroa;

- Colher de Pau = Quando uma seleção perde todas as partidas na competição;

____

Histórico:

1883 - 1909 - Home Nations Championship (Inglaterra, Gales, Escócia e Irlanda);

- Inglaterra não participou em 1888 e 1889; 1885, 1897 e 1898 não foram terminados;

1910 - 1914 - Five Nations Championship (Inglaterra, Gales, Escócia, Irlanda e França);

1915 - 1919 - Interrupção pela Primeira Guerra Mundial;

1920 - 1931 - Five Nations Championship (Inglaterra, Gales, Escócia, Irlanda e França);

1932 - 1939 - Home Nations Championship (Inglaterra, Gales, Escócia e Irlanda);

1940 - 1946 - Interrupção pela Segunda Guerra Mundial;

1947 - 1999 - Five Nations Championship (Inglaterra, Gales, Escócia, Irlanda e França);

- 1972 não foi terminado por crise política na Irlanda;

- 2000 - hoje - Six Nations Championship (Inglaterra, Gales, Escócia, Irlanda, França e Itália);