Foto: Bruno Ruas

Tempo de leitura: 1 minuto

Mais uma proposta de equipe das Ilhas do Pacífico para jogar o Super Rugby Aotearoa ou uma eventual liga da Oceania (que una Austrália e Nova Zelândia, algo que vem sendo negociado no momento).

Trata-se do Moana Pasifika, anunciado nesta segunda-feira, que pretende representar as ilhas e ter Auckland, na Nova Zelândia, como sua casa. O grupo por trás da candidatura é liderado pelo ex-All Black de origem samoana Bryan Williams. A franquia teria ainda laços com a província de Counties Manukau, localizada a sul de Auckland, região com grande população polinésia.

Em matéria do portal neozelandês Stuff é inferido que o Moana Pasifika tem apoio das federações de Samoa, Tonga e Fiji, no entanto Simon Raiwalui, diretor de alto rendimento da federação de Fiji já afirmou que o país não deu apoio formal ao Moana Pasifika.

- Continua depois da publicidade -

O nome “Moana” significa “Oceano” nas línguas polinésias, como samoano, tonganês, havaiano e maori, oferecendo uma proximidade com a identidade polinésia. A língua fijiana, por outro lado, não é polinésia, apesar da família línguística maior denominada fijiana-polinésia. O nome “Moana” ficou famoso mundialmente pela animação da Disney de mesmo nome.

Além do Moana Pasifika, outro grupo, o Kanaloa Hawaii, expressou interesse em representar a região na competição herdeira do Super Rugby. O Kanaloa é um grupo bancado por ex All Blacks que também pretendia admissão à Major League Rugby norte-americana, porém sem sucesso até o momento.