All Blacks e Dan Carter ganham o Prêmio Laureus, o Oscar do Esporte

Hoje, Berlim recebeu a festa de premiação do Laureus 2016, o “Oscar do Esporte” mundial, que premiou os melhores do ano passado. Finalmente, os All Blacks tiveram o que mereciam: foram eleitos pela primeira vez na história a “Equipe do Ano”, deixando para trás na votação o Barcelona (Espanha, Futebol), o Golden State Warriors (Estados Unidos, Basquete), a Seleção Britânica da Copa Davis de Tênis, a Mercedes AMG Petronas da Fórmula 1 e a Seleção dos Estados Unidos de Futebol Feminino, todos destaques em seus respectivos esportes.

 

Com o prêmio, a Nova Zelândia se junta à África do Sul, em 2008, e a Inglaterra, em 2004, como as únicas seleções de rugby que venceram o prêmio Laureus para “Equipe do Ano”, provando a força da Copa do Mundo de Rugby dentro da premiação.

 

Mas, esse não foi o único prêmio que o rugby e os neozelandeses faturaram. Dan Carter venceu o prêmio de “Retorno do Ano”, dado ao atleta que sofreu algum duro revés na carreira (como uma lesão ou uma doença) e se recuperou pouco depois atingindo o auge. Nessa categoria, apenas um atleta de rugby já havia sido premiado: o sul-africano Schalk Burger no ano passado. Carter deixou para trás Jessica Ennis-Hill (Reino Unido, Atletismo), Mick Fanning (Austrália, Surfe), Michael Phelps (Estados Unidos, Natação), David Rudisha (Quênia, Atletismo) e Lindsey Vonn (Estados Unidos, Esqui) na eleição de 2016.

Comentários