Foto: Stormers/Gallo Images/SA Rugby

Tempo de leitura: 2 minutos

No próximo dia 9, terá início finalmente o Super Rugby Unlocked, a versão sul-africana do Super Rugby. Por conta da pandemia, somente agora a volta do rugby é possível na África do Sul, com 7 times indo a campo: Bulls, Lions, Sharks e Stormers, que estavam no Super Rugby até a pandemia; o Cheetahs, que estava no PRO14; além de dois times da Currie Cup sul-africana, Griquas e Pumas (que não são da Argentina!).

O Super Rugby Unlocked terá seus jogos valendo também pela Currie Cup 2020, o tradicional Campeonato Sul-Africano.

 

- Continua depois da publicidade -

Formato

  • Todos os times se enfrentam em turno e returno, totalizando 12 partidas para cada time em 14 semanas;
  • O primeiro colocado após o primeiro turno, isto é, ao final da 7ª rodada (no dia 21 de novembro), será o campeão do Super Rugby Unlocked;
  • Os 4 primeiros colocados após 14 rodadas se classificarão às semifinais, valendo o título da Currie Cup;
  • A grande final da Currie Cup será no dia 23 de janeiro de 2021;

 

Os times, os favoritos

Como os Springboks irão a campo pelo Rugby Championship em novembro e dezembro, os jogadores da seleção só deverão estar disponíveis nos primeiros jogos de outubro. Com isso, o favoritismo poderá variar muito. Antes da pandemia, os Sharks eram os melhores da África do Sul no Super Rugby, com a melhor campanha de toda a liga, ao passo que os Stormers estavam na 7ª colocação geral, sendo os segundos melhores entre os sul-africanos. Bulls e Lions viviam temporada ruim, na 12ª e 13 colocações do geral (entre 15 times).

Já no PRO14, os Cheetahs faziam campanha apenas regular, ocupando a 8ª posição do geral (entre 14 times). Os Cheetahs, no entanto, ostentam a condição de atuais campeões da Currie Cup, por terem levantado a taça em 2019. A possível exclusão dos Cheetahs do PRO14 para dar lugar a Bulls, Lions, Sharks e Stormers criará uma tensão extra nos jogos envolvendo os atuais campeões, que vivem no momento com um sentimento de injustiça.

Em 2019, os Griquas chocaram a África do Sul avançando até as semifinais, provando serem o “pequeno notável” do país, ao passo que o Mpumalanga Pumas terminou a competição na última colocação.

 

1ª rodada

  • 09/10 – Sharks x Lions, em Durban
  • 10/10 – Cheetahs x Pumas, em Bloemfontein
  • 10/10 – Bulls x Griquas, em Pretória
 EquipeCidadeJogosPontos
BullsPretória1239
Western Province (Stormers)Cid. do Cabo1237
SharksDurban1235
LionsJoanesburgo1234
CheetahsBloemfontein1231
pumas mpumalanga copyPumasNelspruit1217
GriquasKimberley128
- Vitória = 4 pontos;
– Empate = 2 pontos;
– Derrota = 0 pontos;
– Vencer marcando 3 ou mais tries que o oponente = 1 ponto extra;
– Perder por diferença de 7 pontos ou menos = 1 ponto extra;

- 1º colocado ao final de 6 rodadas = Campeão do Super Rugby Unlocked;
- 1º ao 4º colocados ao final de 12 rodadas = Semifinais da Currie Cup;

 

Lista de campeões da Currie Cup sul-africana

 EquipeTítulos
Western ProvinceWestern Province (Stormers)34
Bulls24
Lions11
Sharks8
Cheetahs6
Griquas3
Bulldogs2