Curitiba se impõe fora de casa e vence Band-Saracens

Band Saracens e Curitiba se enfrentaram pela penúltima rodada do 1o turno em situações distintas na tabela. Enquanto os Touros lutam ponto a ponto pela liderança, os Bandeirantinos mesmo fazendo bons jogos, estão cada vez mais afastados dos demais clubes, e a sua situação na tabela começa a preocupar. Em jogo com um primeiro tempo muito equilibrado, os visitantes souberam aproveitar as falhas do adversário e saíram de São Paulo com mais uma importante vitória.
 
 
Veja as fotos da partida, por HP
 
 
A partida começou muito bem para o Curitiba, que abriu o placar logo em sua primeira posse de bola, recebendo chute de saída e rapidamente Michael recebeu na lateral esquerda, se livrando de três marcadores no meio de campo e correndo sem oposição até o ingoal adversário. O ritmo imposto pelos curitibanos desde o início acuou o Band em seu campo de defesa, e cinco minutos depois ampliou com o Vitão depois de boa sequência de ataques com os forwards novamente pela esquerda e ampliou para 12 a vantagem. O novo revés parece ter acordado o Band, que imediatamente equilibrou a partida e em sua primeira visita ao campo de ataque, saiu com três pontos em cobrança precisa do abertura Tomás, que junto com seu scrum-half Luiz “Doutor” Diaz, mais uma vez colocavam o time nos eixos, com boa tomada de decisões e comandando ataques cada vez mais precisos.
 
 
banner padrim
 
 

As equipes se alternavam nos ataques mas desperdiçavam cometendo muitos penais em seu campo de ataque. Em uma de suas ofensivas, Chicho teve a chance de ampliar para os Touros, mas errou penal. A primeira subida efetiva do band resultou em try, depois de forçar passagem pelos avançados depois de um line, seguiu empurrando o Curitiba para dentro de seu ingoal, com bons avanços de Yuri “Loirão” pelo centro e na sequência, encontrou Tomás, que mesmo segurado, conseguiu apoiar no ingoal, levantando a torcida.
 
Os Touros mantinham uma vantagem frágil e cediam muitos penais por offside, sempre tentando antever a saida do half adversário. Chicho desperdiçou nova chance de ampliar e permitiu ao Band virar o placar no último lance da etapa inicial, novamente com Tomás, um dos nomes da partida.
 
A etapa final começou da mesma forma que o primeiro, com o Curitiba tomando as ações da partida novamente e não tardou a alcançar o ingoal adversário, primeiro com Endy e três minutos depois, com Michael novamente, sempre pela esquerda, depois ótimas subidas de Franco e Raposo iniciando os contra-ataques. Assim como na etapa inicial, o Band demorou para reagir, mas não teve a mesma intensidade e mesmo chegando com perigo em três oportunidades na linha de 5m, parou na defesa mais inteira dos visitantes e ainda viu o Curitiba ampliar novamente com Vitão.
 
No entanto, os Touros seguiam cometendo muitas infrações, e no meio de mais uma boa subida bandeirantina, perdeu Luan com cartão amarelo. A superioridade numérica fez a diferença e Santiago “Chewbacca” diminuiu para os donos da casa, masa dinâmica do jogo pouco mudou, mesmo com novo penal desperdiçado por Chicho, em tarde incomum nos chutes. A última chance do Band veio com Marcelo Bellorio, em uma grande corrida pelo centro dentro dos 22m que só terminou no ingoal adversário, mas sob forte marcação ao cair, não permitiu ao árbitro Xavier Vouga validar a pontuação. O último try do Curitiba curiosamente saiu quando a bola era de pose do Band e em um scrum na linha de 5m de seu campo de ataque. O que poderia ser mais um try para o tima da casa mudou de figura quando os Touros aproveitaram a bola ter sido atirada ao chão e chutaram para o campo de ataque. Com o fundo desorganizado, conseguiram manter a posse e armaram mais um contra-ataque que só terminou com Mussum mergulhando no ingoal, dando números finais à partida.
 
Com nova derrota, o Band Saracens segue na última colocação empatado com o Niterói e a cindo pontos do sexto colocado, uma desvantagem que fica cada vez mais crítica à medida que o campeonato progride, enquanto o Curitiba segue na perseguição ao Desterro, que se mantém invicto. Na última rodada da primeira fase, o Band recebe o SPAC em seus domínios, fazendo o clássico paulistano da rodada, enquanto o Curitiba vai a São José reviver a final do Super 8 do ano passado.
 
O Portal do Rugby elegeu Franco Maggiolo como melhor jogador da partida
 
 
Placar final: Band Saracens (13) 18 X 38 (12) Curitiba
 
Band Saracens
Tries: Tomás
Conversões: Tomás
Penais: Tomás (2)
 
Curitiba
Tries: Michael (2), Vitão (2), Endy,
Conversões: Chicho (4)
 
Cartão Amarelo: Luan
 
 
Classificação

ClubeCidade (UF)PJVED4+-7PPPCSP
DesterroFlorianópolis (SC)62141301100437198239
CuritibaCuritiba (PR)4914100472374246128
São JoséSão José dos Campos (SP)4814100471412288124
FarraposBento Gonçalves (RS)33146084532928742
PasteurSão Paulo (SP)291450927210227-17
SPACSão Paulo (SP)231450921230437-207
NiteróiNiterói (RJ)2214401033279451-172
Band SaracensSão Paulo (SP)2114301136300437-137

Vitória = 4 pontos;
Empate = 2 pontos;
Derrota = 0 pontos;
Fazer 4 ou mais tries = 1 pontos extra;
Derrota por 7 ou menos pontos de diferença = 1 ponto extra;

– Dois primeiros colocados = classificação à final

Foto por HP

Comentários