O sábado foi um dia cheio de decisões no mais tradicional palco do Rugby brasileiro, o SPAC. Além da principal partida do dia entre os donos da casa e o Band Saracens, buscando fugir do rebaixamento (o SPAC se salvou com uma grande vitória) aconteceu a grande decisão do Paulista D, a divisão de Desenvolvimento do estado, com os britânicos lutando pelo bicampeonato diante da Engenharia Mackenzie, e e do Paulista M15, onde o clube encarou o Pasteur e precisava da vitória para se manter na briga.
 
O dia cheio de Rugby abriu com um treino conjunto entre as categorias infantis de Band e SPAC, e às 12h, começou o duelo entre Pasteur e SPAC, decidindo o M15. As equipes fizeram um duelo muito equilibrado, mostrando porque foram as melhores do campeonato, e isso se refletiu no placar final, um suado empate em 10 pontos. O resultado deu o título para os Galinhos do Pasteur que mantiveram nove pontos de vantagem sobre o rival e não podem ser alcançados mais, em uma campanha com seis vitórias, um empate e apenas uma derrota.
 
Depois, foi a vez da juventude abrir espaço para a experiência. A grande decisão da Série D colocou mais uma vez SPAC e Engenharia Mackenzie frente à frente, repetindo o duelo da primeira fase (49 a 14 a favor do atual campeão) que daria a melhor campanha aos SPACianos. Mas dessa vez, a história foi diferente. Os Mackenzistas não se intimidaram com a forte presença da torcida e abriram vantagem no primeiro tempo, mas o jogo se manteve indefinido até os instantes finais, encerrado com o triunfo dos visitantes, negando o bicampeonato ao SPAC. Em seu segundo ano como clube, os engenheiros buscam reviver o passado de glórias de um dos mais antigos times do país, e dão mostras que vieram para ficar.
 
 
Campeonato Paulista D – FINAL
Dia 29/10/2016 às 13h – SPAC 12 X 18 Engenharia Mackenzie
Árbitro:Regis Dantas
Auxiliares de linha: Lucas Gurgel e Fernanda Lima
4o árbitro: Debora Thomsen
Local: SPAC – São Paulo, SP
 
 
Campeonato Paulista M15
Dia 29/10/2016 às 12h – SPAC/Band 10 X 10 Pasteur – Pasteur campeão M15
Árbitro: Nayara Lima
Auxiliares de linha: Lucas Gurgel e Fernanda Lima
4o árbitro: Debora Thomsen
Local: SPAC – São Paulo, SP
 
Classificação

PaísNúmero de títulos inteiros*Número total de títulos (incluindo divididos*)Número de Grand Slams**Número de Tríplices Coroas***Número de Colheres de Pau****Número de participaçõesNúmero de títulos desde 2000 (Era Six Nations)
Inglaterra28381325251216
Gales26381120211234
França17259-18885
Escócia1422310331230
Irlanda1322210361233
Itália000-12180
1883 - 1909 - Home Nations Championship (Inglaterra, Gales, Escócia e Irlanda);

- Inglaterra não participou em 1888 e 1889; 1885, 1897 e 1898 não foram terminados;

1910 - 1914 - Five Nations Championship (Inglaterra, Gales, Escócia, Irlanda e França);

1915 - 1919 - Interrupção pela Primeira Guerra Mundial;

1920 - 1931 - Five Nations Championship (Inglaterra, Gales, Escócia, Irlanda e França);

1932 - 1939 - Home Nations Championship (Inglaterra, Gales, Escócia e Irlanda);

1940 - 1946 - Interrupção pela Segunda Guerra Mundial;

1947 - 1999 - Five Nations Championship (Inglaterra, Gales, Escócia, Irlanda e França);

- 1972 não foi terminado por crise política na Irlanda;

2000 - hoje - Six Nations Championship (Inglaterra, Gales, Escócia, Irlanda, França e Itália);

* Até 1988, quando duas ou mais equipes terminavam empatadas em primeiro lugar em número de pontos o título era dividido entre essas duas ou mais seleções. A partir de 1989 critérios de desempate foram adotados para definir apenas um campeão por ano.

** Grand Slam = Quando uma equipe vence todas as partidas do torneio

***Tríplice Coroa (Triple Crown) = Quando Inglaterra, Escócia, Gales ou Irlanda derrotam todos as demais nações dos Ilhas Britânicas. França e Itália não disputam a Tríplice Coroa;

****Colher de Pau = Quando uma seleção perde todas as partidas na competição.