O Mackenzie está em festa! A equipe paulistana levou a melhor sobre o Piratas de Americana e se garantiu na final do Paulista C, debaixo de muita chuva que só deu trégua na parte final do jogo.

Os engenheiros começaram a exercer seu domínio desde os primeiros minutos da partida, pressionando a saída de bola e levando o jogo para seu campo de ataque e abriu o placar rapidamente com Vinícius Xavier, em boa armação do time vermelho pela direita. Menos de cinco minutos depois, a equipe ampliou com um penal try após tackle alto da defesa Pirata sobre Higutsi, deixando ainda os visitantes com um jogador a menos e os mackenzistas ampliaram com Luiz Presti no minuto seguinte.

Com problemas no trajeto até o local de jogo, o Piratas não fez uma boa preparação e demorou pra entrar no jogo, mas aos poucos começou a encaixar seu jogo e ameaçar o ingoal adversário, sem no entanto conseguir colocar pontos no placar. A punição veio em dose dupla novamente, com Josué em velocidade saindo do centro para apoiar na direita e com André Gardesani, fechando o primeiro tempo em 33 a zero.

A chuva diminuiu de intensidade na etapa final, mas o jogo seguiu mais lento e truncado com o campo pesado. As equipes se alternaram no ataque, mas falharam em momentos chave e o placar somente foi movimentado novamente com Emir Peralta em forte embate com os forwards Piratas. Cada equipe teve seu momento de superioridade numérica em campo no segundo tempo, mas nenhum dos lados aproveitou. A vitória já estava praticamente assegurada, mas ainda houve tempo para Renan e Gabriel “Pão” ampliarem para o time da capital, fechando com chave de ouro mais uma vitória.

- Continua depois da publicidade -

A grande final será em 21 de outubro contra o Tucanos de São João da Boa Vista, que venceu o União por 35 a 8.

O Portal do Rugby elegeu Emir Peralta como melhor jogador da partida.

Placar final: Engenharia Mackenzie (33) 48 X 00 (00) Piratas

Engenharia Mackenzie
Tries: Vinícius Xavier, Luiz Presti, Josué Bennati, André Gardesani, Emir Peralta, Renan Santos, Gabriel Lombello, Penal Try
Conversões: Josué Bennati (3)