Fim de semana de clubes! É a largada do Super Sevens masculino!

ARTIGO ATUALIZADO – O rugby nacional de clubes voltou! Nesse fim de semana, dias 18 e 19 de fevereiro, o Estádio Martins Pereira, em São José dos Campos, receberá o Torneio Classificatório do Super Sevens Masculino, o circuito nacional de sevens, que terá ainda o Torneio Final nos dias 18 e 19 de março, em Niterói.

 

Enquanto SPAC (campeão paulista), Rio Rugby (campeão fluminense), Uberlândia (campeão mineiro), Curitiba (campeão paranaense), Desterro (campeão catarinense) e Farrapos (campeão gaúcho) já têm suas vagas garantidas no Torneio Final, outras 6 vagas serão disputados pelos 12 clubes que se inscreveram no Torneio Classificatório.

 

Os 12 participantes foram divididos em 3 grupos com 4 equipes cada e avançarão às quartas de final os 2 primeiros colocados de cada grupo e os 2 melhores 3ºs colocados. Os participantes foram selecionados a partir dos clubes que se inscreveram no torneio, independente da região de origem, com prioridade para aqueles que já disputaram o torneio no ano passado.

 

O Torneio Classificatório terá transmissão ao vivo pelo Facebook Live da CBRu, a partir das 12h00 do domingo.

 

Quem estará em campo e quem é favorito?

O Grupo A é um verdadeiro aquece do Paulista, pois três dos clubes mais tradicionais de São Paulo estarão frente a frente: São José, Rio Branco e Band Saracens. O São José desponta como o favorito, sendo o atual campeão nacional de sevens. O time jogará em casa e só não está garantido na etapa final, mesmo sendo o campeão, porque o regulamento previu que somente os campeões estaduais estariam assegurados. Dessa forma, caberá aos joseenses provarem diante de sua torcida seu favoritismo. “Para a cidade de São José é uma honra receber um evento desse porte do rugby nacional. O estádio Martins Pereira já recebe o rugby há muitos anos, e todos vão encontrar lá as melhores condições para a disputa do torneio”, afirma Maurício Coelho, técnico do São José. “Apesar de o nosso time ser o atual campeão brasileiro de sevens, não temos vaga garantida na etapa final. Por isso vamos aproveitar essa qualificatória para aprimorar nossos fundamentos, visando a classificação para 2ª etapa. O São José tem uma certa ‘obrigação’ de fazer uma boa apresentação, por jogar em casa.Então vamos entrar com a responsabilidade, mesmo que seja o início da temporada, e vamos mostrar nosso melhor”, complementa.

 

Enquanto isso, Band Saracens e Rio Branco terão que encarar o campeão do Cerrado, o UFG, de Goiás, agora chamado de Xavantes, é o atual campeão do Centro-Oeste e vem mostrando bastante evolução nos últimos anos. Os dois times paulistanos têm que provar no início da temporada que estão em um rumo melhor do que no ano passado, quando sofreram muito, seja no XV ou no sevens. Os banderantinos sequer jogaram o Paulista de Sevens em 2016, ao passo que os Pelicanos terminaram em 5º lugar, tendo no currículo naquele torneio um jogo bastante parelho com o São José.

 

O Pasteur, vice campeão paulista e vice campeão brasileiro de 2016 no sevens, desponta como o cabeça do Grupo B, sendo outro dos favoritos ao título do torneio, junto do São José. O Pasteur vem sempre forte no seven-a-side, mas ainda não conseguiu seu objetivo, o título nacional, e esse seria um título de grande importância para coroar o trabalho do clube nos últimos anos. Como concorrente principal o time paulistano terá os cariocas do Guanabara, sempre com um trabalho forte e dedicado no sevens e prontos para o passo adiante. Samambaia, de Brasília (buscando provar a força de sua região), e Tucanos, de São João da Boa Vista (6º colocado do Paulista de Sevens 2016), completam o grupo.

 

Completando o torneio, o Grupo C é encabeçado pelo Jacareí, grande favorito à chave e um dos fortes candidatos ao título nacional, ostentando no momento o terceiro lugar no Paulista e o quarto no último Super Sevens. Assim como Pasteur e São José, o Jacareí terá algumas perdas importantes por conta da Seleção Brasileira, mas vem tendo desempenhos muito sólidos no sevens e deve despontar. URA, que vinha tendo grandes campanhas no sevens, mas desistiu do último Paulista, Melina, a novidade de Cuiabá (que estreia no masculino após competir em 2016 no feminino), e o Templários, de São Bernardo do Campo, que chega ao sevens após uma forte temporada de XV no Paulista B.

 

super sevens masculino 2017

Super Sevens Masculino – Torneio Classificatório – em São José dos Campos

Grupo A: São José (SP), Rio Branco (SP), Band Saracens (SP) e UFG (GO)
Grupo B: Pasteur (SP), Guanabara (RJ), Samambaia (DF) e Tucanos (SP)
Grupo C: Jacareí (SP), União Rugby Alphaville (SP), Melina (MT) e Templários (SP)

Clique aqui para baixar o regulamento

 

Sábado, 18 de fevereiro

10h00 – São José X UFG
10h22 – Rio Branco X Band Saracens
10h44 – Pasteur X Tucanos
11h06 – Guanabara X Samambaia
11h28 – Jacareí X Templários
11h50 – União Rugby Alphaville X Melina
12h30 – São José X Band Saracens
12h52 – Rio Branco X UFG
13h14 – Pasteur X Samambaia
13h36 – Guanabara X Tucanos
13h58 – Jacareí X Melina
14h20 – União Rugby Alphaville X Templários
15h00 – São José X Rio Branco
15h22 – Band Saracens X UFG
15h44 – Pasteur X Guanabara
16h06 – Samambaia X Tucanos
16h28 – Jacareí X União Rugby Aplhaville
18h50 – Melina X Templários

 

Domingo, 19 de fevereiro

09h30 – Quartas de final Ouro – 1o X 8o
09h50 – Quartas de final Ouro – 4o X 5o
10h10 – Quartas de final Ouro – 2o X 7o
10h30 – Quartas de final Ouro – 3o X 6o
10h50 – Semifinal Bronze – 9o X 12o
11h10 – Semifinal Bronze – 10o X 11o
12h10 – Semifinal Prata 1
12h30 – Semifinal Prata 2
12h50 – Semifinal Ouro 1
13h10 – Semifinal Ouro 2
13h30 – Disputa 11o lugar
13h50 – FINAL Bronze
14h10 – Disputa 7o lugar
14h50 – FINAL Prata
15h10 – Disputa 3o lugar
15h30 – FINAL Ouro

 

Lista de campeões do Campeonato Brasileiro Masculino de Sevens

1 – São José – 7 títulos (2008-09, 2009-10, 2010-11, 2011, 2012-13, 2013 e 2016)

2 – Desterro – 2 títulos (2014 e 2015)

 

Foto: Fotojump

Comentários