Paulista Feminino: São José vence primeira etapa; Paraisópolis é a melhor no M19

No último final de semana, o Clube de Campo da Sociedade Esportiva Palmeiras, na zona sul da capital paulista, recebeu 10 das melhores equipes adultas femininas do estado, além das convidadas mineiras do BH Rugby, para a disputa da primeira etapa do Circuito Gilbert de Rugby Sevens Feminino, o Circuito Paulista.
 
Divididas em 3 grupos com 3 ou 4 equipes cada, as disputas se provaram acirradas, com as equipes de maior tradição despontando como favoritas. São José (de São José dos Campos), Band Saracens e SPAC (da capital) venceram seus grupos, sendo que o SPAC teve pela frente a chave mais difícil, com a concorrência do BH Rugby, que também disputa o Super Sevens, o Circuito Brasileiro. Apesar da derrota, o BH ainda alcançou a próxima fase, ficando entre as oito melhores do primeiro dia de competição.No pelotão intermediário, o Rio Branco (da capital) marcou presença, retornando à disputa de campeonatos oficiais. Destaque também para as estreias em torneios da FPR do Jabaquara (tradicional clube de futebol de Santos, que agora entra no rugby) e das Nacanis, de Mogi das Cruzes.
 
No domingo, as quatro equipes da elite nacional avançaram às semifinais. Na luta para alcançar a final, o São José, campeão paulista de 2015, levou a melhor obre o SPAC, em jogo parelho, 12 x 5, ao passo que o Band Saracens se impôs sobre o BH Rugby, 24 x 5. Nas decisões de taça, o Guarulhos levou a melhor sobre o ABC (de Santo André) e Jabaquara no triangular da Taça Bronze (9º lugar), enquanto o Wallys, de Louveira, derrotou a USP na decisão do 7º lugar. Já Rio Branco venceu as Nacanis na final da Taça Prata (5º lugar), ao passo que o SPAC venceu o BH Rugby valendo o 3º lugar.

A grande final foi decidida rapidamente, com o São José vencendo com boa margem o Band Saracens, 31 x 7, para assegurar o título da primeira etapa. As equipes voltarão a campo nos dias 7 e 8 de maio pela segunda etapa, no SPAC. A terceira e última etapa ocorre nos dias 18 e 19 de junho, em São José dos Campos.
 

Paraisópolis reina no M19
Além das disputas do torneio adulto, o domingo teve também as categorias juvenis em campo, com festival M16 e torneio M19, com quatro clubes disputando quadrangular. Os Leões da Paraisópolis (ou “as Leoas”), a equipe do Instituto Rugby para Todos, da comunidade de Paraisópolis, na zona sul paulistana, conquistou o título derrotando São José, Jacareí e Rio Branco. 25 x 0 na decisão contra as joseenses, campeãs de 2015.

 


Sábado, 2 de abril
11h00 – USP 5 X 5 Rio Branco – grupo A
11h20 – SPAC 31 X 00 BH Rugby – grupo B
11h40 – Jabaquara 7 X 27 ABC – grupo B
12h00 – Band Saracens 33 X 5 Nacanis – grupo C
12h20 – Wallys 17 X 05 Guarulhos – grupo C
12h40 – São José 28 X 5 Rio Branco – grupo A
13h20 – SPAC 41 X 00 ABC – grupo B
13h40 – Jabaquara 00 X 39 BH Rugby – grupo B
14h00 – Band Saracens 51 X 00 Guarulhos – grupo C
14h20 – Wallys 00 X 20 Nacanis – grupo C
14h40 – São José 41 X 00 USP – grupo A
15h20 – SPAC 39 X 00 Jabaquara – grupo B
15h40 – ABC 00 X 32 BH Rugby – grupo B
16h00 – Band Saracens 39 X 00 Wallys – grupo C
16h20 – Guarulhos 10 X 10 Nacanis – grupo C
 
Classificação:
Grupo A: 1 São José, 2 Rio Branco, 3 USP
Grupo B: 1 SPAC, 2 BH Rugby, 3 ABC, 4 Jabaquara
Grupo C: 1 Band Saracens, 2 Nacanis, 3 Wallys, 4 Guarulhos
 

 
Domingo, 3 de abril
09h20 – Band Saracens 45 X 00 Wallys – Quartas Ouro
09h40 – BH Rugby 22 X 00 Nacanis – Quartas Ouro
10h00 – São José 42 X 00 Rio Branco – Quartas Ouro
10h20 – SPAC 36 X 00 USP – Quartas Ouro
10h40 – São José 26 X 05 Jacareí – M19
11h00 – Leões de Paraisópolis 36 X 00 Rio Branco – M19
11h20 – Festival M16
11h40 – ABC 10 x 10 Jabaquara – Taça Bronze
11h40 – Wallys 05 x 36 Nacanis – Semifinal Prata 1
12h00 – Rio Branco 15 x 05 USP – Semifinal Prata 2
12h20 – São José 40 X 05 Rio Branco – M19
12h40 – Leões de Paraisópolis 39 X 00 Jacareí – M19
13h00 – Festival M16
13h40 – Guarulhos 15 x 00 Jabaquara – Taça Bronze
14h00 – Band Saracens 24 x 05 BH Rugby – Semifinal Ouro 1
14h20 – São José 12 x 07 SPAC – Semifinal Ouro 2
14h40 – Jacareí 10 X 00 Rio Branco – M19
15h00 – São José 00 X 25 Leões de Paraisópolis – M19
15h20 – ABC 00 x 19 Guarulhos – Taça Bronze
15h40 – Wallys 05 x 10 USP – Disputa do 7º lugar
16h00 – Nacanis 10 x 19 Rio Branco – FINAL PRATA
16h20 – BH Rugby 05 x 19 SPAC – Disputa do 3º lugar
16h40 – Band Saracens 07 x 31 São José – FINAL OURO
 
 

Classificação final adulto: 1 São José (25 pontos), 2 Band Saracens (21 pts), 3 SPAC (18 pts), 4 BH Rugby (15 pts), 5 Rio Branco (12 pts), 6 Nacanis (10 pts), 7 USP (8 pts), 8 Wallys (6 pts), 9 Guarulhos (5 pts), 10 ABC (4 pts), 11 Jabaquara (3 pts)
Classificação final M19: 1 Leões de Paraisópolis, 2 São José, 3 Jacareí, 4 Rio Branco

 

Artilharia – Pontos marcados:
1 – Xaxa Matos – Band Saracens – 65 pontos
2 – Camila Lacerda – Band Saracens- 59 pontos
3 – Natássia Bricks – São José – 49 pontos

 

Artilharia – Tries marcados:
1 – Camila Lacerda – Band Saracens – 11 tries
2 – Manuela Abreu – BH Rugby – 7 tries
Xaxa Matos – Band Saracens – 7 tries

 

Equipe Cidade Pts Etapa 1 Etapa 2 Etapa 3
Adulto
São José São José dos Campos 71 25 21 25
SPAC São Paulo 64 18 25 21
Band Saracens São Paulo 57 21 18 18
BH Rugby Belo Horizonte (MG)* 45 15 12 18
Rio Branco São Paulo 27 12 15 00
USP São Paulo 25 08 05 12
Pasteur São Paulo 22 00 10 12
ABC Santo André 18 04 06 08
Nacanis Mogi das Cruzes 18 10 08 00
Jabaquara Santos 11 03 00 08
Guarulhos Guarulhos 9 05 04 00
Wallys Louveira 6 06 00 00
*convidado
M19
Leões da Paraisópolis São Paulo 64 25 21 18
São José São José dos Campos 64 21 18 25
Jacareí Jacareí 48 18 15 15
Band Saracens São Paulo 46 00 25 21
Rio Branco São Paulo 27 15 12 0


 

Sobre o Circuito Gilbert de Rugby Sevens Feminino:
Único campeonato estadual feminino no Brasil a contar com 3 clubes da elite nacional (São José, SPAC e Band Saracens), o Circuito Paulista Gilbert de Rugby Sevens Feminino é apoiado por uma verdadeira instituição do Rugby: a inglesa Gilbert, mais antiga fabricante de bolas, camisas e acessórios de rugby do mundo. O Circuito conta com um total de 3 etapas (dias 02-03 de abril, 07-08 de maio e 18-19 de junho), com cada etapa tendo no máximo 12 equipes adultas e 6 juvenis. Pensando no crescimento do rugby nacional, a FPR ainda permite que até 2 equipes de outros estados entrem nos torneios do Circuito Gilbert. Ao final de cada etapa, as equipes somam pontos da seguinte maneira: 1º colocado, 25 pontos; 2º, 21 pts; 3º, 18 pts; 4º, 15 pts; 5º, 12 pts; 6º, 10 pts; 7º, 8 pts; 8º, 6 pts; 9º, 5 pts; 10º, 4 pts; 11º, 3 pts; 12º, 2 pts. Quem somar mais pontos ao final dos três torneios será o campeão estadual de 2016. 

 

Foto por: Celina Ostronoff
 

Comentários