Foto: Ale da Costa/Portrait

O sábado foi dia de todos os santos no Paulista B, que viu São Bento e São Carlos conquistarem vitórias importantes e seguirem crescendo na competição.

O São Carlos foi até Americana para encarar uma das mais tradicionais equipes do interior, e a expectativa para um confronto muito duro se confirmou com poucas chances reais de pontuar para os dois lados, mas os Rinocerontes não vacilaram e mostraram objetividade para encaminhar a vitória ainda no primeiro tempo com sua linha veloz, com Glauco e Cameirão cruzando o ingoal adversário para abrir vantagem de 12 pontos não respondidos pelos donos da casa.

O jogo se manteve muito centrado na zona intermediária do campo na sequência da partida e as diversas alterações nos avançados ao longo da etapa não mudaram a dinâmica da partida, deixando a disputa franca no jogo aberto com a linha e foi em um rápido contra-ataque que o Piratas descontou com um penal try após tackle alto em Samuel na ponta. No entanto, o São Carlos não se abateu e apesar da falha, seguiu mostrando porque tem a melhor defesa da competição, anulando todas as investidas do time da casa e ainda ampliou com Ferrarini já na parte final do jogo, encerrando a reação do Piratas na partida e garantindo 4 pontos contra um adversário direto por um lugar nas semis.

Já São Bento e Jaguars vinham em situação adversa na competição, chegando ao confronto sem vitórias e precisavam de um triunfo para se aproximar dos líderes. E o clube da capital foi absoluto na partida, abrindo 21 a 0 logo na primeira metade da etapa inicial, com Brossi, Henrique Pereira e Venturini furando o bloqueio adversário para pontuar.

- Continua depois da publicidade -

A resposta do Jaguars veio somente no fim do primeiro tempo com Bruno Prado, mas a expectativa de uma virada não durou muito após o 5º try de Flávio Henrique na temporada, que reduziu a vantagem do São Bento para 10 pontos aos 8′ do segundo tempo, pois Pereira e Nicoletti anotaram mais dois tries em apenas cinco minutos e restabeleceram a superioridade do São Bento que não seria mais ameaçada até o fim da partida, fechando os espaços para as investidas do clube de Jaguariúna e segurando os forwards adversários. Com a vitória praticamente encaminhada, ainda sobrou tempo para dois tries relâmpagos de João Cortês nos minutos finais, conquistando um importante saldo para a classificação.

Na próxima rodada, o grandes destaque fica para o confronto entre Engenharia Mackenzie e Rio Branco, duelo de invictos pela liderança da divisão, enquanto ABC e Lechuza jogam pelo G4 e o Tucanos recebe o Urutu em partida importante para os dois lados, que ainda não venceram no ano.

Campeonato Paulista B – Semana 6
Dia 11/05/2019 às 13h – São Bento 50 X 14 Jaguars
Árbitro: Luciano Sampaio
Auxiliares de linha: Jefferson Santana e Rafael Medeiros
4º árbitro: Maria Calderon
Local: Arena Paulista – São Paulo, SP

Dia 11/05/2019 às 15h30 – Piratas 07 X 19 São Carlos
Árbitro: Giancarlo Bristot
Auxiliares de linha: Roger Santesso e Aline Oliveira
4º árbitro: Isabela Ferraz
Local: Parque Novo Mundo – Americana, SP

Classificação

 ClubeCidadePJVED4+7-PPPCSP
Engenharia MackenzieSão Paulo29660050235101134
São CarlosSão Carlos2666002016449115
Rio BrancoSão Paulo2164023217211953
PiratasAmericana1763034120914762
ABCSanto André15630330155192-37
TucanosSão João da Boa Vista13620423133146-13
LechuzaSorocaba/Votorantim11520330152169-17
UrutuSão Paulo11620421138178-40
São BentoSão BentoSão Paulo6510420121226-105
JaguarsJaguariúna4600622130279-149
Vitória = 4 pontos
Empate = 2 pontos
Derrota = 0 pontos
Marcar 4 ou mais tries no jogo = 1 ponto
Perder por diferença de 7 pontos ou menos = 1 ponto

1º ao 4º colocados = Semifinais
9º colocado = Repescagem de Rebaixamento contra o vice do Paulista C
10º colocado = Rebaixamento direto