Tudo pronto para ela voltar a captar os corações e emoções dos rugbiers mundo agora. Nessa sexta-feira, terá início a temporada 2017-18 da Copa Europeia de Rugby, a Champions Cup, máxima competição interclubes do continente europeu, que envolverá as 20 melhores equipes de seis países: França, Inglaterra, Irlanda, Gales, Escócia e Itália.

O formato de disputas é o mesmo do ano passado, com 5 grupos de 4 equipes cada. Apenas os campeões de cada grupo e os 3 melhores segundos colocados avançarão às quartas de final. A primeira fase terá 2 rodadas em outubro, 2 em dezembro e 2 em janeiro, com as quartas de final ocorrendo após o Six Nations, entre 30 de março e 1º de abril, ao passo que as semifinais serão entre 20 a 22 de abril. Já a grande final ocorrerá no dia 12 de maio de 2018, ineditamente na Espanha, na cidade basca de Bilbao.

Infelizmente, desta vez, não haverá mais transmissão do torneio para o Brasil pela ESPN.

 

- Continua depois da publicidade -

Favoritos?

Fundada em 1995, a Copa Europeia viveu grande equilíbrio em seus primeiros anos de existência, com muita alternância de campeões, sendo variando entre as equipes inglesas, francesas e irlandesas. Desde 2010, no entanto, o torneio viveu séries hegemônicas, com o Leinster vencendo dois títulos seguidos e depois o Toulon enfileirando três conquistas. O rugby inglês, que não vencia nada desde 2007, voltou a comemorar em 2016 com o Saracens, que venceu novamente a Champions Cup em 2017 e agora está novamente entre os grandes favoritos. Trata-se do time a ser batido no momento.

Além dessas três forças, o eterno vice Clermont, os renascidos Munster e Wasps (com duas taças no currículo de cada) e as novas potências Glasgow, Exeter, Montpellier, Racing, La Rochelle e Scarlets (que jamais foram campeões) estão na lista dos mais fortes concorrentes à taça.

 

champions cup

EPCR Champions Cup – Copa Europeia de Rugby

la rochelleUlster copy copyHarlequins copy copy

Grupo 1: Wasps (Inglaterra), La Rochelle (França), Ulster (Irlanda) e Harlequins (Inglaterra);

Prévia: O Grupo 1 apresenta grande equilíbrio e é imprevisível. Wasps e La Rochelle fizeram campanhas brilhantes na Premiership e no Top 14 passados, mas acabaram decepcionando no fim seus torcedores. Os Wasps têm muita história, um elenco caro e dinheiro, mas começaram 2017-18 em baixa, acumulando inesperadas 4 derrotas seguidas. Já o La Rochelle, pequeno emergente da França, não tem nenhuma experiência em competições internacionais, mas conta com um conjunto impressionante e desde já é apontado como um sério concorrente por fora pelo título.

Ulster e Harlequins correm por fora na chave, tendo muita história e longa experiência no campeonato, mas vêm frustrando seus torcedores nos últimos tempos. Ambos têm plenas condições de ambicionarem o mata-mata, mas não despontam entre os favoritos.

 

clermont copy copySaracens logoNorthampton Saints copy copy

Grupo 2: Clermont (França), Saracens (Inglaterra), Ospreys (Gales) e Northampton Saints (Inglaterra);

Prévia: Um grupo da morte? Talvez. Clermont e Saracens estão prontos para colidirem em uma briga épica pela classificação, depois de terem sido feito a grande final da edição passada da Champions Cup. Os ingleses levaram a melhor, impondo ao Clermont seu terceiro vice continental nos últimos cinco anos. O título europeu é o único objetivo do Clermont, que quebrou o jejum de títulos depois com a conquista do Top 14. Os dois clubes, no entanto, vivem momentos distintos. O Clermont não começou bem a temporada e está no meio da tabela francesa, ao passo que o Saracens chegará ao Europeu líder da Premiership.

Ospreys e Northampton Saints são clubes muito tradicionais e experientes, velhas forças que correrão por fora na chave. Os Saints perderam na última rodada inglesa, mas começaram bem o ano e estão navegando na parte de cima da Premiership, ao passo qu os galeses estão fazendo o pior início de campanha do PRO14 de sua história.

 

exeterLeinsterMontpellier logo novo copyGlasgow Warriors

Grupo 3: Exeter Chiefs (Inglaterra), Leinster (Irlanda), Montpellier (França) e Glasgow Warriors (Escócia);

Prévia: Se o Grupo 2 é dificílimo, é quase unânime que o verdadeiro grupo da morte é o Grupo 3, que tem 4 reais candidatos a título europeu – e seu vice campeão poderá facilmente ser eliminado, pois somar pontos será dura tarefa sempre neste grupo. Dos integrantes, apenas um já ergueu a taça, o Leinster, que vem tendo um início sólido de PRO14 e chegará à primeira rodada embalado pela volta de Sexton e pelo triunfo no clássico irlandês sobre o Munster. Decepções marcaram os últimos anos dos azuis de Dublin que, no entanto, seguem no panteão dos favoritos.

Exeter Chiefs, Montpellier e Glasgow Warriors são novos poderosos que têm plenas condições de terminarem em primeiro no grupo. Os Chiefs são simplesmente os atuais campeões da Premiership inglesa, tendo erguido pela primeira vez a taça em 2017, contando com um grupo muito bem ajustado e equilibrado. Já o Montpellier é o novo galático europeu, que começou forte o Top 14, contando com uma legião de figurões, como Aaron Cruden, Serfontein, Frans Steyn e Picamoles. Por fim, o Glasgow tem a base da seleção escocesa e está voando no início do PRO14, ocupando a liderança. Quem leva?

 

Munster copiarLeicester Tigers copycastres

Grupo 4: Munster (Irlanda), Racing (França), Leicester Tigers (Inglaterra) e Castres (França);

Prévia: O Grupo 4 é bem interessante, com duas velhas forças, Munster e Leicester Tigers, e um rico do momento, o Racing, de Dan Carter. Campeão francês de 2016, o clube de Paris começou discreto o Top 14, mas tem grande ambição continental, buscando atingir o título que falta à capital francesa e à sua rica história. Entre Munster e Tigers, as situações são distintas para os dois bicampeões europeus. O Munster vive um grande momento e voltou a ser protagonista na Champions Cup e no PRO14, mas chega ao torneio vindo de derrota no superclássico irlandês. Já os Tigers há algum tempo são apenas coadjuvantes no torneio. O desafio é imenso para Leicester, mas o time tem base para crescer e corre por fora com realismo. Fechando o grupo, o Castres é o mais fraco, apesar de ser um adversário dura de ser batido em seus domínios. O clube francês começou fraco o Top 14 e pode acabar se focando mais em sua luta no campeonato nacional do que em suas ambições europeias.

 

Toulon copyBath rugby badge copy

Grupo 5: Scarlets (Gales), Toulon (França), Bath (Inglaterra) e Benetton Treviso (Itália);

Prévia: Fechando as chaves, os Scarlets e o Toulon dividirão as atenções do Grupo 5, com o Bath correndo por fora. Os galeses deram um passo adiante e se sagraram, contra os prognósticos, campeões do PRO12 na última temporada, com um rugby dinâmico e ofensivo, do jeito que o galês gosta. O time começou com tudo a nova temporada, lidera seu grupo no PRO14 e conta com a liderança de Halfpenny, que encarará seu ex clube, o poderoso e galático Toulon, que pode ser visto como a antítese dos Scarlets. Recheado de super craques, o Toulon não vem encantando no que diz respeito a rugby espetáculo, mas começou sólido a temporada do Top 14 e brigará pelo título europeu, contando agora em sua linha com Ashton e Fekitoa. O clube da Provença deve crescer com o passar da temporada: olho nele!

O Bath e seu rugby ofensivo corre por fora, tendo um bom início de Premiership. O clube do West Country inglês tem condições de brigar diretamente com Scarlets e Toulon, mas precisa recuperar sua confiança, abalada por campanhas recentes decepcionantes. Fechando o grupo, os italianos do Treviso são sempre tidos como os mais fracos da Champions Cup, mas neste ano tudo está diferente e o clube do Vêneto faz uma surpreendente campanha até aqui no PRO14, acumulando vitórias com um rugby confiante. Será que está aparecendo um verdadeiro azarão? Toda cautela é pouca agora.

 

1ª rodada

Sexta-feira, dia 13 de outubro

15h45 – Ulster x Wasps

 

Sábado, dia 14 de outubro

09h00 – Leinster x Montpellier

11h15 – Racing x Leicester Tigers

13h30 – Harlequins x La Rochelle

13h30 – Bath x Treviso

15h45 – Exeter Chiefs x Glasgow Warriors

 

Domingo, dia 15 de outubro

09h00 – Castres x Munster

11h15 – Toulon x Scarlets

13h30 – Northampton Saints x Saracens

13h30 – Ospreys x Clermont

 

*Horários de Brasília

 

Lista de campeões

[table “490” not found /]

 

Foto: Saracens

1 COMENTÁRIO

  1. Pessoal, seria mais correto vocês dizerem que o La Rochelle não tem experiência na disputa da Champions Cup e não que ele é inexperiente em competições europeias. Ano passado, o clube disputou a Challenge Cup e caiu na semifinal contra o Glaucester.
    Abraço!