Tudo pronto para ela voltar a captar os corações e emoções dos rugbiers mundo agora. Nessa sexta-feira, terá início a temporada 2017-18 da Copa Europeia de Rugby, a Champions Cup, máxima competição interclubes do continente europeu, que envolverá as 20 melhores equipes de seis países: França, Inglaterra, Irlanda, Gales, Escócia e Itália.

O formato de disputas é o mesmo do ano passado, com 5 grupos de 4 equipes cada. Apenas os campeões de cada grupo e os 3 melhores segundos colocados avançarão às quartas de final. A primeira fase terá 2 rodadas em outubro, 2 em dezembro e 2 em janeiro, com as quartas de final ocorrendo após o Six Nations, entre 30 de março e 1º de abril, ao passo que as semifinais serão entre 20 a 22 de abril. Já a grande final ocorrerá no dia 12 de maio de 2018, ineditamente na Espanha, na cidade basca de Bilbao.

Infelizmente, desta vez, não haverá mais transmissão do torneio para o Brasil pela ESPN.

 

- Continua depois da publicidade -

Favoritos?

Fundada em 1995, a Copa Europeia viveu grande equilíbrio em seus primeiros anos de existência, com muita alternância de campeões, sendo variando entre as equipes inglesas, francesas e irlandesas. Desde 2010, no entanto, o torneio viveu séries hegemônicas, com o Leinster vencendo dois títulos seguidos e depois o Toulon enfileirando três conquistas. O rugby inglês, que não vencia nada desde 2007, voltou a comemorar em 2016 com o Saracens, que venceu novamente a Champions Cup em 2017 e agora está novamente entre os grandes favoritos. Trata-se do time a ser batido no momento.

Além dessas três forças, o eterno vice Clermont, os renascidos Munster e Wasps (com duas taças no currículo de cada) e as novas potências Glasgow, Exeter, Montpellier, Racing, La Rochelle e Scarlets (que jamais foram campeões) estão na lista dos mais fortes concorrentes à taça.

 

champions cup

EPCR Champions Cup – Copa Europeia de Rugby

la rochelleUlster copy copyHarlequins copy copy

Grupo 1: Wasps (Inglaterra), La Rochelle (França), Ulster (Irlanda) e Harlequins (Inglaterra);

Prévia: O Grupo 1 apresenta grande equilíbrio e é imprevisível. Wasps e La Rochelle fizeram campanhas brilhantes na Premiership e no Top 14 passados, mas acabaram decepcionando no fim seus torcedores. Os Wasps têm muita história, um elenco caro e dinheiro, mas começaram 2017-18 em baixa, acumulando inesperadas 4 derrotas seguidas. Já o La Rochelle, pequeno emergente da França, não tem nenhuma experiência em competições internacionais, mas conta com um conjunto impressionante e desde já é apontado como um sério concorrente por fora pelo título.

Ulster e Harlequins correm por fora na chave, tendo muita história e longa experiência no campeonato, mas vêm frustrando seus torcedores nos últimos tempos. Ambos têm plenas condições de ambicionarem o mata-mata, mas não despontam entre os favoritos.

 

clermont copy copySaracens logoNorthampton Saints copy copy

Grupo 2: Clermont (França), Saracens (Inglaterra), Ospreys (Gales) e Northampton Saints (Inglaterra);

Prévia: Um grupo da morte? Talvez. Clermont e Saracens estão prontos para colidirem em uma briga épica pela classificação, depois de terem sido feito a grande final da edição passada da Champions Cup. Os ingleses levaram a melhor, impondo ao Clermont seu terceiro vice continental nos últimos cinco anos. O título europeu é o único objetivo do Clermont, que quebrou o jejum de títulos depois com a conquista do Top 14. Os dois clubes, no entanto, vivem momentos distintos. O Clermont não começou bem a temporada e está no meio da tabela francesa, ao passo que o Saracens chegará ao Europeu líder da Premiership.

Ospreys e Northampton Saints são clubes muito tradicionais e experientes, velhas forças que correrão por fora na chave. Os Saints perderam na última rodada inglesa, mas começaram bem o ano e estão navegando na parte de cima da Premiership, ao passo qu os galeses estão fazendo o pior início de campanha do PRO14 de sua história.

 

exeterLeinsterMontpellier logo novo copyGlasgow Warriors

Grupo 3: Exeter Chiefs (Inglaterra), Leinster (Irlanda), Montpellier (França) e Glasgow Warriors (Escócia);

Prévia: Se o Grupo 2 é dificílimo, é quase unânime que o verdadeiro grupo da morte é o Grupo 3, que tem 4 reais candidatos a título europeu – e seu vice campeão poderá facilmente ser eliminado, pois somar pontos será dura tarefa sempre neste grupo. Dos integrantes, apenas um já ergueu a taça, o Leinster, que vem tendo um início sólido de PRO14 e chegará à primeira rodada embalado pela volta de Sexton e pelo triunfo no clássico irlandês sobre o Munster. Decepções marcaram os últimos anos dos azuis de Dublin que, no entanto, seguem no panteão dos favoritos.

Exeter Chiefs, Montpellier e Glasgow Warriors são novos poderosos que têm plenas condições de terminarem em primeiro no grupo. Os Chiefs são simplesmente os atuais campeões da Premiership inglesa, tendo erguido pela primeira vez a taça em 2017, contando com um grupo muito bem ajustado e equilibrado. Já o Montpellier é o novo galático europeu, que começou forte o Top 14, contando com uma legião de figurões, como Aaron Cruden, Serfontein, Frans Steyn e Picamoles. Por fim, o Glasgow tem a base da seleção escocesa e está voando no início do PRO14, ocupando a liderança. Quem leva?

 

Munster copiarLeicester Tigers copycastres

Grupo 4: Munster (Irlanda), Racing (França), Leicester Tigers (Inglaterra) e Castres (França);

Prévia: O Grupo 4 é bem interessante, com duas velhas forças, Munster e Leicester Tigers, e um rico do momento, o Racing, de Dan Carter. Campeão francês de 2016, o clube de Paris começou discreto o Top 14, mas tem grande ambição continental, buscando atingir o título que falta à capital francesa e à sua rica história. Entre Munster e Tigers, as situações são distintas para os dois bicampeões europeus. O Munster vive um grande momento e voltou a ser protagonista na Champions Cup e no PRO14, mas chega ao torneio vindo de derrota no superclássico irlandês. Já os Tigers há algum tempo são apenas coadjuvantes no torneio. O desafio é imenso para Leicester, mas o time tem base para crescer e corre por fora com realismo. Fechando o grupo, o Castres é o mais fraco, apesar de ser um adversário dura de ser batido em seus domínios. O clube francês começou fraco o Top 14 e pode acabar se focando mais em sua luta no campeonato nacional do que em suas ambições europeias.

 

Toulon copyBath rugby badge copy

Grupo 5: Scarlets (Gales), Toulon (França), Bath (Inglaterra) e Benetton Treviso (Itália);

Prévia: Fechando as chaves, os Scarlets e o Toulon dividirão as atenções do Grupo 5, com o Bath correndo por fora. Os galeses deram um passo adiante e se sagraram, contra os prognósticos, campeões do PRO12 na última temporada, com um rugby dinâmico e ofensivo, do jeito que o galês gosta. O time começou com tudo a nova temporada, lidera seu grupo no PRO14 e conta com a liderança de Halfpenny, que encarará seu ex clube, o poderoso e galático Toulon, que pode ser visto como a antítese dos Scarlets. Recheado de super craques, o Toulon não vem encantando no que diz respeito a rugby espetáculo, mas começou sólido a temporada do Top 14 e brigará pelo título europeu, contando agora em sua linha com Ashton e Fekitoa. O clube da Provença deve crescer com o passar da temporada: olho nele!

O Bath e seu rugby ofensivo corre por fora, tendo um bom início de Premiership. O clube do West Country inglês tem condições de brigar diretamente com Scarlets e Toulon, mas precisa recuperar sua confiança, abalada por campanhas recentes decepcionantes. Fechando o grupo, os italianos do Treviso são sempre tidos como os mais fracos da Champions Cup, mas neste ano tudo está diferente e o clube do Vêneto faz uma surpreendente campanha até aqui no PRO14, acumulando vitórias com um rugby confiante. Será que está aparecendo um verdadeiro azarão? Toda cautela é pouca agora.

 

1ª rodada

Sexta-feira, dia 13 de outubro

15h45 – Ulster x Wasps

 

Sábado, dia 14 de outubro

09h00 – Leinster x Montpellier

11h15 – Racing x Leicester Tigers

13h30 – Harlequins x La Rochelle

13h30 – Bath x Treviso

15h45 – Exeter Chiefs x Glasgow Warriors

 

Domingo, dia 15 de outubro

09h00 – Castres x Munster

11h15 – Toulon x Scarlets

13h30 – Northampton Saints x Saracens

13h30 – Ospreys x Clermont

 

*Horários de Brasília

 

Lista de campeões

Ano (da final)CampeãoPaís do campeãoNome da copa
1996ToulouseFrançaHeineken Cup
1997BriveFrançaHeineken Cup
1998BathInglaterraHeineken Cup
1999UlsterIrlandaHeineken Cup
2000Northampton SaintsInglaterraHeineken Cup
2001Leicester TigersInglaterraHeineken Cup
2002Leicester TigersInglaterraHeineken Cup
2003ToulouseFrançaHeineken Cup
2004WaspsInglaterraHeineken Cup
2005ToulouseFrançaHeineken Cup
2006MunsterIrlandaHeineken Cup
2007WaspsInglaterraHeineken Cup
2008MunsterIrlandaHeineken Cup
2009LeinsterIrlandaHeineken Cup
2010ToulouseFrançaHeineken Cup
2011LeinsterIrlandaHeineken Cup
2012LeinsterIrlandaHeineken Cup
2013ToulonFrançaHeineken Cup
2014ToulonFrançaHeineken Cup
2015ToulonFrançaChampions Cup
2016SaracensInglaterraChampions Cup
2017SaracensInglaterraChampions Cup
2018-Champions Cup
Lista de campeões
ClubePaísTítulos
ToulouseFrança4
LeinsterIrlanda3
ToulonFrança3
MunsterIrlanda3
Leicester TigersInglaterra2
SaracensInglaterra2
WaspsInglaterra2
BathInglaterra1
BriveFrança1
Northampton SaintsNorthampton Saints1
UlsterIrlanda1
Lista de títulos por paísTítulos
França8
Inglaterra8
Irlanda6

 

Foto: Saracens

1 COMENTÁRIO

  1. Pessoal, seria mais correto vocês dizerem que o La Rochelle não tem experiência na disputa da Champions Cup e não que ele é inexperiente em competições europeias. Ano passado, o clube disputou a Challenge Cup e caiu na semifinal contra o Glaucester.
    Abraço!