Foto: All Blacks

ARTIGO COM VÍDEOS – Dois confrontos que ocorrerão na Copa do Mundo de 2019 foram realizados neste sábado na Europa, com a Itália sendo dominada pela Nova Zelândia, 66 x 03, ao passo que o futuro jogo de abertura do Mundial 2019 mostrou que poderá ser de boa qualidade, com a Rússia dificultando a vida do Japão, que venceu apenas no fim por 32 x 27.

 

All Blacks vencem com tranquilidade

A Itália parece satisfeita em ter cumprido a missão do mês de bater a Geórgia. Isso porque diante dos All Blacks os italianos foram nulos e se viram atropelados em Roma por 66 x 03.

- Continua depois da publicidade -

O jogo foi de controle neozelandês do começo ao fim, com Jordie Barrett voltando ao time e brilhando intensamente, marcando nada menos que 4 tries. Já Damian McKenzie não ficou para trás e correu para outros 3 tries, em uma briga sadia do fundo do campo kiwi para ver quem marcava mais vezes. Perenara, Laumape e Beauden Barrett também fizeram os seus, encerrando o ano para os All Blacks em alta.
03versus copiar66

Itália 03 x 66 Nova Zelândia, em Roma

Árbitro: Andrew Brace (Irlanda)

Itália

Penais: Allan (1)

15 Jayden Hayward, 14 Tommaso Benvenuti, 13 Michele Campagnaro, 12 Tommaso Castello, 11 Luca Sperandio, 10 Tommaso Allan, 9 Tito Tebaldi, 8 Abraham Jurgens Steyn, 7 Jake Polledri, 6 Sebastian Negri, 5 Dean Budd, 4 Alessandro Zanni, 3 Simone Ferrari, 2 Leonardo Ghiraldini (c), 1 Andrea Lovotti;

Suplentes: 16 Luca Bigi, 17 Cherif Traore’, 18 Tiziano Pasquali, 19 Marco Fuser, 20 Johan Meyer, 21 Guglielmo Palazzani, 22 Luca Morisi, 23 Edoardo Padovani;

Nova Zelândia

Tries: J Barrett (4), McKenzie (3), Perenara, Laumape e B Barrett

Conversões: B Barrett (5) e Mo’unga (3)

15 Damian McKenzie, 14 Jordie Barrett, 13 Anton Lienert-Brown, 12 Ngani Laumape, 11 Waisake Naholo, 10 Beauden Barrett, 9 TJ Perenara, 8 Kieran Read (c), 7 Ardie Savea, 6 Vaea Fifita, 5 Scott Barrett, 4 Patrick Tuipulotu, 3 Nepo Laulala, 2 Dane Coles, 1 Ofa Tuungafasi;

Suplentes: 16 Nathan Harris, 17 Karl Tu’inukuafe, 18 Angus Ta’avao, 19 Brodie Retallick, 20 Dalton Papalii, 21 Te Toiroa Tahuriorangi, 22 Richie Mo’unga, 23 Rieko Ioane;

 

Rússia deu trabalho ao Japão

Se o rugby japonês estava ganhando prestígio, ainda mais após boa partida contra a Inglaterra, neste sábado quem reivindicou seu lugar ao sol foi a Rússia, que fez um grande jogo diante dos japoneses em Gloucester (na Inglaterra, campo neutro), dificultando demais a vida dos Brave Blossoms. Bom para a Copa do Mundo de 2019, pois esse será o jogo de abertura da competição.

Jogo de 32 x 27 a favor dos japoneses, com o jogo estando empatado a 8 minutos do final, quando o Japão arrancou o try da vitória.

versus copiar

Japão x Rússia, em Gloucester (Inglaterra)

Árbitro: Jérôme Garcès (França)