ARTIGO COM VÍDEOS – A Premiership inglesa chegou à terceira rodada com três times invictos e empatados em pontos na liderança da competição: Bath, Saracens e Wasps. O Exeter Chiefs se recuperou na tabela, enquanto Leicester Tigers e Gloucester comemoram importantes vitórias fora de casa.

 

Trio de ferro?

Bath, Saracens e Wasps já se colocam como os times que mais impressionaram até aqui na liga e se colocam como os principais postulantes do título desde já.

- Continua depois da publicidade -

 

O Bath recebeu o Worcester Warriors não teve vida fácil. O time visitante abriu o placar aos 16′ com joga rápida finalizada por Niall Annett e logo chegaria ao seu segundo try, aos 30′, com o ponta Dean Hammond, em bela troca de passes. O Bath despertou no segundo tempo, com Anthony Watson fazendo o primeiro try aos 46′, após Houston varar a linha. A porta se abriu e Banahan apanhou no ar chute de Ford para fazer o segundo try logo depois. Aos 61′, Rokoduguni faria o terceiro try, mas os Warriors ainda reagiriam com try de Perry Humphreys em resposta imediata. A vitória só se consumou aos 70′ com Leroy Houston fazendo o último try dos azuis, assegurando também o bônus. 37 x 22.

 

O Saracens, por sua vez, recebeu o Northampton Saints e acabou vencendo, mas sem bônus, 27 x 12. O jogo começou com Myler, dos Saints, e Lozowski, dos Sarries, trocando penais, em embate duro fisicamente que foi ao intervalo em 9 x 9. Somente no segundo tempo a defesa do Northampton foi quebrada, aos 55′, quando o pilar Alex Waller receber amarelo por tackle perigoso e, na sequência, Jamie George finalizou o maul após lateral para dar o único try aos donos da casa. Os Saints mantiveram o jogo sem espaços, mas aos 70′ novo amarelo, agora para Sam Dickinson, permitiu que os londrinos fechassem a conta com mais dois penais de Lozowski, negando o bônus defensivo aos visitantes.

 

O Wasps foi o único que venceu com contundência, aplicando sonoros 70 x 22 sobre o novato – e lanterna – Bristol. Foi um dilúvio de tries em Coventry, com os mandantes fazendo 10 tries. Tommy Taylor, Elliot Daly, Cooper-Woolley, Symons e Chris Wade cruzaram o in-goal no primeiro tempo, enquanto Wade novamente, Ashley Johnson duas vezes, Cipriani e Daly outra vez cravaram os tries do segundo tempo.



 

No elevador

A jornada foi muito positiva também para o Exeter Chiefs, que quebrou a má fase e alcançou sua primeira vitória: 36 x 25 sobre o Harlequins, que não começou bem a temporada. A blitz inicial dos Chiefs produziu quatro tries na primeira etapa, com dois de Luke Cowan-Dickie e dois de Lachie Turner, com um rugby aberto e vibrante. Rob Buchanan fez um try para os Quins no primeiro tempo, mas o segundo tempo começou com mais pressão de Exeter e o hat-trick de Cowan-Dickie aos 45′. No fim, Danny Care e Charlie Walker anotaram mais dois tries dos londrinos, em reação tardia.

 

O Leicester Tigers, por sua vez, sofreu para derrotar fora de casa o Newcastle Falcons por 14 x 13. E quem deu primeiro as cartas foram os mandantes, que fizeram o primeiro try logo a 5′ com o argentino Socino. Mike Fitzgeral deu o troco para os Tigers com try aos 21′ e o jogo foi ao intervalo em 10 x 8 para os Falcons. No segundo tempo, Freddie Burns chutou mais dois penais certeiros para Leicester e, no último lance Joel Hodgson teve a chance de dar a vitória a Newcastle, mas errou um fácil drop goal. Incrível.

 

Por fim, o Gloucester derrotou o Sale Sharks na casa do oponente por 26 x 13. O jogo começou quente, com John Afoa abrindo o placar com try para o Gloucester e Sam James respondendo na mesma moeda logo depois. Mas com penal de Laidlaw e try de Sharples antes do intervalo os Cherry and Whites abriram boa margem. Aos 54′, Neild fez o segundo try dos donos da casa, mas o escocês Laidlaw seguiu firme e puniu a indisciplina dos Sharks com mais três penais antes do fim para fechar uma ótima vitória longe de casa.


 

London Irish sofre um pouco mais, mas vence

Na segunda divisão, o London Irish venceu, mas não com folga. Vitória fora de casa sobre o Bedford Blues por 30 x 23 para se manter na liderança invicto. O grande jogo foi do Yorkshire Carnegie, que ocupa a vice liderança também invicto após vitória por duros 23 x 22 fora de casa sobre o London Welsh.

 

AvivaPremiershipLogo

Aviva Premiership – Campeonato Inglês

Sale Sharks 13 x 26 Gloucester

Bath 37 x 22 Worcester Warriors

Exeter Chiefs 36 x 25 Harlequins

Saracens 27 x 12 Northampton Saints

Wasps 70 x 22 Bristol

Newcastle Falcons 13 x 14 Leicester Tigers

 

ClubeCidadeJogosPontos
WaspsCoventry2284
Exeter ChiefsExeter2284
SaracensLondres2277
Leicester TigersLeicester2266
BathBath2259
HarlequinsLondres2252
Northampton SaintsNorthampton2252
Newcastle FalconsNewcastle2249
GloucesterGloucester2246
Sale SharksSalford (Manchester)2244
Worcester WarriorsWorcester2233
BristolBristol2220
- Vitória = 4 pontos;
- Empate = 2 pontos;
- Derrota = 0 pontos;
- Anotar 4 ou mais tries = 1 ponto extra;
- Perder por diferença de 7 pontos ou menos = 1 ponto extra;
- 1º a 4º lugares = classificação às Semifinais e à Champions Cup;
- 5º e 6º lugares = classificação à Champions Cup;
- 7º lugar = classificação à Repescagem para a Champions Cup;
- 12º lugar = rebaixamento

 

GKIPA Championship

GKIPA Championship – 2ª Divisão do Campeonato Inglês

Ealing 20 x 15 Jersey

London Welsh 22 x 23 Yorkshire Carnegie

Bedford Blues 23 x 30 London Irish

Richmond 16 x 57 Doncaster Knights

Rotherham Titans 30 x 31 London Scottish

Nottingham 16 x 35 Cornish Pirates

 

ClubeCidadeJogosPontos
London IrishReading2091
Yorkshire CarnegieLeeds2074
Ealing TrailfindersLondres2060
Doncaster KnightsDoncaster2058
Jersey RedsJersey2058
Cornish PiratesPenzance2055
Bedford BluesBedford2041
London ScottishLondres2040
NottinghamNottingham2039
RichmondLondres2026
Rotherham TitansRotherham2022
- Vitória = 4 pontos;
- Empate = 2 pontos;
- Derrota = 0 pontos;
- Anotar 4 ou mais tries = 1 ponto extra;
- Perder por diferença de 7 pontos ou menos = 1 ponto extra;
- 1º a 4º lugares = classificação às Semifinais;
- 12º lugar = rebaixamento