Foto: Rugby Canada

O Canadá terá finalmente rugby profissional. E será já em 2019. Representante da Major League Rugby – a liga profissional norte-americana – confirmou a admissão do Ontario Arrows para sua próxima temporada em reunião entre clube e liga e resta apenas o anúncio na página da liga.

O Ontario Arrows, de Toronto, foi criado no fim do ano passado para ser a primeira equipe profissional do Canadá, tendo realizado ao longo de 2018 vários amistosos, inclusive contra times da MLR. Com isso, o projeto profissional dos Estados Unidos ganha o reforço do Canadá, elevando o nível do rugby na região, com a liga pulando de 7 para 9 participantes em 2019 (deverão ser 16 jogos por time ao todo, com o calendário a ser confirmado em breve). Além dos Arrows, o Rugby United New York será a outra novidade da temporada.

Para 2020, Boston e Atlanta já foram confirmados, aumentando para 11 times a competição.

 

- Continua depois da publicidade -

Uruguai quer 15 jogadores na MLR 2019

A outra notícia da Major League Rugby do momento da conta de quem nada menos que 15 jogadores do Uruguai deverão jogar profissionalmente na liga norte-americana no ano que vem.

Atualmente, a União de Rugby do Uruguai conta com 15 atletas diretamente contratados como profissionais e a entidade pretende enviá-los à MLR – que começará após o Americas Rugby Championship e se encerrará em junho – para jogar uma liga forte antes da Copa do Mundo – que acontece em setembro no Japão. Com isso, pela primeira vez na história, os Teros iriam a um Mundial com um time titular todo atuando profissionalmente no exterior.

A MLR pretende ampliar o número de estrangeiros justamente por conta da entrada de novas equipes, a fim de não diluir a qualidade da competição.