USA Rugby

ARTIGO COM VÍDEOS – A etapa de Las Vegas da Série Mundial de Sevens pegou fogo e produziu uma incrível marca: um quinto campeão diferente em cinco etapas nesta temporada. Mais que isso, coroou o fim de semana perfeito para o rugby dos Estados Unidos que, depois de festejarem o título do Americas Rugby Championship no sábado, comemoraram a conquista em casa da prestigiada etapa da Série Mundial de Sevens. E em uma final pan-americana contra a Argentina – a rivalidade está ganhando corpo!

Depois de um sábado de quartas de final decididas no detalhe, com direito a eliminação prematura da Nova Zelândia, o domingo provou que o sevens mundial está cada vez mais imprevisível. Nas semifinais, o torcedor que foi ao Sam Boyd Stadium delirou com os Estados Unidos derrotando ninguém menos que Fiji em um jogão de 19 x 05, que teve Perry Baker mostrando por que é o melhor jogador do mundo no momento, correndo para 2 dos 3 tries das Águias.

Na sequência, a Argentina não deixou escapar sua chance de fazer história e bateu a África do Sul por 12 x 10, chegando a uma final de etapa pela segunda vez nesta temporada. Soyizwapi foi o nome do lado dos Boks com os 2 tries, mas Barbier roubou a cena cravando o try da vitória argentina já com o tempo esgotado.

Nas decisões menores, emoção não faltou. A França mostrou um ótimo rugby ao bater o Canadá por 26 x 19 e ficar com o Challenge Trophy (taça do 9º lugar), enquanto Nova Zelândia e Austrália fizeram jus ao clássico da Oceania na decisão do 5º lugar, com a partida indo para a prorrogação. Os australianos empataram o jogo na última bola, mas desperdiçaram a conversão. Os All Blacks não perdoaram no tempo extra e Molia rompeu para o try da vitória.

- Continua depois da publicidade -

No terceiro lugar, África do Sul e Fiji fizeram outro jogão, com vitória fijiana por 26 x 22, em um festival de offload e side steps do dois lados.

A grande final foi precedida de hinos cantados em lágrimas e com Perry Baker dando o cartão de visitas com o primeiro try dos EUA logo no começo, voando na ponta. Mas a vitória ganhou corpo mesmo pelas mãos e pernas de Danny Barrett, que marcou um try antes do intervalo e outro logo após a volta, dando os pontos decisivos para as Águias voarem. 21 x 00. E no fim Carlis Isles sacramentou o título, 28 x 00.

A Série Mundial de Sevens retornará no próximo fim de semana, com a etapa de Vancouver, no Canadá. A liderança do circuito segue nas mãos da África do Sul, que vai primando pela regularidade.

 

Las Vegas Sevens – 5ª etapa da Série Mundial de Sevens Masculina

Sexta-feira, dia 02 de março / Sábado, dia 03 de março

Escócia 19 x 21 Argentina

Nova Zelândia 28 x 07 Uruguai

Quênia 14 x 19 França

Fiji 38 x 00 Rússia

Samoa 12 x 26 Estados Unidos

Austrália 24 x 00 Espanha

Inglaterra 40 x 12 Canadá

África do Sul 26 x 21 Gales

 

Escócia 40 x 14 Uruguai

Nova Zelândia 19 x 26 Argentina

Quênia 19 x 12 Rússia

Fiji 33 x 05 França

Samoa 29 x 14 Espanha

Austrália 07 x 28 Estados Unidos

Inglaterra 33 x 12 Gales

África do Sul 19 x 12 Canadá

Sábado, dia 03 de março

Argentina 31 x 00 Uruguai

Nova Zelândia 26 x 17 Escócia

França 31 x 07 Rússia

Fiji 14 x 17 Quênia

Estados Unidos 28 x 17 Espanha

Austrália 24 x 07 Samoa

Canadá 21 x 19 Gales

África do Sul 24 x 19 Inglaterra

 

Grupo A: 1 Fiji, 2 Quênia, 3 França, 4 Rússia

Grupo B: 1 África do Sul, 2 Inglaterra, 3 Canadá, 4 Gales

Grupo C: 1 Estados Unidos, 2 Austrália, 3 Samoa, 4 Espanha

Grupo D: 1 Argentina, 2 Nova Zelândia, 3 Escócia, 4 Uruguai

 

Quartas de final – Challenge Trophy (9º lugar)

França 40 x 07 Uruguai

Escócia 24 x 12 Rússia

Samoa 19 x 21 Gales

Canadá 21 x 14 Espanha

 

Quartas de final

Fiji 14 x 10 Nova Zelândia

Estados Unidos 17 x 12 Inglaterra

Argentina 17 x 12 Quênia

África do Sul 29 x 17 Austrália

Domingo, dia 04 de março

Semifinais pelo 13º lugar

Uruguai 12 x 26 Samoa

Rússia 17 x 19 Espanha

 

Semifinais pelo Challenge Trophy

França 33 x 07 Gales

Escócia 12 x 15 Canadá

 

Semifinais pelo 5º lugar

Nova Zelândia 19 x 14 Inglaterra

Quênia 21 x 26 Austrália

 

Semifinais pelo Ouro

Fiji 07 x 19 Estados Unidos

Argentina 12 x 10 África do Sul

 

Finais

Samoa 28 x 07 Espanha – Decisão de 13º lugar

França 26 x 19 Canadá – Final Challenge Trophy (9º lugar)

Nova Zelândia 17 x 12 Austrália – Decisão de 5º lugar

Fiji 26 x 22 África do Sul – Decisão de Bronze

Estados Unidos 28 x 00 Argentina – FINAL OURO

 

SeleçãoPontuação totalEtapa 1Etapa 2Etapa 3Etapa 4Etapa 5Etapa 6Etapa 7Etapa 8Etapa 9Etapa 10
África do Sul18222171919151717151922
Fiji18015131222172222222213
Nova Zelândia15019221315131015131317
Austrália12313822171212519105
Inglaterra1221710101010131171519
Estados Unidos11711215822151281212
Argentina105519177191013258
Quênia10410310121019191083
Canadá765153572771015
Samoa591255133321231
Espanha567711271010110
Escócia551012105810522
França5381083818115
Gales493572553577
Rússia261151155151
- 15º colocado = rebaixamento;
PS: nossa tabela não mostra a pontuação das equipes convidadas


Pontuação:
1º - 22 pontos; 2º - 19 pts; 3º - 17 pts; 4º - 15 pts;
5º - 13 pts; 6º - 12 pts; 7º e 8º - 10 pts;
9º - 8 pts; 10º - 7 pts; 11º e 12º - 5 pts;
13º - 3 pts; 14º - 2 pts; 15º e 16º - 1 pt.