Deu França! Neste mês a Rugby World Cup Ltd havia anunciado sua recomendação oficial para que a África do Sul fosse eleita a sede da Copa do Mundo de Rugby de 2023. A recomendação era o primeiro estágio da eleição e hoje foi realizada a votação final pelo conselho do World Rugby, a federação internacional. Contra os prognósticos, o conselho não confirmou a África do Sul e elegeu a França como a sede do Mundial. A Irlanda também concorria a sede e ficou para trás.

Essa será a segunda vez que a França receberá a Copa do Mundo de Rugby, sendo que a última foi em 2007. Porém, em 1991 e 1999 o país recebeu partidas do Mundial, que foi repartido entre as nações do velho Five Nations. Paris se juntará a Londres e Auckland como as únicas cidades a terem recebido a final da Copa do Mundo duas vezes. Vale lembrar que a próxima Copa do Mundo, em 2019, será no Japão.

Para 2023, a França terá 12 estádios em 11 cidades-sede:

 

- Continua depois da publicidade -

– Paris/St. Dennis – Stade de France – 81 mil lugares

– Marselha – Stade Vélodrome – 67 mil lugares

– Paris – Parc des Princes – 61 mil lugares

– Lyon – Parc Olympique Lyonnais – 59 mil lugares

– Lille – Stade Pierre-Mauroy – 50 ml lugares

– Bordeaux – Matmut Atlantique – 42 mil lugares

– St. Étienne – Stade Geoffroy Guichard – 41 mil lugares

– Lens – Stade Bollaert Delelis – 38 mil lugares

– Nantes – Stade de la Beaujoire – 38 mil lugares

– Nice – Allianz Riviera – 35 mil lugares

– Toulouse – Stadium de Toulouse – 33 mil lugares

– Montpellier – Stade de la Mosson – 32 mil lugares