Inglaterra se impõe sobre a Itália com hat-trick de Joseph

Não teve jeito. Cerca de 70 mil pessoas encheram as arquibancadas do Stadio Olimpico de Roma para apoiarem a Itália em seu primeiro jogo em casa no Six Nations 2016, mas assistiram a uma vitória impactante da Inglaterra, 40 x 9.

 

Antes da partida, Eddie Jones, técnico da Inglaterra, falou que seu time atropelaria. Os italianos usaram as declarações como combustível para o primeiro tempo, mas não resistiram na segunda etapa e viram uma avalanche de tries da Rosa.

 

Os Azzurri começaram fortes a partida, com o primeiro penal sendo arrancado aos 8′ para Carlo Canna abrir o marcador, 3 x 0. A resposta foi imediata, com Farrell respondendo na mesma moeda, 3 x 3. Canna ainda tentou um drop goal sem sucesso, mas quem passou a levar perigo foi a linha inglesa e, em ação de Joseph com Farrell, novo penal foi ganho e Farrell virou o placar, mas por pouco tempo. A Itália ganhou penal no minuto seguinte e Canna igualou tudo de novo.

 

A Itália conseguiu manter o jogo em equilíbrio, mas o primeiro try seria inglês. Aos 21′, Garcia desperdiçou penal de longa distância para os Azzurri e, aos 24′, a Inglaterra deu o troco, com Ben Youngs conduzindo a jogada e servindo Ford para o primeiro try da partida. 11 x 6!

 

Os azuis ainda reagiriam antes do intervalo, sólidos no lateral e iguais em posse de bola. Canna reduziu aos 35′ com penal e teve a chance de virar o placar no começo do segundo tempo, aos 50′, quando a Itália conquistou novo penal, mas o chute não saiu bom.

 

Com 11 x 9 para os ingleses, a torcida italiana mantinha esperanças. Haskell pego McLean no ar e não levou amarelo e, na sequência, Inglaterra pressiona a saída italiana das 22, Bellini se complicou e Sarto teve seu passe interceptado por Joseph, que correu para o segundo try da Rosa.

 

Com a pixotada e o try sofrido, a Itália desmontou. Aos 57′, Danny Care deu lindo passe com os pés para Joseph cravar seu segundo try na partida e liquidar as esperanças dos Azzurri. E tinha mais. Com domínio absoluto da posse de bola, a Inglaterra ampliou quatro minutos depois com mais um penal de Farrell e, aos 70′, Joseph recebeu na ponta e levou a defesa consigo até o in-goal, atropelando para o seu terceiro try na partida, o quarto da Rosa no jogo.

 

Ainda houve tempo para Farrell fazer seu try e dar números finais ao duelo. Inglaterra 40 x 9 Itália, e os italianos seguem com o tabu de jamais terem derrotado a Inglaterra na história. Na próxima rodada, no dia 27, a Itália recebe a Escócia, em duelo das equipe que perderam seus dois jogos até aqui, enquanto a Inglaterra recebe a Irlanda, no mesmo dia, buscando se manter na liderança. Ótimo início de trabalho de Eddie Jones.

 

italia copy copy09versus(14)40rfu

Itália 09 x 40 Inglaterra, em Roma

Árbitro: Glen Jackson (Nova Zelândia)

 

Itália

Penais: Canna (3)

15 Luke McLean, 14 Leonardo Sarto, 13 Michele Campagnaro, 12 Gonzalo Garcia, 11 Mattia Bellini, 10 Carlo Canna, 9 Edoardo Gori, 8 Sergio Parisse, 7 Alessandro Zanni, 6 Francesco Minto, 5 George Fabio Biagi, 4 Marco Fuser, 3 Lorenzo Cittadini, 2 Ornel Gega, 1 Andrea Lovotti,

Suplentes: 16 Davide Giazzon, 17 Matteo Zanusso, 18 Martin Castrogiovanni, 19 Valerio Bernabò, 20 Andries Van Schalkwyk, 21 Guglielmo Palazzani, 22 Kelly Haimona, 23 Andrea Pratichetti.

 

Inglaterra

Tries: Joseph (3), Ford e Farrell

Conversões: Farrell (3)

Penais: Farrell (2) e Ford (1)

15 Mike Brown, 14 Anthony Watson, 13 Jonathan Joseph, 12 Owen Farrell, 11 Jack Nowell, 10 George Ford, 9 Ben Youngs, 8 Billy Vunipola, 7 James Haskell, 6 Chris Robshaw, 5 George Kruis, 4 Courtney Lawes, 3 Dan Cole, 2 Dylan Hartley (c), 1 Mako Vunipola.

Suplentes: 16 Jamie George, 17 Joe Marler, 18 Paul Hill, 19 Joe Launchbury, 20 Maro Itoje, 21 Jack Clifford, 22 Danny Care, 23 Alex Goode

 

Seleção Jogos Pontos
Inglaterra 5 10
Gales 5 7
Irlanda 5 5
Escócia 5 4
França 5 4
Itália 5 0

Vitória = 2 pontos;
Empate = 1 ponto;
Derrota = 0 pontos

 

Foto: ©INPHO/Billy Stickland

Comentários