ARTIGO COM VÍDEO – Inglaterra e Itália fecharam neste domingo a primeira rodada do Six Nations com um duelo bastante agitado que se encerrou com a vitória inglesa por 46 x 15, garantindo a liderança aos atuais campeões. A Itália, apesar do placar final, manteve o jogo em aberto por 65 minutos, apresentando um rugby de boa qualidade ofensiva e sem medo de atacar o time inglês.

O jogo começou com a Inglaterra jogando fácil. Aos 3′, a linha de passes envolvente chegou até Anthony Watson, que disparou para o primeiro try da partida. Depois, aos 11′, a história se repetiu com Watson cravando o segundo. 10 x 00, sem as conversões.

Os Azzurri não estavam nocauteados. Aos 20′, os italianos mostraram qualidade com a bola em mãos e em uma troca de passes perfeita Tommaso Benvenuti cravou o primeiro try azul, que levou a torcida ao delírio. Mas, a resposta foi rápida da Rosa, aos 26′, com outra boa jogada de mãos, finalizada por Owen Farrell. 17 x 07, na mesma moeda. A Itália, no entanto, se manteve bem no jogo e no fim do primeiro tempo emplacou boa sequência de fases nas 22, arrancando penal que Allen guardou, reduzindo para 17 x 10.

O segundo tempo começou com Watson tendo try anulado por passe para a frente aos 45′, mas o placar foi logo ampliado com penal chutado por Farrell, após scrum. 20 x 10. E o mesmo se passou com os italianos. Aos 49′, Parisse criou jogada e Allen serviu Boni para o try, que, todavia, foi anulado igualmente por passe para a frente.

- Continua depois da publicidade -

A Inglaterra logo acabou se impondo por conta da quantidade de penais cedidos pelo italianos. Aos 52′, o lateral inglês funcionou após penal e o oitavo Simmonds mostrou sua velocidade rompendo a defesa azul para o try.

Novamente, a Itália não sentiu o golpe e, aos 57′, trabalhou bem a bola nas 22 de ataque, com passe longo de Benvenuti encontrando Bellini para manter os azuis vivos. Porém, aos 67′, o golpe final foi dado pelo visitantes. Depois do lateral, Ford e Farrell trocaram passes e Ford cravou mais um try, liquidando as esperanças dos anfitriões.

 

No fim do duelo, aos 74′, Simmonds e Nowell ainda cravaram mais dois tries pra os visitantes, dando uma diferença no placar maior do que foi realmente o jogo. 46 x 15.

No sábado que vem, a Itália visitará a Irlanda, ao passo que a Inglaterra receberá Gales.

 

15versus copiar46

Itália 15 x 46 Inglaterra, em Roma

Árbitro: Mathieu Raynal (França)

Itália

Tries: Benvenuti e Bellini

Conversões: Allan (1)

Penais: Allan (1)

15 Matteo Minozzi, 14 Tommaso Benvenuti, 13 Tommaso Boni, 12 Tommaso Castello, 11 Mattia Bellini, 10 Tommaso Allan, 9 Marcello Violi, 8 Sergio Parisse (c), 7 Renato Giammarioli, 6 Sebastian Negri, 5 Dean Budd, 4 Alessandro Zanni, 3 Simone Ferrari, 2 Leonardo Ghiraldini, 1 Andrea Lovotti;

Suplentes: 16 Luca Bigi, 17 Nicola Quaglio, 18 Tiziano Pasquali, 19 George Biagi, 20 Maxime Mbanda’, 21 Edoardo Gori, 22 Carlo Canna, 23 Jayden Hayward;

Inglaterra

Tries: Watson (2), Simmonds (2), Farrell, Ford e Nowell

Conversões: Farrell (4)

Penais: Farrell (1)

15 Mike Brown, 14 Anthony Watson, 13 Ben Te’o, 12 Owen Farrell, 11 Jonny May, 10 George Ford, 9 Ben Youngs, 8 Sam Simmonds, 7 Chris Robshaw, 6 Courtney Lawes, 5 Maro Itoje, 4 Joe Launchbury, 3 Dan Cole, 2 Dylan Hartley (c), 1 Mako Vunipola;

Suplentes: 16 Jamie George, 17 Alec Hepburn, 18 Harry Williams, 19 George Kruis, 20 Sam Underhill, 21 Danny Care, 22 Jonathan Joseph, 23 Jack Nowell;

SeleçãoJogosPontos
Irlanda314
Inglaterra39
Escócia38
Gales36
França36
Itália30
- Grand Slam = 3 pontos;
- Vitória = 4 pontos;
- Empate = 2 pontos;
- Derrota = 0 pontos;
- Anotar 4 ou mais tries = 1 ponto extra;
- Perder por diferença de 7 pontos ou menos = 1 ponto extra;

Foto: Six Nations/INPHO