Itália se despede de Brunel com derrota acachapante em Gales

ARTIGO COM VÍDEO – O último jogo do técnico Jacques Brunel no comando da Itália acabou sendo uma dura despedida. Os Azzurri foram completamente dominados pelos galeses e o placar de Gales 67 x 14 Itália não foi nada exagerado pelo que foi a partida.

 

Jogando em casa, Gales foi superior do começo ao fim da partida, provando à sua torcida que pode abandonar o jogo fechado em favor do jogo aberto, tão clamado nas últimas partidas. E o primeiro try do jogo nasceu logo no começo, aos 4′, com o scrum-half Rhys Webb explorando o espaço na base do ruck italiano.

 

A Itália até que equilibrou brevemente as ações no começo do jogo, com seu pack ainda conseguindo exercer pressão no breakdown galês. Biggar ampliou o marcador para 13 x 0 com dois penais de Biggar, em momento que os azuis tinham um homem a menos, por amarelo a Guglielmo Palazzani. Mas, ironicamente, bastou os visitantes voltarem a ter 15 em campo que a defesa azul não conseguiu mais defender os ataques em velocidade de uma inspirada linha vermelha. Aos 29′, Biggar disparou para o segundo try da peleja, enquanto Jonathan Davies, aos 32′, finalizou lindo contra-ataque galês puxado de mãos desde as 22 de defesa. 27 x 0 antes do intervalo.

 

O segundo tempo consumou a superioridade galesa, com Jamie Roberts, aos 44′, cravando o quarto try dos Dragões, punindo a falta de combatividade italiana. Os azuis não conseguiam acompanhar o ritmo e outra arrancada, aos 48′, de George North, resultou em outro bela try vermelho. A Itália teve seu lampejo e, aos 53′, Palazzani finalizou com try maul italiano. Mas, a resposta foi imediata e, aos 57′, a linha galesa produziu mais um try em velocidade, com Liam Williams arrancando após troca de passes rápida.

 

A Itália ainda teimou em cruzar novamente o in-goal, com Garcia rompendo no físico para o segundo try dos Azzurri, aos 62′, porém, as pontas seguiram como ponto frágil italiano e Moriarty correu para mais um try galês aos 64′. No fim, com a Itália cansada, Moriarty ainda faria seu segundo e Gareth Davies fecharia a conta contra uma Itália já arrasada por mais um campanha desastrosa. 67 x 14, Gales vice-campeão europeu.

 

Agora, a Itália busca um novo treinador para visitar em junho Argentina, Canadá e Estados Unidos, enquanto Gales já põe sua mente em sua gira de junho na Nova Zelândia.

 

gales67versus(14)14italia copy copy

Gales 67 x 14 Itália, em Cardiff

Árbitro: Romain Poite (França)

 

Gales

Tries: Moriarty (2), Webb, Biggar, J Davies, Roberts, North, L Williams, G Davies

Conversões: Biggar (5) e Priestland (3)

Penais: Biggar (2)

15 Liam Williams, 14 George North, 13 Jonathan Davies, 12 Jamie Roberts, 11 Hallam Amos, 10 Dan Biggar, 9 Rhys Webb, 8 Taulupe Faletau, 7 Justin Tipuric, 6 Dan Lydiate (c), 5 Luke Charteris, 4 Bradley Davies, 3 Samson Lee, 2 Scott Baldwin, 1 Rob Evans.

Suplentes: 16 Ken Owens, 17 Gethin Jenkins, 18 Aaron Jarvis, 19 Jake Ball, 20 Ross Moriarty, 21 Gareth Davies, 22 Rhys Priestland, 23 Gareth Anscombe.

 

Itália

Tries: Palazzani e Garcia

Conversões: Haimona (2)

15 David Odiete, 14 Leonardo Sarto, 13 Andrea Pratichetti, 12 Gonzalo Garcia, 11 Mattia Bellini, 10 Tommaso Allan, 9 Guglielmo Palazzani, 8 Sergio Parisse, 7 Alessandro Zanni, 6 Francesco Minto, 5 Valerio Bernabò, 4 Quintin Geldenhuys, 3 Martin Castrogiovanni, 2 Davide Giazzon, 1 Andrea Lovotti

Suplentes: 16 Oliviero Fabiani, 17 Matteo Zanusso, 18 Dario Chistolini, 19 Jacopo Sarto, 20 Abraham Steyn, 21 Alberto Lucchese, 22 Kelly Haimona, 23 Luke McLean.

 

 

Seleção Jogos Pontos
Inglaterra 5 10
Gales 5 7
Irlanda 5 5
Escócia 5 4
França 5 4
Itália 5 0

Vitória = 2 pontos;
Empate = 1 ponto;
Derrota = 0 pontos

Comentários