Itália se despede de Brunel com derrota acachapante em Gales

ARTIGO COM VÍDEO – O último jogo do técnico Jacques Brunel no comando da Itália acabou sendo uma dura despedida. Os Azzurri foram completamente dominados pelos galeses e o placar de Gales 67 x 14 Itália não foi nada exagerado pelo que foi a partida.

 

Jogando em casa, Gales foi superior do começo ao fim da partida, provando à sua torcida que pode abandonar o jogo fechado em favor do jogo aberto, tão clamado nas últimas partidas. E o primeiro try do jogo nasceu logo no começo, aos 4′, com o scrum-half Rhys Webb explorando o espaço na base do ruck italiano.

 

A Itália até que equilibrou brevemente as ações no começo do jogo, com seu pack ainda conseguindo exercer pressão no breakdown galês. Biggar ampliou o marcador para 13 x 0 com dois penais de Biggar, em momento que os azuis tinham um homem a menos, por amarelo a Guglielmo Palazzani. Mas, ironicamente, bastou os visitantes voltarem a ter 15 em campo que a defesa azul não conseguiu mais defender os ataques em velocidade de uma inspirada linha vermelha. Aos 29′, Biggar disparou para o segundo try da peleja, enquanto Jonathan Davies, aos 32′, finalizou lindo contra-ataque galês puxado de mãos desde as 22 de defesa. 27 x 0 antes do intervalo.

 

O segundo tempo consumou a superioridade galesa, com Jamie Roberts, aos 44′, cravando o quarto try dos Dragões, punindo a falta de combatividade italiana. Os azuis não conseguiam acompanhar o ritmo e outra arrancada, aos 48′, de George North, resultou em outro bela try vermelho. A Itália teve seu lampejo e, aos 53′, Palazzani finalizou com try maul italiano. Mas, a resposta foi imediata e, aos 57′, a linha galesa produziu mais um try em velocidade, com Liam Williams arrancando após troca de passes rápida.

 

A Itália ainda teimou em cruzar novamente o in-goal, com Garcia rompendo no físico para o segundo try dos Azzurri, aos 62′, porém, as pontas seguiram como ponto frágil italiano e Moriarty correu para mais um try galês aos 64′. No fim, com a Itália cansada, Moriarty ainda faria seu segundo e Gareth Davies fecharia a conta contra uma Itália já arrasada por mais um campanha desastrosa. 67 x 14, Gales vice-campeão europeu.

 

Agora, a Itália busca um novo treinador para visitar em junho Argentina, Canadá e Estados Unidos, enquanto Gales já põe sua mente em sua gira de junho na Nova Zelândia.

 

gales67versus(14)14italia copy copy

Gales 67 x 14 Itália, em Cardiff

Árbitro: Romain Poite (França)

 

Gales

Tries: Moriarty (2), Webb, Biggar, J Davies, Roberts, North, L Williams, G Davies

Conversões: Biggar (5) e Priestland (3)

Penais: Biggar (2)

15 Liam Williams, 14 George North, 13 Jonathan Davies, 12 Jamie Roberts, 11 Hallam Amos, 10 Dan Biggar, 9 Rhys Webb, 8 Taulupe Faletau, 7 Justin Tipuric, 6 Dan Lydiate (c), 5 Luke Charteris, 4 Bradley Davies, 3 Samson Lee, 2 Scott Baldwin, 1 Rob Evans.

Suplentes: 16 Ken Owens, 17 Gethin Jenkins, 18 Aaron Jarvis, 19 Jake Ball, 20 Ross Moriarty, 21 Gareth Davies, 22 Rhys Priestland, 23 Gareth Anscombe.

 

Itália

Tries: Palazzani e Garcia

Conversões: Haimona (2)

15 David Odiete, 14 Leonardo Sarto, 13 Andrea Pratichetti, 12 Gonzalo Garcia, 11 Mattia Bellini, 10 Tommaso Allan, 9 Guglielmo Palazzani, 8 Sergio Parisse, 7 Alessandro Zanni, 6 Francesco Minto, 5 Valerio Bernabò, 4 Quintin Geldenhuys, 3 Martin Castrogiovanni, 2 Davide Giazzon, 1 Andrea Lovotti

Suplentes: 16 Oliviero Fabiani, 17 Matteo Zanusso, 18 Dario Chistolini, 19 Jacopo Sarto, 20 Abraham Steyn, 21 Alberto Lucchese, 22 Kelly Haimona, 23 Luke McLean.

 

 

SeleçãoJogosPontos
Inglaterra510
Gales57
Irlanda55
Escócia54
França54
Itália50

Vitória = 2 pontos;
Empate = 1 ponto;
Derrota = 0 pontos

Comentários