ARTIGO COM VÍDEOS – ATUALIZADO – O Troféu Mundial M20, a segunda divisão juvenil mundial, teve seu encerramento neste domingo em Montevidéu, no Uruguai, debaixo de chuva. Japão e a sensação Portugal mediram forças na grande final e os japoneses saíram com o título em jogo que não acabou. A chuva fez a partida ser paralisada aos 67′, quando o placar marcava 14 x 03 para os asiáticos. De um lado, festa pelo título japonês e promoção à primeira divisão mundial de 2018, com o Japão retornando a figurar entre as 12 melhores seleções do mundo na categoria. Do outro lado, frustração misturada com orgulho do lado de Portugal, que chegou muito próximo de um feito homérico.

O dia de decisões começou com o Canadá lavando a alma na disputa pelo 7º lugar. Depois de tanto desapontador seu torcedores, o Canadá fechou a campanha com triunfo por 38 x 00, em jogo de 6 tries para os canadenses.

Na sequência, o Chile assombrou o mundo ao derrotar um decepcionante time de Fiji por 15 x 13 na decisão de 5º lugar. Os fijianos já tinha caído contra portugueses e uruguaios e não resistiram aos chilenos, que mostraram grande evolução e voltaram para casa com uma vitória histórica na bagagem. Logo no começo, os Condoritos arrancaram um penal try, aos 14′, com Fiji sendo reduzido a 14 homens por amarelo. Com isso, com espaços abertos, os chilenos souberam trabalhar a bola até a ponta para Manzano Nunes arrancar para o segundo try andino, abrindo 12 x 03. Fiji reagiu ainda no primeiro tempo e virou o placar para 13 x 12 com 2 tries não convertidos em sequência. As conversões fizeram falta, Fiji caiu de rendimento na segunda etapa, o Chile cresceu defensivamente um penal isolado de Walter Salas, aos 59′, definiu uma épica vitória chilena.

Na decisão de 3º lugar, já com muita chuva, o Uruguai fechou em alta sua campanha derrotando a Namíbia por 34 x 12. O primeiro tempo foi mais uruguaio, com os mandantes fazendo 2 tries e um drop goal para abrirem 15 x 07. A Namíbia descontou com try logo na volta dos vestiários, mas o Uruguai cresceu na reta final e fechou o jogo com mais 3 tries. O oitavo Civetta foi o nome do jogo com 2 tries para os Teritos.

A grande final entre Japão e Portugal foi disputada com relâmpagos e chuva, que dificultou o jogo de mãos dos dois lados. O Japão quebrou a competente defesa lusa apenas aos 25′, com try do asa tonganês naturalizado japonês Faulua Makisi. 7 x 0. No segundo tempo, o scrum japonês arrancou um preciso penal try logo aos 46′, abrindo 14 x 00, mas os Lobinhos se mantiveram vivos e, aos 55′, Abecasis reduziu com penal certeiro. O jogo esquentou, mas não acabou. Aos 67′, a arbitragem considerou os relâmpagos em excesso, colocando em risco a partida, e o jogo acabou quando Portugal perseguia sua reação. 14 x 03, placar final.

Ainda resta o World Rugby confirmar oficialmente os países que receberão o Campeonato Mundial M20 e o Troféu Mundial M20 de 2018. O Brasil buscará uma vaga no Troféu Mundial a partir do Sul-Americano da categoria, também ainda a ter suas datas e local confirmados, mas que deverá ocorrer no início do ano. O Troféu Mundial M20 conta sempre com os campeões dos 6 continentes, o país sede e a equipe rebaixada do Campeonato Mundial (a 1ª divisão) do ano anterior.

 

- Continua depois da publicidade -

Troféu Mundial M20 – World Rugby U20s Trophy

Hong Kong 00 x 38 Canadá – Disputa de 7º lugar

Fiji 13 x 15 Chile – Disputa de 5º lugar

Uruguai 27 x 12 Namíbia – Disputa de 3º lugar

Portugal 03 x 14 Japão – Final

 

Foto: World Rugby