Jubilo e Goromaru seguem em alta no Japão

Está se delineando quem ficará na cabeça dos grupos na primeira fase da Top League japonesa. Não muito diferente da temporada passada, o rugby impecável do Panasonic Wild Knights vai deixando destruição por onde passa, e o Black Rams foi a vítima da vez. Já o Yamaha Jubilo, de Ayumu Goromaru, que ganhou nesta semana uma estátua de bronze, segue voando.

 

Wild Knights imponente

A equipe de Bernard Foley não passou perto da vitória contra os cavaleiros azuis de Gunma. A menor diferença foi aos 6 minutos quando o ponta Kitagawa abriu o placar com o primeiro TRY da partida. O jogo irresistível dos knights fez com que 5 minutos depois acontecesse mais um try, Ben McCalman. A reação dos pretos de Tóquio veio com try do pilar Kenta Tujii, Foley converteu. O Panasonic ampliou marcando mais um try com Daniel Heenan, todos as conversões do time azul no primeiro tempo foram do fullback Tadahiro Miwa, 100% de acerto. Final da primeira etapa: Panasonic 24, Rams 7.

 

A segunda etapa soava ser de reação, logo aos 2 minutos a equipe dos Black Rams fizeram um try logo nos primeiros instantes, novamente com o pilar Tujii e conversão de Foley. Era dia de passeio, a tarde de domingo reservava mais 5 tries de fowards para os knights com Heenan, Ai Valu, Nishihara, Hayashi e Nunomaki. Já não bastavam os chutes certeiros de Barnes, o camisa 15 azul assumiu a posição de batedor e converteu todos os tries da equipe. Ainda couberam tries pretos de Kauhenga e Hoshino. Placar final: Panasonic Wild Knights 59, Black Rams 28.

 

Yamaha Júbilo: Goromaru e mais 14

Bom rugby para os mais de 13 mil torcedores que compareceram ao Ecopa Stadium, Shizuoka. O Grupo B também tem soberano, o time azul de Iwata. O NEC Green Rockets não resistiu ao rugby total do fullback sensação, que fez um try de jogada individual desconsertando toda a defesa verde batendo a bola com agressividade na linha do ingoal, era o momento de tomar as rédeas do jogo que estava em desfavor até os 15 minutos devido ao try de Teruya Goto, aos 12’. Goromaru foi o atleta que anotou todos os pontos do Jubilo na primeira etapa, converteu seu try e ainda acertou dois penais. Final da primeira etapa: Yamaha 13, NEC 5.

 

No segundo tempo, o NEC encostou no placar logo nos primeiros momentos com o oitavo Scott Higginbotham, conversão de Morita. O terceira linha tonganes Rocky Havili ampliou com try aos 9 minutos, Goromaru converteu. A segunda metade do jogo pode não ter tido penais, mas Goromaru só errou uma conversão dos três tries que ainda estavam por vir: Nakazono, Hino e Potgieter. Os visitantes ainda descontaram com try convertido Kamaike, mas a festa foi azul. Ayumu Goromaru, para variar, eleito o “Homem do Jogo”. FInal de partida: Yamaha Júbilo 39, Nec Green Rockets 19.

 

Grupo A: Sungoliath se complica      

O Suntory Sungoliath perde a segunda partida e está fora da zona de classificação,a derrota para o Kintestu Liners por 25 a 19 fez com que os amarelos voltassem a atenção para o próximo compromisso do próprio Liners que jogará com o Kubota Spears, time zerado na tabela, e se caso o Toshiba Brave Lupus vença também, sobrarão somente 15 pontos em disputa (Ultimas três rodadas), todos vindos dérbis – Arcs, Brave Lupus e Rams.

A partida foi marcada pelo equilíbrio, porém os sempre favoritos, sequer ficaram uma vez na liderança do placar.

 

A Sensação NTT Shining Arcs venceu o fraco Kubota spears, apesar do placar ter sido 34 a 9, o jogo foi muito pegado na primeira etapa, terminando em 6 a 3.  No segundo tempo os amarelos deslancharam após um penal try aos 23 minutos, quando o placar ainda era favorável por 9 a 6. Amanaki Lelei Mafi, Yamashita e Elton Jantjies fizeram os outros tries para os Arcs. A equipe amarela ocupa a segunda colocação com 15 pontos 9 pontos acima do primeiro fora do grupo dos quatro, Sungoliath, com 5.

 

A goleada sofrida pelo Honda Heat contra o Toshiba Brave Lupus por 41 a 10, foi marcada pela ausência de possibilidades criadas. Nenhum penal foi ao menos desperdiçado pelo Heat, pois não houve oportunidades, apenas dois tries sem conversão. O Toshiba marcou nada menos que seis tries e agora a equipe de Michael Leitch mira a segunda colocação, já que a sequência para os Arcs inclui Panasonic e Sungoliath, equipes que os lobos vermelhos também terão de enfrentar.

 

Grupo B: Os Hurricanes começam a render

Contratações de peso como Handre Pollard ainda são incógnitas, mas o ponta Watanabe foi o destaque da vitória dos Hurricanes contra os Steelers onde somente 10 dos 49 pontos disputados foram computados por jogadores estrangeiros. Com Pollard no banco, o fullback Shota Saiguchi foi o chutador marcando 10 pontos, dois penais e conversões. A vitória histórica quase teve desfecho trágico quando faltava 10 minutos para o termino da partida. O Kobelco marcou 2 tries convertidos quando o placar era de 10 a 25, deixando um clima de tensão nos minutos finais.

 

O nosso boletim semanal não costuma ter novidades quando o assunto é o Coca-Cola e Nick Cummins, mas uma derrota da equipe e mais uma ausência do Honey Badger, sequer no banco. Quando os vermelhos se aproximavam de uma vitória contra o esforçado Canon Eagles, sofreram a virada nos últimos 10 minutos de jogo quando venciam por 25 a 24. Foi com um try de Suginaga, convertido por Mitomo, que definiu a vitória dos Eagles por 25 a 31.

 

O Verblitz está na liderança após vencer os Shuttles por 45 a 21. O domínio total do primeiro tempo praticamente selou a vitória dos verdes, eles puderam soltas as rédeas no segundo tempo e só administraram o placar. Após o Jogo o treinador dos Shuttles, Niu Masaya creditou a derrota aos erros individuas na primeira metade da partida, o mesmo que afirmou o capitão Tsuyoshi Matsuoka.

Público em alta

Um aumento de 57% para a média de público da última edição para a atual na mesma rodada (Rodada 3, primeira fase), dois estádios tiveram público maior que 10.000, nas partidas de Yamaha e Kobelco.

Goromaru é imortalizado em Bronze

O craque sempre destacado aqui, nas matérias do Portal do Rugby, Ayumu Goromaru, recebeu uma homenagem um pouco “pesada”. Uma estátua de bronze em tamanho real reproduzindo sua técnica de chutes será exposta em Tóquio durante as iluminações de natal.

No melhor momento da sua carreira o atleta destaca que pensou ter estátuas de toda a equipe da seleção e que foram reproduzidos minuciosamente detalhes sobre suas mãos. O atleta também não deixou de comentar que terá novos desafios jogando na Austrália pelos Reds de Queensland.

 

Escrito por: Leandro Vieira

 

Top League copy copy

Top League – Campeonato Japonês

Sungoliath 19 x 25 Liners

Heat 10 x 41 Brave Lupus

Wild Knights 59 x 28 Black Rams

Spears 9 x 34 Shining Arcs

Jubilo 39 x 19 Green Rockets

Verblitz 45 x 21 Shuttles

Steelers 24 x 25 Red Hurricanes

Red Sparks 25 x 31 Eagles

 

Clube Jogos Pontos
Grupo A
Panasonic Wild Knights 7 31
Toshiba Brave Lupus 7 26
Kintetsu Liners 7 23
NTT Shining Arcs 7 22
Suntory Sungoliath 7 21
Kubota Spears 7 10
Honda Heat 7 05
Ricoh Black Rams 7 02
Grupo B
Yamaha Jubilo 7 29
Kobelco Steelers 7 27
Toyota Verblitz 7 26
Canon Eagles 7 25
Toyota Industries Shuttles 7 13
NTT-Docomo Red Hurricanes 7 12
NEC Green Rockets 7 07
Coca-Cola West Red Sparks 7 03

Comentários