ARTIGO COM VÍDEOS – O Guinness PRO14 viveu um fim de semana de mais clássicos na Irlanda e Gales. Os favoritos venceram na jornada.

Em Dublin, a Irlanda parou para o grande clássico das capitais, com o Leinster, time da casa, recebendo o Ulster, de Belfast, capital da Irlanda do Norte. E foi um verdadeiro banho do Leinster, que segue forte na competição, vencendo o rival por 38 x 7, depois de chegar a abrir 31 x 0. Foram 6 tries para os azuis, incluindo 2 da jovem promessa Jordan Larmour, fullback de 20 anos apenas, e 2 do centro Fergus McFadden (o segundo uma pintura que começou com o pilar Andrew Porter atropelando a defesa do Ulster em contra-ataque), mostrando toda a qualidade dos Leões com a bola em mãos.

Já no outro dérbi irlandês, o Munster se reergueu da virada de ano ruim derrotando bem o Connacht por 39 x 13. Segundo tempo com 2 tries de Conor Murray para matar o jogo.

Em Gales, quem também renasceu foram os Ospreys, de Swansea, que largaram a lanterna da Conferência A ao derrotarem o Cardiff Blues no clássico das maiores cidades galesas, 29 x 28. Um jogão de reta final eletrizante, que teve os Ospreys abrindo margem com 4 tries – 2 de Rhys Webb – e os Blues correndo atrás do prejuízo. Com Owen Lane e Garyn Smith fazendo 2 tries nos 10 minutos finais, Cardiff flertou com a virada, que não saiu.

Porém, o país e a Conferência B seguem dominadas pelos atuais campeões Scarlets, que passaram com tranquilidade os Dragons por 47 x 13. 7 tries para os vermelhos de Llanelli, com Rhys Patchell conduzindo todos.

A Conferência A, por sua vez, segue liderada pelos escoceses do Glasgow Warriors, que foram à Itália para derrotarem o aguerrido Zebre por 40 x 20. Huw Jones cruzou duas vezes o in-goal para os Warriors e George Horne foi eleito o nome do jogo.

Quem também foi à Itália foram os sul-africanos do Cheetahs, que estiveram de recesso no Natal e no Ano Novo. A volta aos gramados não foi boa, com o time sendo derrotado pelo Treviso por 27 x 21. Um segundo tempo brilhante dos alviverdes, com o primeira linha Hame Faiva (2 vezes) e o terceira linha Federico Ruzza fazendo os tries da vitória.

Por fim, o Edinburgh afundou ainda mais os Kings, que não venceram ninguém ainda. 37 x 07 para os escoceses sobre os sul-africanos. Mark Bennett foi o “homem do jogo”.

Guinness PRO14 – Liga de Irlanda, Gales, Escócia, Itália e África do Sul

- Continua depois da publicidade -

Munster 39 x 13 Connacht

Leinster 38 x 07 Ulster

Zebre 20 x 40 Glasgow Warriors

Ospreys 29 x 28 Cardiff Blues

Treviso 27 x 21 Cheetahs

Scarlets 47 x 13 Dragons

Edinburgh 37 x 07 Kings

ClubePaísCidadeJogosPontos
Grupo A
Glasgow WarriorsEscóciaGlasgow1565
MunsterIrlandaLimerick/Cork1549
CheetahsÁfrica do SulBloemfontein1541
Cardiff BluesGalesCardiff1533
ConnachtIrlandaGalway1528
OspreysGalesSwansea1526
ZebreItáliaParma1521
Grupo B
LeinsterIrlandaDublin1557
ScarletsGalesLlanelli1554
EdinburghEscóciaEdimburgo1546
UlsterIrlandaBelfast1546
Benetton TrevisoItáliaTreviso1538
DragonsGalesNewport1517
KingsÁfrica do SulPorto Elizabeth154
- Vitória = 4 pontos;
- Empate = 2 pontos;
- Derrota = 0 pontos;
- Anotar 4 ou mais tries = 1 ponto extra;
- Perder por 7 pontos ou menos de diferença = 1 pontos extra;

- 1ºs colocados de cada grupo = classificação direto às Semifinais e à Champions Cup;
- 2ºs e 3ºs lugares de cada grupo - classificação à Repescagem para as Semifinais e à Champions Cup;
- 4ºs colocados - repescagem pela Champions Cup;
- Nota: as equipes sul-africanas não podem se classificar à Champions Cup;

 

Calvisano segue forte na ponta do Eccellenza italiano – Por Giorgio Vuerich

O Eccellenza deu seu pontapé inicial para 2018 neste fim de semana. O Calvisano derrotou os toscanos do I Medicei com um pouco de sofrimento. Na primeira etapa os lombardos marcaram dois tries, com Susio e Paz, contra o try do toscano Montivero. Mas foram os Medicei com mais três penais que fecharam o primeiro tempo em vantagem de 16×14. Nos segundos tempo, foram mais dois tries lombardos, com Paz e Rimpelli, para o Calvisano se por na frente. Os toscanos  não desistiram e responderem com a assinatura de Boccardo, mas os lombardos selaram as coisas graças ao pé de Mortali e a uma longa corrida vencedora de Gabriele Venditti 39×23.

Em Rovigo, no estádio Battaglini, os “Bersaglieri” derrotaram os “Diavoli” do Reggio por 47×19. Sete tries para os vênetos contra dois do emilianos.

Jogo fácil também para o Petrarca em Roma contra a Lazio. Depois de uma primeira etapa equilibrada que terminou em 6×10 a favor dos vênetos, a segunda etapa não teve história, com quatro tries para os alvinegros do Petrarca. 06×26 no final.

Passeio também para os policiais do Fiamme Oro, que derrotaram o lanterna Mogliano 33×6, no jogo isolado de domingo.

E a vitória do San Donà sobre o Viadana valeu a quinta colocação na tabela para o San Donà, ultrapassando os lombardos. Depois o primeiro tempo equilibrado, o Viadana foi reduzido a 14 homens por um cartão amarelo e nos 10 minutos de inferioridade os vênetos marcaram dois tries, que atingiram mortalmente o Viadana. 38×8 o placar final.

 

eccellenza logo novo

Eccellenza – Campeonato Italiano

San Donà 38 x 08 Viadana

Calvisano 39 x 23 I Medicei

Rovigo 47 x 19 Reggio

Lazio 06 x 36 Petrarca Padova

Mogliano 06 x 33 Fiamme Oro

ClubeCidadeJogosPontos
CalvisanoCalvisano1354
RovigoRovigo1351
Petrarca Padova1350
San DonàSan Donà1338
ViadanaViadana1336
Fiamme OroRoma1335
I MediceiFlorença1324
ReggioReggio Emilia1317
LazioRoma1310
MoglianoMogliano135
- Vitória = 4 pontos;
- Empate = 2 pontos;
- Derrota = 0 pontos;
- Anotar 4 ou mais tries = 1 ponto extra;
- Perder por diferença de 7 pontos ou menos = 1 ponto extra;
- 1º ao 4º lugares - classificação às Semifinais;

*Não haverá rebaixamento, pois o Eccellenza será expandido para 12 clubes em 2018-19

 

Foto: Leinster x Ulter – Ryan Barne/Inpho/PRO14