ARTIGO COM VÍDEOS – A Copa da África chegou à sua reta final neste fim de semana com dois jogos que valiam a sequência das principais forças na briga pelo título. Mais uma vez, Namíbia e Quênia levaram a melhor e decidirão o título africano no próximo sábado em confronto direto na Namíbia.

Os dois tiveram duros desafios fora de casa. A Namíbia teve que visitar o forte time de Uganda e voltou para casa com 48 x 24 na conta, ao passo que o Quênia foi ao Zimbábue e se impôs sobre os Sables por 41 x 22.

 

24versus copiar48namibia logo

- Continua depois da publicidade -

Uganda 24 x 48 Namíbia, em Campala

Zimbábue copy22versus copiar41

Zimbábue 22 x 41 Quênia, em Bulawayo

EquipeJPts
Namíbia525
Quênia518
Uganda516
Tunísia58
Zimbábue57
Senegal52

 

Espanha segue em preparação para a Copa do Mundo Feminina

O fim de semana teve também dois amistosos de XV feminino. A Espanha viajou à Inglaterra para enfrentar o time de desenvolvimento das Rosas e conquistou uma inspiradora vitória por 15 x 07. Já na África, Zimbábue e Botsuana se enfrentaram (é XV feminino africano!) e as zimbabuanas levaram a melhor, 10 x 05.

 

Amistosos Femininos de Rugby XV

Zimbábue 10 x 05 Botsuana, em Bulawayo

Inglaterra “A” 07 x 15 Espanha, em Londres

 

Escócia e Alemanha promovidas ao Grand Prix Europeu Feminino de Sevens

Na Europa, a atração foi o encerramento dos circuitos de sevens europeus de seleções com a etapa final da segunda divisão feminina. A segunda etapa do Women’s Sevens Trophy foi disputado na Hungria e mais uma vez quem prevaleceu foram Escócia e Alemanha, que “passearam” em Esztergom para carimbarem suas promoções ao Grand Prix de 2018, a divisão europeia de elite. As escocesas, outra vez, ficaram com o título sem maiores problemas, com um triunfo por 33 x 05 sobre as alemãs. As duas seleções substituirão no próximo ano as rebaixadas Suécia e Holanda.

Já na parte de baixo, Malta e Moldávia foram rebaixadas à terceira divisão, com as moldavas inclusive não comparecendo ao torneio húngaro. Elas darão lugar no ano que vem a Noruega e Áustria, melhores da terceira divisão.

 

Rugby Europe Women’s Sevens Trophy – 2ª divisão do Circuito Europeu Feminino de Sevens – 2ª etapa, em Esztergom, Hungria

Grupo A: 1 Escócia, 2 República Tcheca, 3 Finlândia, 4 Malta;

Grupo B: 1 Alemanha, 2 Suíça, 3 Israel, 4 Hungria;

Grupo C: 1 Ucrânia, 2 Romênia, 3 Letônia, 4 Moldávia (WO);

 

Quartas de final

Escócia 50 x 00 Letônia

Suíça 10 x 21 Romênia

Alemanha 15 x 14 Finlândia

Ucrânia 24 x 07 República Tcheca

 

Semifinais

Hungria 43 x 05 Malta – Disputa pelo 9º lugar

Israel 25 x 00 Moldávia (WO) – Disputa pelo 9º lugar

Letônia 00 x 31 Suíça – Disputa pelo 5º lugar

Finlândia 05 x 22 República Tcheca – Disputa pelo 5º lugar

Escócia 32 x 00 Romênia – Disputa pelo 1º lugar

Alemanha 17 x 07 Ucrânia – Disputa pelo 1º lugar

 

Finais

Malta 25 x 00 Moldávia (WO) – Disputa pelo 11º lugar

Hungria 14 x 05 Israel – Disputa pelo 9º lugar

Letônia 14 x 21 Finlândia – Disputa pelo 7º lugar

Suíça 12 x 24 República Tcheca – Disputa pelo 5º lugar

Romênia 05 x 17 Ucrânia – Disputa pelo 3º lugar

Escócia 33 x 05 Alemanha – Disputa pelo 1º lugar

 

Classificação geral final: 1 Escócia (promovida ao Grand Prix Feminino 2018), 2 Alemanha (promovida ao Grand Prix Feminino 2018), 3 Ucrânia, 4 Romênia, 5 República Tcheca, 6 Hungria, 7 Finlândia, 8 Suíça, 9 Letônia, 10 Israel, 11 Malta (rebaixada), 12 Moldávia (rebaixada);

 

Tens feminino no Caribe!

A Rugby Americas North não conta ainda com XV feminino para além de Canadá e Estados Unidos. Porém, a confederação da América do Norte e Caribe organiza um torneio de 10-a-side feminino que, neste ano, foi jogado em Miami. Trinidad e Tobago levou a taça, vencendo o USA South (seleção de desenvolvimento do Sul dos Estados Unidos) por 15 x 00 na final. O México caiu na disputa de terceiro lugar contra a Jamaica, 10 x 05.

 

1 – Trinidad e Tobago

2 – USA South

3 – Jamaica

4 – México

 

Foto: Rugby Africa – Quênia x Zimbábue