A nova Liga Americana de Rugby (LAR), a liga profissional da América do Sul, terá pontapé inicial em janeiro de 2020. Com isso, 2019 será um ano crucial para a montagem da liga, que deverá contar com 8 times: 2 franquias argentinas, 2 brasileiras, 2 uruguaias, 1 chilena e 1 paraguaia.

 

Vaga de trabalho aberta

Poucos detalhes já foram confirmados pela LAR, mas um deles é importantes para o rugby brasileiro: a sede da liga será em São Paulo. Com isso, a LAR já abriu uma vaga de analista administrativo. Reportando-se diretamente ao CEO, o profissional executará análises de mercado, financeiras e de regulamentação, além de desenhar operações, produzir documentos ente outros. Para mais informações sobre escopo de trabalho, requisitos para a vaga e benefícios, acesse o LinkedIn: https://bit.ly/2H28sxG.

- Continua depois da publicidade -

 

Logomarca provisória

No anúncio da vaga, a liga revelou uma logomarca que, no entanto, é provisória. Uma nova ainda deverá ser desenvolvida pensando em 2020.

 

Córdoba pode receber uma equipe

Até agora, apenas os uruguaios revelaram seus planos com relação às suas franquias, com os gigantes do futebol do país, Peñarol e Nacional (ambos de Montevidéu), devendo se associar às franquias do país.

Na Argentina, foi revelado interesse de Córdoba por uma franquia, com a federação da província estudando ter uma franquia.

Os times do Chile e do Paraguai deverão jogar em Santiago e Assunção.