Novidades na Nova Zelândia: camisas do Super Rugby, novo patrocinador e try de 6 pontos

De olho no Super Rugby de 2016, as cinco franquias neozelandesas anunciaram neste mês seus uniformes para a nova temporada, todos da Adidas. Na foto, estão, em ordem, Blues, Hurricanes, Chiefs, Highlanders e Crusaders. O Super Rugby 2016 começa no dia 26 de fevereiro.

 

Mitre 10 Cup

A União Neozelandesa de Rugby confirmou que o National Provincial Championship (NPC), conhecido até 2015 pelo nome comercial de ITM Cup, será rebatizado para 2016, graças a um novo patrocinador: a Mitre 10, rede australiana de lojas de material de construção e móveis, que conta com 81 lojas na Nova Zelândia. A competição principal que reúne as 14 seleções provinciais profissionais da Nova Zelândia será conhecida como Mitre 10 Cup até 2020. Mas, a Mitre 10 também dará nome para a competição que reúne as outras 12 seleções provinciais amadoras (Mitre 10 Heartland Championship) e para a competição feminina (Mitre 10 Women’s Provincial Championship).

 

Entre 1976 (ano de sua criação) e 2005, o National Provincial Championship foi conhecido apenas por NPC e teve em 2006 seus naming rights vendidos para a empresa aérea Air New Zealand, virando Air New Zealand Cup. Em 2010, a ITM, rede de jardinagem, adquiriu os direitos, perdendo-os agora para sua concorrente.

 

A outra grande novidade será o teste de novas leis experimentais do World Rugby. Em 2016, a Mitre 10 Cup terá as seguintes mudanças:

 

  • – Dois árbitros principais em campo;
  • – Try valendo 6 pontos, penal try valendo 8 pontos (sem conversão), penal valendo 2 pontos e drop goal valendo 2 pontos. A conversão seguirá valendo 2 pontos;
  • – Atletas poderão ingressar no ruck somente pelo ponto central da formação, sendo que a linha de impedimento se formará a 1 metro do pé do último homem na formação. Os atletas que ingressarem no ruck não poderão apoiar as mãos no chão ou nos atletas que estão no chão.

 

Comentários