Premiership inglesa aumentará teto salarial

Nesta semana, a Aviva Premiership, a liga inglesa, confirmou a aprovação do aumento de seu teto salarial para a temporada 2017-18. A partir da próxima temporada, o orçamento anual que os clubes poderão destinar aos salários de seus atletas subirá de 6,5 milhões de libras para 7 milhões.

 

O valor de 7 milhões será mantido inalterado até a temporada 2019-20 e ainda é inferior ao teto salarial do Top 14 francês, que está congelado até 2017 em 10 milhões de euros (o equivalente a cerca de 8,5 milhões de libras). Entretanto, a Premiership libera que 800 mil libras extras sejam gastas com salários de atletas vindos das categorias de base e permite que dois outros atletas tenham salários pagos por fora do orçamento de 7 milhões. As duas brechas, assim, elevam para mais de 7 milhões de libras anuais gastas por time o montante final dos salários, deixando os clubes ingleses com orçamentos já muito próximos dos franceses.

Comentários