Foto: UAR

ARTIGO COM VÍDEO – Primeira vitória para Mario Ledesma no comando dos Pumas. Em Mendoza, a Argentina fez bonito, realizou sua melhor partida no ano e derrotou com brio a África do Sul por expressivos 32 x 19, naquela que foi a . O resultado ajudou mesmo a Nova Zelândia, que viu os sul-africanos perderem a chance de se igualarem em pontos na liderança da competição, sugerindo que 2018 será outro ano All Black.

A Argentina inaugurou o marcador logo a 4′ com penal chutado por Nico Sánchez, enquanto Pollard desperdiçou a primeira chance de penal que os visitantes tiveram. Mas quem marcou o primeiro try foi a África do Sul, com Siya Kolisi carregando a bola e rompendo a linha defensiva azul. A resposta, no entanto, foi imediata, com Sánchez mostrando que ditaria o ritmo do jogo. A linha argentina funcionou, com Boffelli abrindo espaço e entregando de offload para Ezcurra, que deixou para Delguy. Primeiro try na ponta, finalização perfeita.

Os Pumas ganharam embalo e contra golpearam com categoria após scrum, com Desio rompendo a defesa verde para Moroni avançar e deixar para Delguy disparar para novo try argentino, levantando o estádio Malvinas Argentinas. E a maré estava mesmo favorável aos Pumas, com Etzebeth levando cartão amarelo pouco depois, esfriando uma possível reação dos Boks. Sánchez não perdoou, deixou Malcolm Marx para trás e aproveitou a superioridade numérica para guardar o terceiro try argentino, abrindo cruciais 24 x 07. E ele próprio, ciente da necessidade de capitalizar ao máximo a vantagem, desferiu logo na sequência drop goal certeiro para abrir 27 x 07 antes do intervalo.

Se o amarelo de Etzebeth foi o momento capital do primeiro tempo, o segundo tempo começou clinico e definidor a favor dos Pumas, com o quarto try saindo rapidamente em finalização de Moyano para um reinício fulminante.

- Continua depois da publicidade -

Os Springboks esboçaram a reação com Dyantyi e Willie Le Roux mostrando qualidade e criando o try de Mapoe. A reação poderia ter ganho uma nova dimensão aos 58′ quando Dyanti marcou o terceiro try, mas o lance foi invalidado por passe para a frente de Lukhanyo Am. Os Boks persistiram a Mapoe cruzou o in-goal novamente aos 65′, depois de bom trabalho dos avançados sul-africanos, mas a reação não se consumou, com os Pumas sendo capazes de manterem uma sólida linha defensiva que, apesar do elevado número de quebras no primeiro contato a favor dos Boks, foi capaz de manter sua unidade, com os Pumas prevalecendo no trabalho no breakdown e evoluindo na taxa positiva de tackles – 85% contra somente 73% do lado verde. E, apesar dos 73% de posse de bola para os Boks na segunda etapa, o placar final imutável nos 15 minutos finais.

Argentina 32 x 19 e festa para a primeira vitória dos Pumas no ano. A terceira nos últimos quatro anos sobre os Springboks.

No próximo fim de semana o Rugby Championship terá folga e argentinos e sul-africanos viajam à Oceania. Os Pumas visitarão os All Blacks no dia 8 e os Springboks farão jogo de vitória obrigatória contra os Wallabies na Austrália.

32versus copiar19

Argentina 32 x 19 África do Sul, em Mendoza

Árbitro: Angus Gardner (Austrália)

Argentina

Tries: Delguy (2), Sánchez e Moyano

Conversões: Sánchez (3)

Penais: Sánchez (1)

Drop Goal: Sánchez (1)

15 Emiliano Boffelli, 14 Bautista Delguy, 13 Matias Moroni, 12 Bautista Ezcurra, 11 Ramiro Moyano, 10 Nicolas Sanchez, 9 Gonzalo Bertranou, 8 Javier Ortega Desio, 7 Marcos Kremer, 6 Pablo Matera, 5 Tomas Lavanini, 4 Guido Petti, 3 Juan Figallo, 2 Agustin Creevy (c), 1 Nahuel Tetaz Chaparro;

Suplentes: 16 Facundo Bosch, 17 Santiago Garcia Botta, 18 Santiago Medrano, 19 Matias Alemanno, 20 Tomas Lezana, 21 Tomas Cubelli, 22 Jeronimo de la Fuente, 23 Juan Cruz Mallia;

África do Sul

Tries: Mapoe (2) e Kolisi

Conversões: Pollard (2)

15 Willie Le Roux, 14 Makazole Mapimpi, 13 Lukhanyo Am, 12 André Esterhuizen, 11 Aphiwe Dyantyi, 10 Handré Pollard, 9 Faf de Klerk, 8 Warren Whiteley, 7 Siya Kolisi (c), 6 Francois Louw, 5 Franco Mostert, 4 Eben Etzebeth, 3 Frans Malherbe, 2 Malcolm Marx, 1 Tendai Mtawarira;

Suplentes: 16 Bongi Mbonambi, 17 Steven Kitshoff, 18 Wilco Louw, 19 RG Snyman, 20 Pieter-Steph du Toit, 21 Embrose Papier, 22 Lionel Mapoe, 23 Damian Willemse;

 

PaísApelidoJogosPontos
Nova ZelândiaAll Blacks525
África do SulSpringboks515
AustráliaWallabies59
ArgentinaLos Pumas58