ARTIGO ATUALIZADO – Carnaval é de festa nos gramados de rugby, com muitos grandes jogos internacionais dando o tom ao fim de semana! Americas Rugby Championship, Six Nations, Rugby Europe Championship e Rugby Europe Trophy em ação.

A rodada começará na sexta-feira, no Pacaembu, com o Brasil encarando o Uruguai. Sobre Tupis e Teros, clique aqui para conferir a prévia especial.

 

EUA e Argentina têm o mando

- Continua depois da publicidade -

O Americas Rugby Championship terá dois duelos no sábado. Primeiro, o Chile terá a tarefa quase impossível de vencer a Argentina XV na Terra do Fogo. Depois, será a vez do grande clássico norte-americano entre Estados Unidos e Canadá, em Sacramento, capital da Califórnia. Os canadenses não vem os estadunidenses desde 2013 e vivem o pior momento da história vitoriosa de seu rugby, vindos de uma dolorosa derrota para o Uruguai pelas Eliminatórias. Já os EUA venceram os argentinos no sábado passado e estão voando. Favoritismo das Águias.

 

Irlanda favorita

O sábado de Six Nations começará com Irlanda e Itália, em Dublin. O favoritismo é todo irlandês, mesmo após o Trevo sofrer para passar pela França. A Irlanda teve 4 mudanças em seu XV, sendo 2 na terceira linha, com as entradas de Jack Conan e Dan Leavy nos lugares do poupado CJ Stander e do lesionado Josh van der Flier. Na segunda linha, Devin Toner ganhou a titularidade, ao passo que na primeira linha Jack McGrath começará jogando no lugar do poupado Cian Healy. A linha estará inalterada.

Já a Itália, após a derrota inicial para a Inglaterra, terá 3 mudanças no XV inicial, sendo 2 na primeira linha: entram o pilar Nicola Quaglio e o hooker Luca Bigi, após um desempenho ruim da formação. Na asa, a novidade é Braam Steyn. O abertura Tommaso Allan, após boa atuação, foi mantido, com Carlo Canna na reserva. Mas a Itália precisará do “jogo da vida” para desbancar fora de casa a Irlanda.

 

Eddie Jones versus Warren Gatland, Inglaterra contra Gales pela ponta

O jogo mais aguardado da semana no mundo opõe os técnicos do momento, Eddie Jones, pela Inglaterra, e Warren Gatland, por Gales. Muito se falou de como na vitória acachapante de Gales sobre a Escócia teve muitos méritos, com o técnico neozelandês tendo falado antes do jogo que Gales – apontando inicialmente como apenas uma quarta força europeia – iria brigar pelo título. Após o triunfo, Gatland manteve o mesmo time inicial e, mesmo ainda com um elenco longe da força máxima, a expectativa é grande sobre um time que voltou a jogar o rugby dinâmico galês que tanto o torcedor espera – e não um jogo metódico de base. O único retorno dos grandes nomes lesionados será George North, que estará disponível no banco.

Na Inglaterra, Jones efetuou duas trocas no time titular, com Danny Care entrando na vaga do lesionado Ben Youngs e se tornará o scrum-half com mais jogos pela Inglaterra na história (78). A outra mudança é a volta de Jonathan Joseph ao centro. Muito elogiado, Sam Simmonds foi mantido com a 8, enquanto Ford e Farrell seguirão jogando juntos com a 10 e a 12.

Invicta em Twickenham desde 2015, a Rosa é a favorita para o embate, mas Inglaterra contra Gales é um dos maiores clássicos do mundo e promete ser de arrepiar. Olhos para as duas linhas brilhantes e para a condição física do time galês, que terá mais dificuldades com seu banco no segundo tempo para manter o nível durante os 80 minutos. Apesar de Gatland garantir que fisicamente seu time é superior ao de Jones.

 

Dia D para a Escócia, redenção para a França

No domingo, Escócia e França se encontrarão em Murrayfield em um jogo que oporá dois times com sentimentos distintos. Os escoceses são pura frustração depois de um jogo péssimo contra Gales na estreia e sabem que precisarão vencer com bônus a França se quiserem continuar sonhando com chances de título. O técnico Gregor Townsend fez 6 trocas no XV titular, tendo Greig Laidlaw de volta com a camisa 9 liderando o grupo. Ainda na linha, Sean Maitland e Pete Horne serão titulares, enquanto Simon Berghan, Grant Gilchrist e Ryan Wilson ganharam seus lugares entre os avançados.

Os Bleus, por sua vez, entraram no Six Nations envoltos por muita desconfiança, com um elenco muito mexido e jovem e com treinador recém contratado para apagar incêndio. O resultado saiu melhor que a encomenda, com os franceses tendo boa atuação defensiva contra a Irlanda, só deixando a vitória escapar no fim pela genialidade de Sexton. O técnico Jacques Brunel chamou para o lugar do lesionado Jalibert o veterano abertura Lionel Beauxis, que vive grande fase no Lyon. Importante para o time, o oitavo Kévin Gourdon também se machucou e estará de fora do encontro, dando lugar ao novato Marco Tauleigne, enquanto Louis Picamoles voltará a ter uma chance começando no banco de reservas. Na linha, apenas uma troca com a entrada do centro Geoffrey Doumayrou no posto de Chavancy.

 

Muito mais rugby na Europa

O sábado terá o pontapé inicial para a edição 2018 do Rugby Europe Championship, o “Six Nations B”. O jogo mais desequilibrado opõe a favorita Geórgia à seleção mais fraca, a Bélgica. Já os outros 2 jogos prometem e valerão pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2019. No sul da Rússia, a seleção da casa joga suas fichas para ir ao Mundial encarando a Espanha, rival direta que também não pode nem pensar em derrota. Enquanto isso, a Romênia estará de olho no duelo na Rússia e receberá a Alemanha, também não podendo deslizar.

Para fechar, Portugal ainda receberá a Holanda pelo Rugby Europe Trophy, o “Six Nations C”, tendo amplo favoritismo. O jogo é importante pois a vitória colocaria os portugueses na liderança.

 

Feminino: alguém segurará Inglaterra e França?

A jornada do Six Nations Feminino tem favoritas claras nesse fim de semana. A Irlanda, que esboça um perigoso declínio, terá o mando contra a Itália e a missão de impor seu favoritismo. A França, principal perseguidora da Inglaterra, também terá amplo favoritismo contra a Escócia, mas precisa tomar cuidado com a evolução escocesa, ao passo que as inglesas têm tudo para passarem em casa por Gales.

 

*Horários de Brasília

Sexta-feira, dia 09 de fevereiro

versus copiar

20h10 – Brasil x Uruguai, em São Paulo (Pacaembu) – Americas Rugby Championship – ESPN AO VIVO

Árbitro: Federico Anselmi (Argentina) / Assistentes: Murilo Bragotto (Brasil) e Cauã Ricardo (Brasil) / TMO: Xavier Vouga (Brasil)

Histórico: 25 jogos, 22 vitórias do Uruguai e 3 vitórias do Brasil. Último jogo: Uruguai 41 x 27 Brasil, em 2017 (Sul-Americano);

Brasil: 15 Lucas “Zé” Tranquez, 14 Robert Tenorio, 13 Felipe Sancery, 12 Moisés Duque, 11 De Wet Van Niekerk, 10 Josh Reeves, 9 Laurent Bourda-Couhet, 8 André “Buda” Arruda, 7 Cléber “Gelado” Dias, 6 Arthur Bergo, 5 Lucas “Bruxinho” Piero, 4 Gabriel Paganini, 3 Jardel Vettorato, 2 Yan Rosetti (c), 1 Lucas Abud;

Suplentes: 16 Endy Willian, 17 Michel “Vanzinha” Olimpio, 18 Wilton “Nelson” Rebolo, 19 Michael “Ilha” de Moraes, 20 Matheus “Matias” Daniel, 21 Will Broderick, 22 Lucas Muller, 23 Ariel Rodrigues;

Uruguai: 15 Rodrigo Silva, 14 Joaquin Prada, 13 Juan Manuel Cat, 12 Agustín Della Corte, 11 Gastón Mieres, 10 Andrés De León, 9 Germán Albanell, 8 Alejandro Nieto, 7 Rodolfo Garese, 6 Juan Manuel Gaminara (c), 5 Diego Magno, 4 Ignacio Dotti, 3 Mario Sagario, 2 Germán Kessler, 1 Mateo Sanguinetti;

Suplentes: 16 Matías Benitez, 17 Carlos Pombo, 18 Juan Echevarría, 19 Diego Ayala, 20 Manuel Diana, 21 Gonzalo Soto Mera, 22 Tomás Inciarte, 23 Manuel Blengio;

 

Sábado, dia 10 de fevereiro

georgia copy copy copyversus copiar

09h00 – Geórgia x Bélgica, em Tbilisi – Rugby Europe Championship Rugby Europe TV AO VIVO

Árbitro: Marius Mitrea (Itália)

Histórico: 3 jogos e 3 vitórias da Geórgia. Último jogo: Bélgica 03 x 31 Geórgia, em 2017 (Rugby Europe Championship);

 

versus copiar

09h00 – Romênia x Alemanha, em Cluj – Rugby Europe Championship/Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2019 Rugby Europe TV AO VIVO

Árbitro: Max Burlet (Bélgica)

Histórico: 10 jogos, 15 vitórias da Romênia e 6 vitórias da Alemanha. Último jogo: Alemanha 41 x 38 Romênia, em 2017 (Rugby Europe Championship);

 

russia copy copy copy copyversus copiar

09h00 – Rússia x Espanha, em Krasnodar – Rugby Europe Championship/Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2019 Rugby Europe TV AO VIVO

Árbitro: Frank Murphy (Irlanda)

Histórico: 20 jogos, 16 vitórias da Rússia e 4 vitórias da Espanha. Último jogo: Espanha 16 x 06 Rússia, em 2017 (Rugby Europe Championship);

 

versus copiar

12h00 – Portugal x Holanda, em Lisboa – Rugby Europe Trophy Rugby Europe TV AO VIVO

Histórico: 13 jogos, 9 vitórias de Portugal, 3 vitórias da Holanda e 1 empate. Último jogo: Holanda 10 x 26 Portugal, em 2017 (Rugby Europe Trophy);

 

irlanda copyversus copiar

12h15 – Irlanda x Itália, em Dublin – Six Nations ESPN+ AO VIVO

Árbitro: Romain Poite (França)

Histórico: 27 jogos, 23 vitórias da Irlanda e 4 vitórias da Itália. Último jogo: Itália 10 x 63 Irlanda, em 2017 (Six Nations);

Irlanda: 15 Rob Kearney, 14 Keith Earls, 13 Robbie Henshaw, 12 Bundee Aki, 11 Jacob Stockdale, 10 Johnny Sexton, 9 Conor Murray, 8 Jack Conan, 7 Dan Leavy, 6 Peter O’Mahony, 5 Devin Toner, 4 Iain Henderson, 3 Tadhg Furlong, 2 Rory Best (c), 1 Jack McGrath;

Suplentes: 16 Sean Cronin, 17 Cian Healy, 18 Andrew Porter, 19 Quinn Roux, 20 CJ Stander, 21 Kieran Marmion, 22 Joey Carbery, 23 Jordan Larmour;

Itália: 15 Matteo Minozzi, 14 Tommaso Benvenuti, 13 Tommaso Boni, 12 Tommaso Castello, 11 Mattia Bellini, 10 Tommaso Allan, 9 Marcello Violi, 8 Sergio Parisse, 7 Braam Steyn, 6 Sebastien Negri, 5 Dean Budd, 4 Alessandro Zanni, 3 Simone Ferrari, 2 Luca Bigi, 1 Nicola Quaglio;

Suplentes: 16 Leonardo Ghiraldini, 17 Andrea Lovotti, 18 Tiziano Pasquali, 19 Federico Ruzza, 20 Maxime Mata Mbanda, 21 Edoardo Gori, 22 Carlo Canna, 23 Jayden Hayward;

 

versus copiar

14h45 – Inglaterra x Gales, em Londres – Six Nations – ESPN+ AO VIVO

Árbitro: Jérôme Garcès (França)

Histórico: 130 jogos, 61 vitórias da Inglaterra, 57 vitórias de Gales e 12 empates. Último jogo: Gales 16 x 21 Inglaterra, em 2017 (Six Nations);

Inglaterra: 15 Mike Brown, 14 Anthony Watson, 13 Jonathan Joseph, 12 Owen Farrell, 11 Jonny May, 10 George Ford, 9 Danny Care, 8 Sam Simmonds, 7 Chris Robshaw, 6 Courtney Lawes, 5 Maro Itoje, 4 Joe Launchbury, 3 Dan Cole, 2 Dylan Hartley, 1 Mako Vunipola;

Suplentes: 16 Jamie George, 17 Alec Hepburn, 18 Harry Williams, 19 George Kruis, 20 Sam Underhill, 21 Richard Wigglesworth, 22 Ben Te’o, 23 Jack Nowell;

Gales: 15 Leigh Halfpenny, 14 Josh Adams, 13 Scott Williams, 12 Hadleigh Parkes, 11 Steff Evans, 10 Rhys Patchell, 9 Gareth Davies, 8 Ross Moriarty, 7 Josh Navidi, 6 Aaron Shingler, 5 Alun Wyn Jones (c), 4 Cory Hill, 3 Samson Lee, 2 Ken Owens, 1 Rob Evans;

Suplentes: 16 Elliot Dee, 17 Wyn Jones, 18 Tomas Francis, 19 Bradley Davies, 20 Justin Tipuric, 21 Aled Davies, 22 Gareth Anscombe, 23 George North;

 

versus copiar

18h40 – Argentina XV x Chile, em Ushuaia – Americas Rugby ChampionshipESPN+ AO VIVO

Árbitro: Joaquin Montes (Uruguai)

Histórico: 2 jogos e 2 vitórias da Argentina. Último jogo: Chile 10 x 45 Argentina XV, em 2017 (apenas contando Americas Rugby Championship);

Argentina XV: 1 Axel Zapata, 2 Diego Fortuny, 3 Lucas Favre, 4 Jerónimo Ureta, 5 Diego Galetto, 6 Mariano Romanini, 7 Tomás de la Vega, 8 Santiago Portillo, 9 Facundo Nogueira, 10 Juan Cruz González, 11 Julián Domínguez, 12 Lucas Mensa, 13 Santiago Resino, 14 Tomás Malanos, 15 Tomás Videla;

Suplentes: 16 Gaspar Baldunciel, 17 Francisco Ferronato, 18 Santiago Medrano, 19 Franco Molina, 20 Nicolás Sbrocco, 21 Gregorio del Prete, 22 Tomás Granella, 23 Germán Schulz;

Chile: 1 Vittorio Lastra, 2 Marco Díaz, 3 Tomás Dussaillant, 4 Manuel Dagnino, 5 Mario Mayol, 6 Javier Richard, 7 Alfonso Escobar, 8 Benjamín Soto, 9 Beltrán Vergara, 10 Benjamín Pizarro, 11 Italo Zunino, 12 Francisco de la Fuente, 13 Lucca Avelli, 14 Matías Balbontín, 15 Tomás Ianiszewski;

Suplentes: 16 Ignacio Guajardo, 17 Claudio Iturra, 18 Sebastián Otero, 19 Thomas Orchard, 20 Nicolás Garafulic, 21 Domingo Saavedra, 22 José Tomás Baraona, 23 Diego Ramírez;

 

versus copiar

21h10 – Estados Unidos x Canadá, em Sacramento – Americas Rugby ChampionshipWatch ESPN AO VIVO

Árbitro: Francisco González (Uruguai)

Histórico: 58 jogos, 38 vitórias do Canadá, 18 vitórias dos Estados Unidos e 2 empates. Último jogo: Estados Unidos 52 x 16 Canadá, em 2017 (Rugby Europe Championship);

Estados Unidos: 15 Blaine Scully (c), 14 Mike Te’o, 13 Dylan Audsley, 12 Bryce Campbell, 11 Ryan Matyas, 10 Will Magie, 9 Nate Augspurger, 8 Cam Dolan, 7 Tony Lamborn, 6 Hanco Germishuys, 5 Nick Civetta, 4 Nate Brakeley, 3 Dino Waldren, 2 Joe Taufete’e, 1 Titi Lamositele;

Suplentes: 16 James Hilterbrand, 17 Huluholo Maungaloa, 18 Angus McLellan, 19 Ben Landry, 20 Andrew Durutalo, 21 Shaun Davies, 22 Will Hooley, 23 Josh Whippy;

Canadá: em breve

 

Domingo, dia 11 de fevereiro

versus copiar

13h00 – Escócia x França, em Edimburgo – Six NationsESPN+ AO VIVO

Árbitro: John Lacey (Irlanda)

Histórico: 91 jogos, 53 vitórias da França, 35 vitórias da Escócia e 3 empates. Último jogo: França 22 x 16 Escócia, em 2017 (Six Nations);

Escócia: 15 Stuart Hogg, 14 Tommy Seymour, 13 Huw Jones, 12 Pete Horne, 11 Sean Maitland, 10 Finn Russell, 9 Greig Laidlaw, 8 Ryan Wilson, 7 Hamish Watson, 6 John Barclay (c), 5 Jonny Gray, 4 Grant Gilchrist, 3 Simon Berghan, 2 Stuart McInally, 1 Gordon Reid;

Suplentes: 16 Scott Lawson, 17 Jamie Bhatti, 18 Jon Welsh, 19 Ben Toolis, 20 David Denton, 21 Ali Price, 22 Chris Harris, 23 Blair Kinghorn;

França: 15 Geoffrey Palis, 14 Teddy Thomas, 13 Rémi Lamerat, 12 Geoffrey Doumayrou, 11 Virimi Vakatawa, 10 Lionel Beauxis, 9 Maxine Machenaud, 8 Marco Tauleigne, 7 Yacouba Camara, 6 Wenceslas Lauret, 5 Sébastien Vahaamahina, 4 Arthur Iturria, 3 Rabah Slimani, 2 Guilhem Guirado (c), 1 Jefferson Poirot;

Suplentes: 16 Adrien Pelissié, 17 Eddy Ben Arous, 18 Cedate Gomes Sa, 19 Paul Gabrillagues, 20 Louis Picamoles, 21 Baptiste Serin, 22 Anthony Belleau, 23 Benjamin Fall;

 

Feminino

Sábado, dia 10 de fevereiro

versus copiar

10h15 – Inglaterra x Gales, em Londres – Six Nations Feminino

Histórico: 34 jogos, 32 vitórias da Inglaterra e 2 vitórias de Gales. Último jogo: Gales 00 x 63 Inglaterra, em 2017 (Six Nations);

Inglaterra: 15 Danielle Waterman 14 Abigail Dow, 13 Ellie Kildunne 12 Rachael Burford, 11 Charlotte Pearce, 10 Katy Daley-Mclean, 9 Leanne Riley; 1 Rochelle Clark, 2 Amy Cokayne, 3 Sarah Bern, 4 Abbie Scott, 5 Tamara Taylor, 6 Poppy Cleall, 7 Marlie Packer, 8 Sarah Hunter (c);

Suplentes: 16 Lark Davis, 17 Vicky Cornborough, 18 Justine Lucas, 19 Rowena Burnfield, 20 Izzy Noel-Smith, 21 Caity Mattinson, 22 Zoe Harrison, 23 Lagi Tuima;

Gales: 15 Elinor Snowsill, 14 Hannah Bluck, 13 Kerin Lake, 12 Rebecca De Filippo, 11 Jess Kavanagh-Williams, 10 Robyn Wilkins, 9 Rhiannon Parker, 1 Caryl Thomas, 2 Carys Phillips (c), 3 Amy Evans, 4 Siwan Lillicrap, 5 Mel Clay, 6 Alisha Butchers, 7 Beth Lewis, 8 Sioned Harries;

Suplentes: 16 Kelsey Jones, 17 Gwenllian Pyrs, 18 Cerys Hale, 19 Natalia John, 20 Nia Elen Davies, 21 Jade Knight, 22 Lleucu George, 23 Hannah Jones;

 

versus copiar

15h15 – Escócia x França, em Glasgow – Six Nations Feminino

Histórico: 24 jogos, 19 vitórias da França e 5 vitórias da Escócia. Último jogo: França 55 x 00 Escócia, em 2017 (Six Nations);

Escócia: 15 Chloe Rollie, 14 Liz Musgrove, 13 Lisa Thomson, 12 Helen Nelson, 11 Rhona Lloyd, 10 Lisa Martin, 9 Sarah Law, 1 Jade Konkel, 2 Lana Skeldon, 3 Megan Kennedy, 4 Emma Wassell, 5 Deborah McCormack, 6 Rachel Malcolm, 7 Hannah Smith, 8 Sarah Bonar;

Suplentes: 16 Jodie Rettie, 17 Siobhan McMillan, 18 Lindsey Smith, 19 Mags Lowish, 20 Louise McMillan, 21 Siobhan Cattigan, 22 Jenny Maxwell, 23 Lauren Harris;

França: 15 Jessy Trémoulière, 14 Caroline Boujard, 13 Jade Le Pesq, 12 Camille Boudaud, 11 Cyrielle Banet, 10 Pauline Bourdon, 9 Yanna Rivoalen, 8 Romane Ménager, 7 Gaelle Hermet (c), 6 Marjorie Mayans, 5 Audrey Forlani, 4 Safi N’Diaye, 3 Patricia Carricaburu, 2 Agathe Sochat, 1 Lise Arricastre;

Suplentes: 16 Milena Soloch, 17 Maylis Traoré, 18 Julie Duval, 19 Celine Ferer, 20 Fiona Lecat, 21 Emma Coudert, 22 Gabrielle Vernier, 23 Marine Ménager;

 

Domingo, dia 11 de fevereiro

irlanda copyversus copiar

11h00 – Irlanda x Itália, em Dublin – Six Nations Feminino

Histórico: 15 jogos, 14 vitórias da Irlanda e 1 vitória da Itália. Último jogo: Itália 03 x 27 Irlanda, em 2017 (Six Nations);

Irlanda: 15 Kim Flood, 14 Megan Williams, 13 Katie Fitzhenry, 12 Sene Naoupu, 11 Alison Miller, 10 Niamh Briggs, 9 Ailsa Hughes, 1 Lindsay Peat, 2 Cliodhna Moloney, 3 Fiona Reidy, 4 Paula Fitzpatrick, 5 Nichola Fryday, 6 Anna Caplice, 7 Claire Molloy, 8 Ciara Griffin (c);

Suplentes: 16 Leah Lyons, 17 Laura Feely, 18 Ciara O’Connor, 19 Orla Fitzsimons, 20 Edel McMahon, 21 Nicole Cronin, 22 Michelle Claffey, 23 Claire McLaughlin;

Itália: em breve

 

Tabelas de classificação

Americas Rugby Championship

EquipeApelidoPJVED4+-7PPPCSP
Estados UnidosEagles14330020913358
ArgentinaArgentina XV113201211014655
UruguaiTeros932011082811
CanadáCanucks6310220847212
BrasilTupis43102003986-47
ChileCóndores130030139118-79
- Vitória = 4 pontos;
- Empate = 2 pontos;
- Derrota = 0 pontos;
- Anotar 4 ou mais tries = 1 ponto extra;
- Perder por 7 pontos ou menos de diferença = 1 pontos extra;

 

Six Nations

SeleçãoJogosPontos
Irlanda29
Inglaterra29
Gales26
Escócia24
França22
Itália20
- Grand Slam = 3 pontos;
- Vitória = 4 pontos;
- Empate = 2 pontos;
- Derrota = 0 pontos;
- Anotar 4 ou mais tries = 1 ponto extra;
- Perder por diferença de 7 pontos ou menos = 1 ponto extra;

 

Six Nations Feminino

SeleçãoJogosPontos
Inglaterra210
França210
Irlanda24
Gales24
Escócia21
Itália20
- Grand Slam = 3 pontos;
- Vitória = 4 pontos;
- Empate = 2 pontos;
- Derrota = 0 pontos;
- Anotar 4 ou mais tries = 1 ponto extra;
- Perder por diferença de 7 pontos ou menos = 1 ponto extra;

 

Rugby Europe Championship/Eliminatórias Europeias para a Copa do Mundo de 2019

SeleçãoJogos Championship 2018Pontos Championship 2018Jogos Eliminatórias 2017-2018Pontos Eliminatórias 2017-2018
Geórgia*210--
Espanha28621
Romênia25620
Rússia26615
Alemanha2058
Bélgica2062
*Não disputa as Eliminatórias
- Vitória com 3 ou mais tries de diferença = 5 pontos;
- Vitória com menos de 3 tries de diferença = 4 pontos;
- Empate = 2 pontos;
- Derrota por 5 pontos ou menos pontos = 1 ponto; -
_______
- Último colocado em 2018 = Disputa de Repescagem contra o Rebaixamento contra o campeão do Rugby Europe Trophy;
_______
ELIMINATÓRIAS PARA A COPA DO MUNDO DE 2019
- Somatória dos torneios de 2017 e 2018;
- Geórgia já está classificada para a Copa do Mundo de 2019 e seus jogos não valem pelas Eliminatórias;
- Melhor equipe de 2017-2018, excluindo a Geórgia, garante vaga na Copa do Mundo de 2019;
- Segunda melhor equipe garante vaga na Repescagem Europeia;

 

Rugby Europe Trophy

SeleçãoJogosPontos
Portugal210
Holanda39
Polônia25
República Tcheca24
Suíça24
Moldávia31
- Vitória com 3 ou mais tries de diferença = 5 pontos;
- Vitória com menos de 3 tries de diferença = 4 pontos;
- Empate = 2 pontos;
- Derrota por 5 pontos ou menos pontos = 1 ponto

- Campeão - classificado à Repescagem de Promoção contra o último colocado do Rugby Europe Championship (1ª divisão);
- Último colocado - Rebaixado à Conference 1 (3ª divisão);