Stade Français vence Clermont e respira no Top 14

A Copa do Mundo acabou e agora o Top 14 pode contar com todas as suas estrelas em campo, o que deve deixar o campeonato ainda mais competitivo, os maiores beneficiados foram Toulon (4º) e Stade Français (11º) que, em casa, conseguiram duas importantes vitórias contra Montpellier (6º) e Clermont (1º). O Toulouse (2º) continua forte em busca do líder atropelando em casa o Grenoble (8º) enquanto o Racing (3º) tropeçou longe de Paris, diante de um inspirado Castres (10º). A surpresa do campeonato, o Brive (5º) não teve dificuldade para bater em casa o Bordeaux (7º). Na parte de baixo da tabela o La Rochelle (9º), jogando no atlântico, massacrou o Oyonnax (13º) enquanto no duelo dos desesperados o Pau (12º) bateu, jogando em casa, o Agen (14º).

 

Toulon mostra suas garras

Com o fim da Copa do Mundo, os olhos do rugby mundial se voltam para o poderoso Toulon, que finalmente vai poder colocar todas as suas estrelas em campo, e se depender dessa primeira demonstração, a equipe vai mais uma vez dominar o rugby europeu, com o time atropelando, em casa, o Montpellier por 52 a 8.

 

As estrelas do Toulon fizeram incríveis 8 tries, com o segunda linha Samuela Manoa, os pontas Lachlan Turner (duas vezes) e Josua Tuisova (três vezes), o oitavo Steffon Armitage e o scrum-half Sebastien Tillous Borde, o try de honra dos visitantes foi marcado pelo ponta Julien Malzieu. Nesse festival de pontos o destaque vai para um jogador que não marcou, o polêmico abertura australiano Quade Cooper teve uma estreia dos sonhos com muitos passes e dribles. O jogador é a primeira estrela contratada durante a parada de copa do mundo a entrar em campo, os outros nomes de peso são oitavo sul-africano Duane Vermeulen e o centro neozelandês Ma’a Nonu que chegam para formar, no papel uma das melhores equipes do mundo.

 

O Toulon pega a estrada para enfrentar o líder Clermont, dessa vez com todas as suas estrelas em campo, podendo mostrar que mais uma vez pode dominar o rugby europeu. O Montpellier acumula mais uma derrota, continuando uma temporada muito irregular recebendo o La Rochelle na próxima rodada.

 

Toulouse mais uma vez encanta

Se o Toulon mostrou porque é a equipe mais forte do rugby mundial da atualidade, o Toulouse respondeu mostrando porque é o maior campeão francês da história, atropelando o Grenoble por 52 a 12, marcando também oito tries, com o centro Gael Fickou (três vezes), o scrum-half Sebastien Bézy (duas vezes), o abertura Toby Flood, o oitavo Louis Picamoles e o ponta Timoci Matanavou. Em meio ao ataque occitano o Grenoble ainda conseguiu anotar duas vezes, com o segunda linha Hendrik Roodt e o abertura Gilles Bosch. O Toulouse agora viaja para Paris, onde enfrenta o Racing enquanto o Grenoble volta para casa medir forças com o Stade Français.

 

Stade Français respira aliviado na reprise da última final

O líder Clermont viajou até Paris para enfrentar um desesperado Stade Français, que depois de conquistar o título temporada passada começava a se preocupar com o rebaixamento. A capital, porém, presenciou um grande jogo onde, a reprise da última final do Top 14, que terminou com mais uma vitória do time da Cidade Luz, 12 a 9. Se a qualidade técnica ficou em segundo plano o SF mostrou um jogo coletivo e de muita dedicação para marcar o único try do dia, com o asa Jonathon Ross.

 

O Stade Français respira aliviado, vendo a zona de rebaixamento a uma distância segura, mas ainda está longe de fazer a temporada que era esperada de uma equipe com a sua força econômica, o time agora tem um desafio dos mais difíceis, quando enfrenta o Grenoble nos Alpes. O Clermont sofre um revés, mas ainda se mantém na liderança, a equipe tem na próxima rodada um duro desafio, quando recebe o Toulon.

 

Castres surpreende parisienses

O Racing viajou para o interior enfrentar um cambaleante Castres, que vinha de três derrotas seguidas, sendo surpreendido por uma boa equipe, que dominou completamente os rucks para vencer por 34 a 8. A equipe da casa conquistou um importante ponto bônus ofensivo, entrando no in-goal cinco vezes, com o asa Alexandre Bias, o oitavo Alex Tulou (duas vezes), o ponta David Smith e o ponta Remy Grosso. O try de honra dos parisienses foi feito pelo ponta Louis Dupichot. O resultado traz alívio para a torcida do Castres, a temporada porém ainda está longe do esperado, o time viaja para enfrentar o frágil Agen e pode acumular sua segunda vitória seguida. O Racing tem um compromisso mais duro, quando recebe um empolgado Toulouse.

 

Brive começa a sonhar com algo a mais

O Brive mais uma vez começou o ano com o objetivo de não cair, e mais uma vez a equipe supera as expectativas, tanto que dessa vez até o mais cético dos tecedores começa a sonhar com uma classificação para as finais. A vítima da vez, em casa, foi o Bordeaux, derrotado por 16 a 3, resultado que manteve o Brive na zona de classificação para as finais pela terceira rodada seguida. Com um jogo eficiente e coletivo a partida teve apenas um try, dos donos da casa, com o ponta Guillaume Namy. O Brive tem mais uma chance de mostrar seu potencial viajando para enfrentar o Oyonnax, o Bordeaux volta para casa onde enfrenta o frágil Section Paloise.

 

La Rochelle mostra sua força

Os Atlânticos receberam o Oyonnax e mostraram porque o Top 14 é um dos campeonatos mais competitivos do mundo, vencendo por 38 a 3. Para os que não veem a importância das formações fixas os atlânticos deram uma lição importante, tendo na dominação no scrum o sua principal força e ponto chave para entrar no in-goal, com o asa Afaesetiti Amosa (duas vezes), o segundo centro Pierre Aguillon e o centro Levani Botia. Os atlânticos agora tem uma dura batalha contra o Montpellier, fora de casa, enquanto o Oyonnax recebe o Brive.

 

Section Paloise vence duelo dos desesperados

O primeiro ano na elite do Top 14 é sempre o mais difícil, com as duas equipes que subiram ano passado, Pau e Agen, ocupando, no inicio da rodada o 14º e 13º lugar respectivamente, se enfrentando em Pau, e no final os donos da casa levaram a melhor, vencendo por 33 a 31, em uma das melhores partidas da rodada, com sete tries. Os visitantes e deram melhor nesse quesito, entrando no in-goal quatro vezes, com os pontas George Tilsley e Tamaz Mchedlidze (duas vezes) e o scrum-half reserva Clement Darbo. O Section Paloise se aproveitou da superioridade nas formações fixas para anotar muitos penais e três tries com o segundo centro Santiago Fernandez, o ponta Sereli Bobo e o centro Julien Fumat. O Section Paloise viaja para enfrentar o Bordeaux e o Agen volta para casa enfrentar o Castres.

 

Bayonne triunfa no clássico basco

Na segunda divisão, o destaque da rodada foi o clássico basco entre Bayonne e Biarritz. E a fase do gigante Biarrit vai de mal a pior. O clube outrora vice-campeão europeu cai mais uma vez, 32 x25, em grande jogo que manteve o Biarritz na lanterna do campeonato.

 

A liderança segue com o Lyon, que atropelou o Tarbes por 46 x 6.

 

Escrito por: Diego Gutierrez

 

Top 14 logo novo

Top 14 2015-16 – Campeonato Francês

Toulon 52 x 8 Montpellier

La Rochelle 38 x 3 Oyonnax

Pau 33 x 31 Agen

Brive 16 x 3 Bordeaux

Toulouse 52 x 12 Grenoble

Castres 34 x 8 Racing

Stade Français 14 x 9 Clermont

 

Clube Cidade Jogos Pontos
Clermont Clermont-Ferrand 26 88
Toulon Toulon 26 82
Montpellier Montpellier 26 81
Racing Paris 26 81
Toulouse Toulouse 26 79
Castres Castres 26 71
Union Bordeaux-Bègles Bordeaux 26 67
Brive Brive 26 62
La Rochelle La Rochelle 26 54
Grenoble Grenoble 26 47
Pau Pau 26 46
Stade Français Paris 26 41
Agen Agen 26 26
Oyonnax Oyonnax 26 24

– Vitória com 3 ou mais tries de diferença = 5 pontos;
– Vitória com menos de 3 tries de diferença = 4 pontos;
– Empate = 2 pontos;
– Derrota por 5 pontos ou menos pontos = 1 ponto;

– 1º e 2º lugares = classificação direta às Semifinais e à Champions Cup;
– 3º ao 6º lugares = classificação às Quartas de final e à Champions Cup;
– 13º e 14º lugares = Rebaixamento

 

prod2

Pro D2 2015-16 – 2ª divisão do Campeonato Francês

Colomiers 10 x 14 Bèziers

Perpignan 13 x 20 Montauban

Lyon 46 x 6 Tarbes

Albi 23 x 19 Provence

Aurillac 29 x 15 Dax

Carcassonne 15 x 13 Bourgoin

Narbonne 22 x 12 Mont de Marsan

Bayonne 32 x 25 Biarritz

 

Clube Cidade Jogos Pontos
Lyon Lyon 30 117
Bayonne Bayonne 30 86
Aurillac Aurillac 30 81
Mont-de-Marsan Mont-de-Marsan 30 78
Colomiers Colomiers 30 78
Béziers Béziers 30 77
Perpignan Perpignan 30 73
Biarritz Biarritz 30 64
Bourgoin* Bourgoin-Jallieu 30 62
Albi Albi 30 62
Narbonne Narbonne 30 60
Montauban Montauban 30 58
Tarbes* Tarbes 30 53
Carcassonne Carcassonne 30 49
Dax Dax 30 48
Provence Aix-en-Provence 30 46
*Tarbes e Bourgoin penalizados com rebaixamento por problemas financeiros

– Vitória com 3 ou mais tries de diferença = 5 pontos;
– Vitória com menos de 3 tries de diferença = 4 pontos;
– Empate = 2 pontos;
– Derrota por 5 pontos ou menos pontos = 1 ponto;
– 1º lugar: promoção ao Top 14
– 2º ao 5º lugares: mata-mata de promoção ao Top 14
– 15º e 16º lugares: rebaixamento


Comentários