ARTIGO COM VÍDEO – A Top League japonesa viveu neste fim de semana sua decisão, com Tóquio sendo o palco para o grande duelo final entre os dois times dominantes do país na atualidade, Panasonic Wild Knights e Suntory Sungoliath. O título ficou com o Sungoliath, que venceu pela segunda vez seguida a competição.

O Sungoliath começou com tudo, Matt Giteau chutou “mascado”, porém a bola ainda assim sobrou para o centro Nakamura que mergulhou para o primeiro try. A resposta dos cavaleiros azuis veio aos 8 minutos quando em uma acalorada disputa no ruck culminou no try do experiente Daniel Heenan.

O momento crucial foi a substituição por contusão de Berrick Barnes pelo competente Yamasawa. Quando a partida estava em 7×5, a conversão do try azul não foi realizada por Matsuda e Yamasawa ainda desperdiçou um penal. Nos últimos 10 minutos do primeiro tempo, uma jogada coletiva e inteligente dos amarelos de Tóquio resultou no segundo try da partida, o ponta Shota Emi mergulhou na extrema esquerda, sem conversão. Assim foi a última vez que os amarelos alteraram o placar.

A meta de segurar o melhor ataque da competição durante todo um segundo tempo parecia quase impossível. A própria equipe sofreu dois tries dos Wild Knights no último encontro, mais precisamente no dia 21 de outubro de 2017, quando perderam por 21 a 10. Aos 16 minutos, Yamasawa cobrou um penal e aumentou a pressão.

- Continua depois da publicidade -

Segurar o afiado ataque da até então invicta equipe da Panasonic pareceu funcionar bem. Foi apenas isso que o Suntory Sungoliath fez até o fim do certame. O árbitro Akihisa Aso acusou a entrada irregular no ruck por parte da equipe azul, quando esta pressionava. O apito final veio logo em seguida para o delírio de boa parte dos mais de 23 mil torcedores presentes no Príncipe Chichibu.

Considerações finais do encerrar da temporada  

A Top League ainda não se encontrou em uma fórmula justa. Este ano foi marcado pelo campeonato que o melhor time não venceu e o pior não caiu. O nível técnico continua surpreendente, e é desta água que a seleção japonesa deve beber se quiser alçar voos altos, principalmente o Suntory Sungoliath.

Os amarelos de Tóquio não são uma colcha de retalhos de medalhões estrangeiros. É uma instituição respeitada, de valores, que agrega o que há de melhor no rugby local com peças vindas de outras partes do mundo para preencher as deficiências do estilo de rugby daquele país. Agora, merecidamente, o Sungoliath é o maior campeão do Japão. 38 anos de história e cinco títulos nacionais.

O Yamaha Júbilo foi a decepção entre os grandes, não por ter feito uma campanha ruim, e sim por ter feito um péssimo jogo contra o Suntory nas semis. O terceiro lugar foi merecido por tudo que fizeram nesta temporada, mas certamente os Verblitz surpreenderam a todos e quase chegaram no pódio. O ninja Ayumu Goromaru teve seu pior desempenho, não figurando no topo da lista de maiores pontuadores mundiais, como fazia nos últimos anos.

Já briga dos times que irão para a Repescagem contra o descenso, o Coca-Cola perdeu nesta para os Blues por 32 a 5, e agora irá com tudo para cima do Mitsubishi Dynaboars para se manterem na primeira divisão.

O campeonato teve na temporada regular a média de 5184,5 torcedores por partida. O jogo mais visto foi Toyota Verblitz contra Yamaha Júbilo no dia 18 de agosto do ano passado, naquela ocasião os azuis venceram por 14 a 11 frente a mais de 27 mil torcedores.

Nesta temporada, a copa do Japão e o campeonato japonês estiveram em disputa simultaneamente, ou seja, quem ganhou a Top League também levantou o caneco do All Japan Rugby Football Championship.

 

Top League copy copy

Top League – Campeonato Japonês

Final

Suntory Sungoliath 12 x 08 Panasonic Wild Knights, em Tóquio

 

Repescagem contra o rebaixamento

NTT-Docomo Red Hurricanes 21 x 13 Kintetsu Liners, em Osaka – Liners rebaixado

 

Repescagens promoção rebaixamento – dia 20 de janeiro

NTT-Docomo Red Hurricanes x Hino Red Dolphins

Coca-Cola Red Sparks x  Mitsubishi Dynaboars

Munakata Sanix Blues x Kyuden Voltex

 

Lista de campeões da Top League

5 títulos – Suntory Sungoliath e Toshiba Brave Lupus

4 títulos – Panasonic Wild Knights

1 título – Kobelco Steelers

 

Texto: Leandro Vieira

Foto: Nagaoka/JRFU