Top 14: Clermont dá o troco em Bordeaux e lidera; Toulon derruba o Racing com os pés de Michalak

ARTIGO COM VÍDEOS – O Six Nations terminou e na França todos os olhos se voltam para o Top 14, que começa a definir os seus finalistas. No pelotão de frente o Clermont (1º) está imparável vencendo fora de casa uma partida épica contra o Bordeaux (5º), que luta para se classificar para as finais. O Toulon (2º) muito modificado impôs uma dura derrota ao Racing (4º) em Paris, que despencou na classificação enquanto o Montpellier (3º) não teve dificuldades para bater fora de casa o Agen (14º). No pelotão intermediário o Toulouse (6º) aplicou uma lavada, em casa, no combalido Stade Français (12º) enquanto o Castres (7º) sofreu um duro golpe ao perder longe de seus domínios para o Brive (8º). Na parte de baixo da tabela o Grenoble (9º) recebeu o La Rochelle, em um jogo de duas equipes que não brigam por mais nada, mas brindaram a torcida alpina com um bom espetáculo, vencido pelos donos da casa enquanto o Pau (11º) venceu o quase rebaixado Oyonnax (13º).

 

Clermont conquista virada mais incrível da competição

Com cinco vitória seguidas o Clermont viajou até a terra dos vinhos enfrentar o Bordeaux, e acabou estrelando a maior virada da competição superando um déficit de 19 pontos para vencer por 24 a 19. Aos 10’ do segundo tempo à equipe jogava com 14 e ainda não havia aberto o placar, apesar da situação desesperadora o time encontrou forças para entrar no in-goal com o ponta Alivereti Raka, com o abertura Patrício Hernandez e com o centro Wesley Fofana. O try de honra do Bordeaux foi marcado pelo segunda linha Berend Botha. A vitória foi ainda mais celebrada porque foi justamente o Bordeaux o algoz do Clermont na Copa Europeia, tendo eliminado os Jaunards da competição. A derrota teve um custo pesado para o Bordeaux, que deixa de se aproximar dos líderes e ainda perde de maneira vergonhosa um jogo em casa, onde é sempre muito forte, na próxima rodada a equipe recebe outro time do pelotão da frente, o Racing. O Clermont se firma na liderança com uma grande vitória moral, o time vem melhorando a cada rodada continuando na estrada para enfrentar o vice-líder Toulon.

 

Toulouse vence Le Clasico e encerra jejum

O Toulouse pôs fim a uma série de cinco jogos sem vencer, ao bater em casa por 36 a 2 um dos seus maiores rivais, o Stade Français, atual campeão, mas que vai muito mal nesta temporada. No clássico que coloca de um lado a capital contra o maior representante do interior, no chamado Le Clasico, o time da Occitânia se aproveitou do mau momento dos parisienses para atropelar, colocaram a bola no chão os pontas Vicent Clerc (duas vezes) e Alexis Palisson, o fullback Maxime Medard e um penal try. A vitória põe fim a série negativa do Toulouse, o time agora viaja para enfrentar o Castres, em um duelo que pode definir a ultima vaga nas finais. O Stade Français continua com uma temporada péssima, que só não é pior devido a temporada horrível de Agen e Oyonnax, já praticamente rebaixados , o time continua na estrada para enfrentar o La Rochelle.

 

Toulon se impõe em duelo no norte

O Toulon viajou até Lille, no norte do país, para enfrentar o Racing, que optou por tirar a partida de Paris, e saiu do Stade Pierre-Mauroy com uma importante vitória por 21 a 20. Os visitantes viajaram com uma equipe muito modificada, mas que jogou o suficiente para impor uma dura derrota ao time azul e branco, em um jogo emocionante, que teve o Toulon liderando durante mais de 70 minutos, com o Racing passando a frente quase no fim de jogo, apenas para ver o time da Provença reassumir a liderança no minuto final. As equipes empataram em tries o asa  Wenceslas Lauret e o abertura Dan Carter, aos 77′, anotaram para os donos da casa, enquanto os vitoriosos colocaram a bola no chão com o ponta Delon Armitage e o segundo centro Theo Belan. O fim do jogo foi emocionante, com Carter colocando os parisienses em vantagem nos instantes derradeiros, mas com Toulon abocanhando a vitória com um penal chutado pelo veterano Fréd Michalak com o tempo já esgotado. Na próxima rodada o Racing deixa a capital para enfrentar o Bordeaux enquanto o Toulon recebe o líder Clermont.

 

Montpellier vence quinta seguida

O time de azul e branco viajou para enfrentar o lanterna Agen, vencendo por 45 a 21. Apesar do placar elástico os visitantes tiveram de suar muito, com os donos da casa mostrando que não serão rebaixados sem antes lutar até o final. Em um jogo muito agradável o Montpellier anotou com o oitavo Pierre Spies (duas vezes), o ponta Timoci Nagusa (duas vezes), o hooker Bismark Du Plessis e o asa Willim Liebenberg. Os donos da casa responderam com o scrum-half Alexi Bailes, o pilar reserva  Tamaz Mchedlidze e um penal try. O Agen segue em casa para enfrentar o Pau, enquanto o Montpellier tenta a sexta vitória seguida em casa diante do Brive.

 

Brive vence e encerra seca

Depois de dois meses sem vencer o Brive reencontrou o caminho das vitórias batendo o Castres, em casa, por 23 a 22, em uma partida espetacular. Disputada do começo ao fim os donos da casa foram salvos por um try do segundo centro Arnaud Mignardi aos 83’, o outro try do time foi marcado pelo pilar reserva Jourdain Damien, o Castres colocou a bola no chão com o segundo centro Thomas Combezou. Sem esse peso nas costas o Brive viaja para enfrentar o Montpellier. A derrota dificulta a vida do Castres, que tem, em casa, um duelo fundamental na briga por uma vaga nas finais diante do Toulouse.

 

Grenoble vence duelo de muitos tries

Grenoble e La Rochelle entraram em campo nos Alpes sem grandes preocupações, com poucas chances de classificação, mas praticamente salvos do rebaixamento. Sem a pressão ambas as equipes colocaram em prática um rugby leve, ofensivo e muito bom de se assistir, com os donos da casa levando a melhor, vencendo por 39 a 23. O rugby ofensivo levou o Grenoble ao in-goal cinco vezes, com o abertura Jonathan Wisniewski (duas vezes), o ponta Xavier Mignote (duas vezes) e o pilar reserva Walter Desmaison. Os atlânticos foram completamente dominados, mas mesmo assim conseguiram anotar duas vezes, com o centro Levani Botia e o hooker reserva Hikairo Forbes. O Grenoble viaja para enfrentar o desesperado Oyonnax enquanto o La Rochelle volta para casa enfrentar o Stade Français.

 

Oyonnax segue rumo à Pro D2

O Pau deu mais um passo importante na luta pela permanência na primeira divisão ao bater o desesperado Oyonnax por 25 a 6, com direito a ponto bônus ofensivo. Apostando no básico bem feito os donos da casa entraram no in-goal com o ponta Julien Fumat e o scrum-half Samuel Marques e finalizou um jogo com um penal try. A Section Paloise agora viaja para enfrentar o quase rebaixado Agen. O Oyonnax continua a decepcionar, 13 pontas atrás do 12º colocado o time volta para casa enfrentar o Grenoble.

 

Lyon vence Bayonne e é virtualmente campeão

A segunda divisão francesa ainda não acabou matematicamente, mas o campeão todos sabem quem será. É o Lyon, que nesse fim de semana visitou o vice-líder Bayonne e saiu do País Basco com uma vitória por 15 x 11, que lhe assegurou 26 pontos de vantagem sobre o concorrente, com somente 7 rodadas para o fim do campeonato (isto é, com apenas 35 pontos em disputa). É questão de tempo para os Lobos festejarem a volta à elite francesa.

 

Escrito por: Diego Gutierrez

 

Top 14 logo novo

Top 14 2015-16 – Campeonato Francês

Racing 20 x 21 Toulon

Brive 23 x 22 Castres

Grenoble 39 x 23 La Rochelle

Agen 21 x 45 Montpellier

Pau 25 x 6 Oyonnax

Bordeaux 19 x 24 Clermont

Toulouse 36 x 3 Stade Français

 

Clube Cidade Jogos Pontos
Clermont Clermont-Ferrand 26 88
Toulon Toulon 26 82
Montpellier Montpellier 26 81
Racing Paris 26 81
Toulouse Toulouse 26 79
Castres Castres 26 71
Union Bordeaux-Bègles Bordeaux 26 67
Brive Brive 26 62
La Rochelle La Rochelle 26 54
Grenoble Grenoble 26 47
Pau Pau 26 46
Stade Français Paris 26 41
Agen Agen 26 26
Oyonnax Oyonnax 26 24

– Vitória com 3 ou mais tries de diferença = 5 pontos;
– Vitória com menos de 3 tries de diferença = 4 pontos;
– Empate = 2 pontos;
– Derrota por 5 pontos ou menos pontos = 1 ponto;

– 1º e 2º lugares = classificação direta às Semifinais e à Champions Cup;
– 3º ao 6º lugares = classificação às Quartas de final e à Champions Cup;
– 13º e 14º lugares = Rebaixamento

 

Pro D2 novo 2012

Pro D2 – 2ª Divisão do Campeonato Francês

Bayonne 11 x 15 Lyon

Perpignan 28 x 10 Narbonne

Aurillac 18 x 15 Montauban

Provence 19 x 15 Albi

Carcassonne 6 x 9 Tarbes

Bourgoin 34 x 13 Dax

Mont de Marsan 41 x 21 Béziers

Colomiers 20 x 19 Biarritz

 

Clube Cidade Jogos Pontos
Lyon Lyon 30 117
Bayonne Bayonne 30 86
Aurillac Aurillac 30 81
Mont-de-Marsan Mont-de-Marsan 30 78
Colomiers Colomiers 30 78
Béziers Béziers 30 77
Perpignan Perpignan 30 73
Biarritz Biarritz 30 64
Bourgoin* Bourgoin-Jallieu 30 62
Albi Albi 30 62
Narbonne Narbonne 30 60
Montauban Montauban 30 58
Tarbes* Tarbes 30 53
Carcassonne Carcassonne 30 49
Dax Dax 30 48
Provence Aix-en-Provence 30 46
*Tarbes e Bourgoin penalizados com rebaixamento por problemas financeiros

– Vitória com 3 ou mais tries de diferença = 5 pontos;
– Vitória com menos de 3 tries de diferença = 4 pontos;
– Empate = 2 pontos;
– Derrota por 5 pontos ou menos pontos = 1 ponto;
– 1º lugar: promoção ao Top 14
– 2º ao 5º lugares: mata-mata de promoção ao Top 14
– 15º e 16º lugares: rebaixamento


 

Foto: Michalak. David Rogers/Getty Images

Comentários