Top 14: Clermont dá o troco em Bordeaux e lidera; Toulon derruba o Racing com os pés de Michalak

ARTIGO COM VÍDEOS – O Six Nations terminou e na França todos os olhos se voltam para o Top 14, que começa a definir os seus finalistas. No pelotão de frente o Clermont (1º) está imparável vencendo fora de casa uma partida épica contra o Bordeaux (5º), que luta para se classificar para as finais. O Toulon (2º) muito modificado impôs uma dura derrota ao Racing (4º) em Paris, que despencou na classificação enquanto o Montpellier (3º) não teve dificuldades para bater fora de casa o Agen (14º). No pelotão intermediário o Toulouse (6º) aplicou uma lavada, em casa, no combalido Stade Français (12º) enquanto o Castres (7º) sofreu um duro golpe ao perder longe de seus domínios para o Brive (8º). Na parte de baixo da tabela o Grenoble (9º) recebeu o La Rochelle, em um jogo de duas equipes que não brigam por mais nada, mas brindaram a torcida alpina com um bom espetáculo, vencido pelos donos da casa enquanto o Pau (11º) venceu o quase rebaixado Oyonnax (13º).

 

Clermont conquista virada mais incrível da competição

Com cinco vitória seguidas o Clermont viajou até a terra dos vinhos enfrentar o Bordeaux, e acabou estrelando a maior virada da competição superando um déficit de 19 pontos para vencer por 24 a 19. Aos 10’ do segundo tempo à equipe jogava com 14 e ainda não havia aberto o placar, apesar da situação desesperadora o time encontrou forças para entrar no in-goal com o ponta Alivereti Raka, com o abertura Patrício Hernandez e com o centro Wesley Fofana. O try de honra do Bordeaux foi marcado pelo segunda linha Berend Botha. A vitória foi ainda mais celebrada porque foi justamente o Bordeaux o algoz do Clermont na Copa Europeia, tendo eliminado os Jaunards da competição. A derrota teve um custo pesado para o Bordeaux, que deixa de se aproximar dos líderes e ainda perde de maneira vergonhosa um jogo em casa, onde é sempre muito forte, na próxima rodada a equipe recebe outro time do pelotão da frente, o Racing. O Clermont se firma na liderança com uma grande vitória moral, o time vem melhorando a cada rodada continuando na estrada para enfrentar o vice-líder Toulon.

 

Toulouse vence Le Clasico e encerra jejum

O Toulouse pôs fim a uma série de cinco jogos sem vencer, ao bater em casa por 36 a 2 um dos seus maiores rivais, o Stade Français, atual campeão, mas que vai muito mal nesta temporada. No clássico que coloca de um lado a capital contra o maior representante do interior, no chamado Le Clasico, o time da Occitânia se aproveitou do mau momento dos parisienses para atropelar, colocaram a bola no chão os pontas Vicent Clerc (duas vezes) e Alexis Palisson, o fullback Maxime Medard e um penal try. A vitória põe fim a série negativa do Toulouse, o time agora viaja para enfrentar o Castres, em um duelo que pode definir a ultima vaga nas finais. O Stade Français continua com uma temporada péssima, que só não é pior devido a temporada horrível de Agen e Oyonnax, já praticamente rebaixados , o time continua na estrada para enfrentar o La Rochelle.

 

Toulon se impõe em duelo no norte

O Toulon viajou até Lille, no norte do país, para enfrentar o Racing, que optou por tirar a partida de Paris, e saiu do Stade Pierre-Mauroy com uma importante vitória por 21 a 20. Os visitantes viajaram com uma equipe muito modificada, mas que jogou o suficiente para impor uma dura derrota ao time azul e branco, em um jogo emocionante, que teve o Toulon liderando durante mais de 70 minutos, com o Racing passando a frente quase no fim de jogo, apenas para ver o time da Provença reassumir a liderança no minuto final. As equipes empataram em tries o asa  Wenceslas Lauret e o abertura Dan Carter, aos 77′, anotaram para os donos da casa, enquanto os vitoriosos colocaram a bola no chão com o ponta Delon Armitage e o segundo centro Theo Belan. O fim do jogo foi emocionante, com Carter colocando os parisienses em vantagem nos instantes derradeiros, mas com Toulon abocanhando a vitória com um penal chutado pelo veterano Fréd Michalak com o tempo já esgotado. Na próxima rodada o Racing deixa a capital para enfrentar o Bordeaux enquanto o Toulon recebe o líder Clermont.

 

Montpellier vence quinta seguida

O time de azul e branco viajou para enfrentar o lanterna Agen, vencendo por 45 a 21. Apesar do placar elástico os visitantes tiveram de suar muito, com os donos da casa mostrando que não serão rebaixados sem antes lutar até o final. Em um jogo muito agradável o Montpellier anotou com o oitavo Pierre Spies (duas vezes), o ponta Timoci Nagusa (duas vezes), o hooker Bismark Du Plessis e o asa Willim Liebenberg. Os donos da casa responderam com o scrum-half Alexi Bailes, o pilar reserva  Tamaz Mchedlidze e um penal try. O Agen segue em casa para enfrentar o Pau, enquanto o Montpellier tenta a sexta vitória seguida em casa diante do Brive.

 

Brive vence e encerra seca

Depois de dois meses sem vencer o Brive reencontrou o caminho das vitórias batendo o Castres, em casa, por 23 a 22, em uma partida espetacular. Disputada do começo ao fim os donos da casa foram salvos por um try do segundo centro Arnaud Mignardi aos 83’, o outro try do time foi marcado pelo pilar reserva Jourdain Damien, o Castres colocou a bola no chão com o segundo centro Thomas Combezou. Sem esse peso nas costas o Brive viaja para enfrentar o Montpellier. A derrota dificulta a vida do Castres, que tem, em casa, um duelo fundamental na briga por uma vaga nas finais diante do Toulouse.

 

Grenoble vence duelo de muitos tries

Grenoble e La Rochelle entraram em campo nos Alpes sem grandes preocupações, com poucas chances de classificação, mas praticamente salvos do rebaixamento. Sem a pressão ambas as equipes colocaram em prática um rugby leve, ofensivo e muito bom de se assistir, com os donos da casa levando a melhor, vencendo por 39 a 23. O rugby ofensivo levou o Grenoble ao in-goal cinco vezes, com o abertura Jonathan Wisniewski (duas vezes), o ponta Xavier Mignote (duas vezes) e o pilar reserva Walter Desmaison. Os atlânticos foram completamente dominados, mas mesmo assim conseguiram anotar duas vezes, com o centro Levani Botia e o hooker reserva Hikairo Forbes. O Grenoble viaja para enfrentar o desesperado Oyonnax enquanto o La Rochelle volta para casa enfrentar o Stade Français.

 

Oyonnax segue rumo à Pro D2

O Pau deu mais um passo importante na luta pela permanência na primeira divisão ao bater o desesperado Oyonnax por 25 a 6, com direito a ponto bônus ofensivo. Apostando no básico bem feito os donos da casa entraram no in-goal com o ponta Julien Fumat e o scrum-half Samuel Marques e finalizou um jogo com um penal try. A Section Paloise agora viaja para enfrentar o quase rebaixado Agen. O Oyonnax continua a decepcionar, 13 pontas atrás do 12º colocado o time volta para casa enfrentar o Grenoble.

 

Lyon vence Bayonne e é virtualmente campeão

A segunda divisão francesa ainda não acabou matematicamente, mas o campeão todos sabem quem será. É o Lyon, que nesse fim de semana visitou o vice-líder Bayonne e saiu do País Basco com uma vitória por 15 x 11, que lhe assegurou 26 pontos de vantagem sobre o concorrente, com somente 7 rodadas para o fim do campeonato (isto é, com apenas 35 pontos em disputa). É questão de tempo para os Lobos festejarem a volta à elite francesa.

 

Escrito por: Diego Gutierrez

 

Top 14 logo novo

Top 14 2015-16 – Campeonato Francês

Racing 20 x 21 Toulon

Brive 23 x 22 Castres

Grenoble 39 x 23 La Rochelle

Agen 21 x 45 Montpellier

Pau 25 x 6 Oyonnax

Bordeaux 19 x 24 Clermont

Toulouse 36 x 3 Stade Français

 

ClubeCidadeJogosPontos
ClermontClermont-Ferrand2688
ToulonToulon2682
MontpellierMontpellier2681
RacingParis2681
ToulouseToulouse2679
CastresCastres2671
Union Bordeaux-BèglesBordeaux2667
BriveBrive2662
La RochelleLa Rochelle2654
GrenobleGrenoble2647
PauPau2646
Stade FrançaisParis2641
AgenAgen2626
OyonnaxOyonnax2624

– Vitória com 3 ou mais tries de diferença = 5 pontos;
– Vitória com menos de 3 tries de diferença = 4 pontos;
– Empate = 2 pontos;
– Derrota por 5 pontos ou menos pontos = 1 ponto;

– 1º e 2º lugares = classificação direta às Semifinais e à Champions Cup;
– 3º ao 6º lugares = classificação às Quartas de final e à Champions Cup;
– 13º e 14º lugares = Rebaixamento

 

Pro D2 novo 2012

Pro D2 – 2ª Divisão do Campeonato Francês

Bayonne 11 x 15 Lyon

Perpignan 28 x 10 Narbonne

Aurillac 18 x 15 Montauban

Provence 19 x 15 Albi

Carcassonne 6 x 9 Tarbes

Bourgoin 34 x 13 Dax

Mont de Marsan 41 x 21 Béziers

Colomiers 20 x 19 Biarritz

 

ClubeCidadeJogosPontos
LyonLyon30117
BayonneBayonne3086
AurillacAurillac3081
Mont-de-MarsanMont-de-Marsan3078
ColomiersColomiers3078
BéziersBéziers3077
PerpignanPerpignan3073
BiarritzBiarritz3064
Bourgoin*Bourgoin-Jallieu3062
AlbiAlbi3062
NarbonneNarbonne3060
MontaubanMontauban3058
Tarbes*Tarbes3053
CarcassonneCarcassonne3049
DaxDax3048
ProvenceAix-en-Provence3046
*Tarbes e Bourgoin penalizados com rebaixamento por problemas financeiros

– Vitória com 3 ou mais tries de diferença = 5 pontos;
– Vitória com menos de 3 tries de diferença = 4 pontos;
– Empate = 2 pontos;
– Derrota por 5 pontos ou menos pontos = 1 ponto;
– 1º lugar: promoção ao Top 14
– 2º ao 5º lugares: mata-mata de promoção ao Top 14
– 15º e 16º lugares: rebaixamento


 

Foto: Michalak. David Rogers/Getty Images

Comentários