Top 14 logo novo

ARTIGO COM VÍDEOS – O Top 14 francês continua imprevisível. O Toulon (1º) se mantém na liderança isolada da competição batendo nos Alpes o Grenoble (8º) e se aproveitando do impensável tropeço Clermont (2º) em casa, diante da sensação Oyonnax (6º).

Os parisienses tiveram uma rodada rara, com ambos os times empatando: o Racing (4º) na Cidade-Luz diante do Montpellier (7º) e o Stade Français (3º) no atlântico com o La Rochelle (10º). O Toulouse (5º) continua a jogar seu rugby pouco vistoso, mas eficiente, batendo, em casa o Bayonne (13º). No duelo dos desesperados, o Brive (11º) falou mais alto que o Lyon (14º), enquanto o Castres (12º) executou um pequeno milagre ao bater em casa o Bordeaux (9º) e sair pela primeira vez em muito tempo da zona de rebaixamento.

Enquanto isso, a Pro D2, a segunda divisão da França, viveu sábado de festa, com o Pau comemorando seu título com três rodadas de antecedência e garantindo a promoção ao Top 14, do qual estava longe desde 2006.

 

- Continua depois da publicidade -

Toulon é líder isolado

O domínio do Toulon sobre o rugby europeu parece não ter fim. Depois de uma classificação tranquila na Champions Cup, o time da Provença viajou para os Alpes com uma equipe mista, e também não encontrou dificuldades para bater o Grenoble por 35 a 24. Apesar do placar, o Grenoble fez uma excelente partida anotando quatro tries, com o oitavo Rory Grice, os centros Nigel Hunt e Jackson Willison e o pilar reserva Albertus Buckle. O Toulon, por outro lado jogou um jogo extremamente eficiente e mesmo marcando apenas dois tries, com o centro Matt Giteau e o ponta Bryan Habana saiu de campo com a vitória.

A derrota praticamente elimina as chances de classificação do Grenoble, que agora viaja para enfrentar o desesperado Bayonne. O Toulon continua o seu reinado sobre o rugby do hemisfério norte e viaja para enfrentar o La Rochelle.

Oyonnax se infiltra entre os grandes

Os milionários do Top 14 começam a se preocupar, e qual o motivo? A pequena equipe do Oyonnax, que nessa rodada bateu o Clermont no temível Stade Marcel-Michelin por 11 a 10. Um feito para poucos. Com essa derrota, o time de amarelo se junta a Stade Français e Racing Métro, batidos em Paris pelo humilde time de vermelho e preto, que timidamente começa a sonhar com o título. No jogo, as equipes empataram em tries com oitavo Peceli Yato fazendo para os donos da casa e o pilar reserva Soane Tonga Uiha igualando para os visitantes. A cartada final veio aos 75′, com Benjamin Urdapilleta arrematando o penal da virada para o Oyonnax.

A derrota distância o Clermont da liderança, que agora viaja para enfrentar o Castres. O Oyonnax continua sua luta pela classificação para as finais e deve matar mais um gigante na próxima rodada, o Racing Métro, dessa vez diante de sua torcida.

Racing tropeça no fim

Mais uma vez nesse campeonato a torcida parisiense vê sua equipe se perder no final e ceder o empate em 24 a 24 para o Montpellier, depois de estar vencendo por 24 a 10. O Racing contou com uma atuação de gala do oitavo Antonie Claassen e do scrum-half Maxime Machenaud, que anotaram dois tries cada, mas vacilou no fim deixando os vistantes empatarem com tries do pilar Mikheil Nariashvili e do ponta Timoci Nagusa.

O resultado é ruim, mas não atrapalha a vida do Racing. O que realmente preocupa a torcida é a incapacidade da equipe em manter o resultado, que agora viaja para enfrentar o Oyonnax. O empate mantém alguma chance de classificação para o Montpellier que viaja para enfrentar o Brive.

Stade Français arranca um empate no Atlântico

Um empate com sabor de derrota, esse é o resumo da partida para o La Rochelle, que apesar de jogar em casa e ser amplamente superior ao SF não conseguiu sair de campo com a vitória, ficando no 19 a 19, principalmente devido a inépcia de seus chutadores. As equipes empataram em tries com o segundo centro Eliott Roudil fazendo para os donos da casa e o centro Jonathan Danty igualando parra os visitantes.

O La Rochelle segue sua luta contra o rebaixamento e tem a missão quase impossível de bater o Toulon, jogando em casa. O Stade Français volta para Paris com dois pontos na bagagem e recebe o Toulouse.

Castres executa um pequeno milagre

O Castres deu um exemplo de superação e dedicação para todo o mundo do rugby, ao bater, em casa, o Bordeaux por 22 a 20. Dado como rebaixado inúmeras vezes, o time azul e branco, pela primeira vez neste ano, passa uma rodada longe da zona de rebaixamento. A vontade foi peça fundamental para os donos da casa, que mesmo superados em tries, pois o time da terra dos vinhos entrou duas vezes no in-goal, com centro Julien Rey e o ponta Blair Connor, contra apenas um try dos donos da casa marcado pelo ponta Sitiveni Sivivatu, conseguiu sair de campo com um resultado positivo.

O Castres melhorou muito sua situação, mas ainda segue ameaçado, recebendo o Clermont. Com o resultado o Bordeaux dá adeus às suas chances de classificação e agora joga apenas pela honra, já que tem chances mínimas de ser rebaixado, viajando para enfrentar o lanterna Lyon.

 

Toulouse se aproxima dos líderes

Apesar de ainda não jogar o rugby mais elegante, as peças dos occitanos começam a se encaixar. O time conquistou mais uma vitória, em casa, contra o Bayonne por 20 a 17 e segue firma na luta por uma vaga nas finais. O jogo não foi dos mais bonitos, mas compensou a dedicação de ambas as equipes. Os donos da casa entraram no in-goal com o segunda linha Patricio Albacete e o oitavo Louis Picamoles, enquanto os visitantes responderam com o ponta Joe Rokocoko.

A torcida começa a confiar nos maiores campeões franceses, que têm a chance de consolidar a boa fase contra o Stade Français, em Paris. A derrota joga os bascos para a zona de rebaixamento, sem muito tempo para se recuperar. O time agora recebe o Grenoble precisando desesperadamente de uma vitória.

Brive vence duelo dos desesperados

O Brive recebeu o Lyon em um jogo decisivo na luta contra o rebaixamento para as duas equipes. No final, os donos da casa se deram melhor, vencendo por 22 a 20 e praticamente rebaixando os visitantes. O Lyon entrou no in-goal duas vezes, com o oitavo George Smith e o centro Waisele Sukanaveita, mas sucumbiu diante de uma equipe mais eficiente, que mesmo anotando apenas um try, com o ponta Benito Masilevu, foi melhor. O resultado alivia o Brive, que recebe o Montpellier na próxima rodada. O Lyon, com a derrota, precisa de um milagre para se salvar e recebe agora o desinteressado Bordeaux.

É campeão! O Pau está matematicamente de volta à elite da França

Na segunda divisão francesa, o domingo foi de festa verde. O tradicional Pau (ou Section Paloise, que enfrentou inclusive a seleção brasileira em 1965, vencendo por 39 x 11) voltou à elite do rugby francês depois de nove anos de ausência. Os verdes, campeões franceses por três vezes (a última em 1964) e campeões da Challenge Cup em 2000 retornaram ao Top 14 após vencerem o Montauban por 31 x 5 no sábado e abrirem 16 pontos de frente sobre o vice-líder Perpignan, com somente três rodadas para o fim do certame.

A briga agora se centra pelas quatro vagas no mata-mata final que define o segundo time promovido à primeira divisão. Perpignan, Agen, Mont-de-Marsan e Biarritz venceram e se mantiveram dentro da zona de classificação.

 

Escrito por: Diego Gutierrez

 

Top 14 logo novo

Top 14 – Campeonato Francês

La Rochelle 19 x 19 Stade Français, em La Rochelle

Racing Métro 24 x 24 Montpellier, em Paris

Brive 22 x 20 Lyon, em Brive

Clermont 10 x 11 Oyonnax, em Clermont-Ferrand

Toulouse 20 x 17 Bayonne, em Toulouse

Grenoble 24 x 35 Toulon, em Grenoble

Castres 22 x 20 Bordeaux, em Castres

 

ClubeCidadeJogosPontos
ToulonToulon2676
ClermontClermont-Ferrand2675
ToulouseToulouse2670
Stade FrançaisParis2670
Racing MétroParis2665
OyonnaxOyonnax2662
Union Bordeaux-BèglesBordeaux2661
MontpellierMontpellier2655
La RochelleLa Rochelle2654
GrenobleGrenoble2653
BriveBrive2653
CastresCastres2652
BayonneBayonne2652
LyonLyon2641
- Vitória com 3 ou mais tries de diferença = 5 pontos;
- Vitória com menos de 3 tries de diferença = 4 pontos;
- Empate = 2 pontos;
- Derrota por 5 pontos ou menos pontos = 1 ponto;
- 1º e 2º lugares = classificação direta às Semifinais e à Champions Cup;
- 3º ao 6º lugares = classificação às Quartas de final e à Champions Cup;
- 7º lugar = classificação à fase preliminar da Champions Cup;
- 13º e 14º lugares = Rebaixamento

 

Pro D2 novo 2012

Pro D2 – 2ª Divisão do Campeonato Francês

Pau 31 x 5 Montauban, em Pau

Béziers 23 x 22 Narbonne, em Béziers

Massy 27 x 29 Agen, em Massy

Mont-de-Marsan 47 x 19 Tarbes, em Mont-de-Marsan

Albi 28 x 16 Aurillac, em Albi

Biarritz 28 x 11 Carcassonne, em Biarritz

Bourgoin 23 x 11 Colomiers, em Bourgoin-Jallieu

Perpignan 37 x 8 Dax, em Perpignan

 

ClubeJogosPontos
Pau3094
Mont-de-Marsan3083
Perpignan3082
Agen3081
Albi3080
Aurillac3077
Biarritz3077
Colomiers3069
Carcassonne3066
Montauban3064
Béziers3063
Tarbes3062
Bourgoin3052
Narbonne3050
Dax3047
Massy3041
- Vitória com 3 ou mais tries de diferença = 5 pontos;
- Vitória com menos de 3 tries de diferença = 4 pontos;
- Empate = 2 pontos;
- Derrota por 5 pontos ou menos pontos = 1 ponto;
- 1º lugar: promoção ao Top 14
- 2º ao 5º lugares: mata-mata de promoção ao Top 14
- 15º e 16º lugares: rebaixamento