Toulon e Toulouse vencem os clássicos da rodada no Top 14

ARTIGO VÍDEOS – O Top 14 continua pegando fogo com apenas 4 pontos separando o 5º do 12º colocado. Na liderança o La Rochelle (1º) continua a surpreender não tendo dificuldades para bater em casa o frágil Bayonne (13º) seguido de perto pelo Clermont (3º) que foi superado fora de casa pelo poderoso Toulon (5º) e pelo Montpellier (3º) que atropelou em seus domínios o Brive (9º).  Na briga por uma vaga nas finais Castres (4º) e Bordeaux (6º) fizeram a lição de casa batendo respectivamente Racing (7º) e Lyon (12º) enquanto o Toulouse (10º) venceu, jogando em casa, o clássico nacional contra o Stade Français (11º). Na parte de baixo da tabela o Pau (8º) afundou ainda mais o Grenoble (14º) ao bater os alpinos em casa de virada.

 

La Rochelle lidera

A fase do pequeno La Rochelle continua a melhorar, com a equipe batendo o recém-promovido Bayonne em casa por 34 a 17, com direito a ponto bônus e invencibilidade em casa. Mais do que a vitória a equipe da costa atlântica vem jogando um rugby consistente e muito agradável de ver, anotando nessa partida quatro tries com o hooker Hikairo Forbes, o ponta Vincent Rattez, o segundo centro Pierre Aguillon e um penal try. Os bascos anotaram apenas no ultimo minuto com o abertura reserva Martin Laveau.

O La Rochelle deixa a costa e se dirige para a capital medir forças com o Stade Français enquanto o Bayonne volta para o país Basco enfrentar o Lyon, um adversário direto na luta contra o rebaixamento.

 

Toulouse sai vitorioso do clássico

No clássico que coloca de lados opostos a capital e a Occitânia, o Toulouse levou a melhor batendo em casa o Stade Français por 23 a 18. Os parisienses viram a situação se complicar aos 37’ do primeiro tempo, com um cartão vermelho para o oitavo Sérgio Parisse. Com mais espaço os donos da casa não tiveram dificuldades para aplicar sua nova filosofia de jogo, apostando nos offloads e na reciclagem da bola, anotando dois tries, com o ponta Alexis Palisson e o as Thierry Dusautoir. Mesmo em inferioridade o SF lutou muito anotando também dois tries, com o segunda linha Pascal Pape e o ponta Julien Aria, e garantindo o ponto bônus defensivo.

A vitória trás alívio para o Toulouse, que não vencia a três jogos, e mostra que as mudanças táticas estão fazendo efeito, a equipe agora recebe o Grenoble e tem uma boa oportunidade para dar mais um espetáculo. O Stade Français continua a não empolgar voltando para Paris enfrentar o La Rochelle.

 

Caiu o último invicto

Apostando na vontade e na garra o Toulon, jogando em casa, derrubou o último invicto do campeonato batendo o Clermont por 23 a 21. Alternando altos e baixos na temporada o Toulon conquistou seu primeiro resultado positivo em casa. Dominando a área de contato os donos da casa anotaram duas vezes, com o oitavo Charles Ollivon e o segunda linha Mamuka Gorgodze. O Clermont, porém não se rendeu em nenhum momento conquistando um ponto bônus ofensivo graças a dois tries do abertura Patrício Fernandez.

 

O Toulon tradicionalmente  começa devagar a temporada e mais uma vez parece aos poucos encontrar o ritmo, a equipe continua em casa para receber o Montpellier enquanto o Clermont recebe o Castres.

 

Castres vence primeiro grande desafio da temporada

Jogando em casa contra o atual campeão Racing o Castres mostrou sua força, batendo os parisienses 31 a 23, se aproximando dos líderes. A vitória dos donos da casa foi construída principalmente na superioridade do pack de forwards que dominou fisicamente o time da capital, contribuindo para a equipe anotar três tries, do segunda linha Rodrigo Capo Ortega, do fullback Geoffrey Pallis e do abertura Benjamin Urdapilleta contra apenas dois dos visitantes, do pilar Eddy Ben Arous e do segunda linha Leone Nakawara.  O Castes deixa sua casa para medir forças com o Clermont enquanto o Rancing, que ainda não empolgou, continua na estrada para enfrentar o Brive.

 

Montpellier vence quarta seguida

Coroando a boa faze o Montpellier não tomou conhecimento do Brive, vencendo em casa por 42 a 13, assumindo a terceira colocação. O nome da partida foi o ponta Nemani Nadolo que anotou três vezes, acompanhado pelo centro François Steyn e o hooker Charles Geli. O try solitário do Brive foi marcado pelo asa William Wheaton.  O Montpellier deixa sua casa, viajando para enfrentar o Toulon.  O Brive perde momento e vê os líderes se distanciarem tendo de vencer, em seus domínios, o combalido Racing.

 

Bordeaux se recupera com lavada

Depois de uma série ruim de resultados, e próximo da zona de rebaixamento, o time da terra dos vinhos precisava de um bom resultado, em casa, diante do Lyon, e quem foi ao estádio não se decepcionou com o time vencendo tranquilamente por 32 a 10. Em uma partida de apenas uma equipe os donos da casa entraram no in-goal quatro vezes, com um hat trick do ponta Adam Asheley Cooper acompanhado pelo asa Luke Braid, que anotou uma vez. O try de honra dos lobos foi marcado pelo fullback Romain Loursac.

 

A vitória restaura um pouco da confiança do Bordeaux, que viaja para enfrentar a Section Paloise. A derrota já era esperada pelo Lyon, que tem uma equipe claramente inferior, continuando na estrada para enfrentar o rival direto na luta contra o rebaixamento, o Bayonne.

 

Desastre em Grenoble

O poço parece não ter fundo para o Grenoble, derrotado em casa por 39 a 38 pelo Pau depois de terminar a primeira etapa com uma vantagem de 13 pontos no placar. Na partida mais louca da temporada os donos da casa sofreram um grande apagão na segunda etapa cedendo a virada em um penal no ultimo lance do jogo. Anotaram para os donos da casa o pilar Fauka Taumalolo e o centro Fabrice Estebanez  contra o fullback Charlie Malie, o oitavo James Coughlan e o centro Jale Vatubua.

 

A derrota é um duro golpe para o já frágil moral do Grenoble, que parece não ter forças para sair do buraco em que está. A equipe agora viaja para enfrentar o Toulouse. A Section Paloise volta para casa enfrentar o Bordeaux .

 

Segue calvário do Perpignan

Na segunda divisão, o Perpignan segue sofrendo e na zona de rebaixamento. Campeão francês em 2009, o clube catalão encontra-se agora na zona de rebaixamento da Pro D2, após perder mais uma. 19 x 13 agora para os novatos do Vannes. O Biarritz, por sua vez, cai contra o Colomiers em casa, 26 x 24. A liderança é do Aurillac, que derrotou o Narbonne por 27 x 7.



 

Top 14 logo novo

Top 14 – Campeonato Francês 2016-17

Castres 31 x 23 Racing

Bordeaux 32 x 10 Lyon

Grenoble 38 x 39 Pau

La Rochelle 34 x 17 Bayonne

Toulouse 23 x 18 Stade Français

Montpellier 42 x 13 Brive

Toulon 23 x 21 Clermont

 

Clube Cidade Jogos Pontos
Clermont Clermont-Ferrand 16 51
La Rochelle La Rochelle16 16 50
Montpellier Montpellier 16 46
Toulouse Toulouse 16 42
Toulon Toulon16 16 41
Castres Castres 16 39
Bordeaux-Bègles Bordeaux 16 37
Brive Brive 16 36
Racing Paris 15 36
Stade Français Paris 16 34
Pau Pau 15 33
Lyon Lyon 15 28
Grenoble Grenoble 16 19
Bayonne Bayonne 15 16

– Vitória com 3 ou mais tries de diferença = 5 pontos;
– Vitória com menos de 3 tries de diferença = 4 pontos;
– Empate = 2 pontos;
– Derrota por 5 pontos ou menos pontos = 1 ponto;
– Derrota por mais 6 pontos ou mais = 0 pontos;

– 1º e 2º lugares = classificação direta às Semifinais e à Champions Cup;
– 3º ao 6º lugares = classificação às Quartas de final e à Champions Cup;
– 13º e 14º lugares = Rebaixamento

 

prod2

Pro D2 – 2ª Divisão do Campeonato Francês 2016-17

Mont de Marsan 21 x 23 Agen

Oyonnax 35 x 20 Carcassonne

Bourgoin 35 x 13 Dax

Aurillac 27 x 07 Narbonne

Béziers 36 x 15 Albi

Angoulême 25 x 15 Montauban

Biarritz 24 x 26 Colomiers

Vannes 19 x 13 Perpignan

 

Clube Clube Jogos Pontos
Agen Agen 17 50
Oyonnax Oyonnax 17 49
Montauban Montauban 17 49
Aurillac Aurillac 17 45
Colomiers Colomiers 17 45
Angoulême Soyaux-Angoulême 17 44
Mont-de-Marsan Mont-de-Marsan 17 43
Carcassonne Carcassonne 17 41
Biarritz Biarritz 17 40
Narbonne Narbonne 17 39
Perpignan Perpignan 17 38
Dax Dax 17 33
Vannes Vannes 17 29
Albi Albi 17 29
Béziers Béziers 17 27
Bourgoin Bourgoin 17 19

– Vitória com 3 ou mais tries de diferença = 5 pontos;
– Vitória com menos de 3 tries de diferença = 4 pontos;
– Empate = 2 pontos;
– Derrota por 5 pontos ou menos pontos = 1 ponto;
– Derrota por mais 6 pontos ou mais = 0 pontos;
– 1º lugar: promoção ao Top 14
– 2º ao 5º lugares: mata-mata de promoção ao Top 14
– 15º e 16º lugares: rebaixamento


 

Escrito por: Diego Gutierrez

Comentários