ARTIGO ATUALIZADO – As Américas e a Europa terão mais um final de semana maiúsculo com a segunda rodada do Six Nations (masculino e feminino) e do Americas Rugby Championship – com o Brasil em campo nos Estados Unidos! Os três torneios serão ainda acompanhados pela largada do Rugby Europe Championship, conhecido informalmente como “Six Nations B”, valendo neste ano como parte das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2019. Prepare-se!

 

Sul-Americanos com pedreiras

A segunda rodada do Americas Rugby Championship colocará grandes desafios aos times sul-americanos. O Brasil, líder ao lado da Argentina, terá a missão de encarar os Estados Unidos no Texas e carregando consigo a vantagem histórica: afinal, os dois países se enfrentaram apenas uma vez até hoje, no ano passado, e a vitória foi brasileira, 24 x 23, na Arena Barueri. As Águias estadunidenses, no entanto, também venceram na estreia e o jogo valerá a ponta para os dois lados.

- Continua depois da publicidade -

 

O Chile, derrotado pelo Brasil, fará mais uma partida fora de casa, tendo a missão de se recuperar visitando o Canadá, sempre com promessa de muito frio nesta época do ano. Os Canucks também caíram na estreia, o que significa que iram com tudo para cima dos chilenos e com esperado favoritismo. O Canadá colocará em campo três novatos, apostando em rodar o elenco, enquanto o Chile mudou nada menos que 11 jogadores depois da derrota contra os Tupis.

 

Já Argentina XV e Uruguai farão o dérbi sul-americano da vez. Os argentinos venceram na neve na estreia e são claros favoritos ao confronto, mas os Teros mostraram evolução contra os EUA e têm um histórico recente de “fazer engrossar o caldo” contra a Argentina XV. Nicolás Freitas, o Jaguar uruguaio, estará disponível para o técnico Esteban Meneses, enquanto Felipe Contepomi trocou 6 nomes, apostando em alguns jovens valores, como o ponta Julián Domínguez, do M20.

 

Six Nations na segunda rodada

O Six Nations entrará na segunda rodada com direito a clássico. Gales receberá a Inglaterra no duelo entre os dois maiores campeões europeus, após ambos largarem com vitórias na competição.

 

Depois de sofrer para bater a França, a Inglaterra terá apenas duas trocas em seu XV para o embate em Cardiff: Jack Nowell ganhou a camisa 14, no lugar de Jonny May, que ficará no banco, enquanto Jack Clifford será o 7, no posto de Tom Wood, que foi para a reserva, por não estar 100% fisicamente. Já Gales também trocou apenas dois jogadores, os dois pilar, com Rob Howley optando por Rob Evans e Tomas Francis. Eddie Jones buscou aumentar a potência física de sua linha, ciente do poder do jogo de contato galês, ao passo que Howley se focou na evolução de seu scrum. Favoritismo inglês ainda, mesmo jogando em Gales, pelo momento dos dois times. A Rosa, se vencer, alcançará sua 16ª vitória consecutiva, aproximando-se do recorde neozelandês de 18.

 

No outro embate do sábado, a Itália receberá a Irlanda. Os italiano até começaram bem o jogo contra os galeses, mas sucumbiram em casa. Contra os verdes, os Azzurri, do técnico irlandês Conor O’Shea, terão quatro trocas com relação ao time de domingo passado, com a aposta em Simone Favaro na terceira linha para bater de frente com o poderio irlandês no setor, de O’Brian, Heaslip e Stander, jogando ao lado de Parisse e Mbanda, aclamado no primeiro jogo. Entraram também Van Schalkwyk na segunda linha e Ghiraldini na primeira linha, ao passo que Angelo Esposito ganhou chance na ponta. A Irlanda, derrotada diante da Escócia na estreia, trocou apenas dois nomes para se reerguer na Cidade Eterna, ambos no pack, para neutralizar o poderio italiano no setor. Entraram o segunda linha Donnacha Ryan e o pilar Cian Healy. O favoritismo é todo da Irlanda, que precisa aproveitar a oportunidade de sair de campo com bônus.

 

No domingo, a Europa irá parar para outro jogão, com a França buscando recuperação recebendo a Escócia, embalada. Os Bleus terão somente uma troca no XV, com Goujon tomando de Chouly a camisa 6. No Cardo, a única troca também será na asa, com Barclay no lugar do lesionado Wilson. O jogo colocará de um lado a potência física francesa e do outro a qualidade da linha escocesa. O contrário do que as tradições dos dois países pregam. Os franceses ainda buscam encaixar um jogo mais aberto e mostraram altos e baixos contra a Inglaterra, mas com destaque para um poderosa terceira linha. Já a Escócia mostrou um rugby altamente eficiente com a bola em mãos, mas ao chamar a Irlanda para seu campo, sem ter posse de bola, correu sérios riscos – riscos que um Stade de France lotado empurrando aos Bleus poderá punir. Batalha aberta!

 

Ainda na Europa…

Mais jogos movimentam o rugby europeu. A largada do Rugby Europe Championship já será apimentada por um confronto direto entre fortes candidatos à Copa do Mundo de 2019: Espanha e Rússia. Os Leões espanhóis terão o mando de jogo, que já é absolutamente decisivo para seu sonho de voltar ao Mundial 20 depois seguir. Quem também terá jogo valioso para suas ambições é a Alemanha, que receberá a favorita à vaga europeia no Mundial, a Romênia. Os alemães cresceram demais e sabem que um resultado impactante contra os romenos poderá fazer os prognósticos mudarem. Por fim, a Bélgica, recém promovida, receberá a favorita disparada ao título, a Geórgia.

 

Enquanto isso, entre as mulheres, o Six Nations Feminino ganhará sua segunda rodada. Após vencerem na estreia, Inglaterra e Irlanda terão desafios fora de casa contra Gales e Itália, respectivamente, ambas equipes perigosas. A confiabilidade das favoritas ao título será posta à prova. Já a França, derrotada na abertura, joga suas fichas na recuperação em casa contra a Escócia e tem tudo para se reerguer.

 

*Horários de Brasília

Sábado, dia 11 de fevereiro

alemanha logo aguiaversus copiarromênia copy

11h00 – Alemanha x Romênia, em Offenbach – Rugby Europe Championship – Rugby Europe TV online ao vivo

 

Histórico: 22 jogos (contando Alemanha Ocidental), 16 vitórias da Romênia e 6 vitórias da Alemanha. Último jogo: Romênia 61 x 07 Alemanha, em 2016 (Europeu de Nações);

 

belgica logoversus copiargeorgia copy copy copy

11h00 – Bélgica x Geórgia, em Bruxelas – Rugby Europe Championship – Rugby Europe TV online ao vivo

 

Histórico: 2 jogos e 2 vitórias da Geórgia. Último jogo: Geórgia 35 x 00 Bélgica, em 2014 (Europeu de Nações);

 

italia copy copyversus copiarirlanda logo novo(1)

12h25 – Itália x Irlanda, em Roma – Six Nations – Watch ESPN AO VIVO / Segunda-feira, VT, 20h00, na ESPN+

Árbitro: Glen Jackson (Nova Zelândia)

 

Itália: 15 Edoardo Padovani, 14 Angelo Esposito, 13 Tommaso Benvenuti, 12 Luke McLean, 11 Giovanbattista Venditti, 10 Carlo Canna, 9 Edoardo Gori, 8 Sergio Parisse, 7 Simone Favaro, 6 Maxime Mbandà, 5 Andries Van Schalkwyk, 4 Marco Fuser, 3 Lorenzo Cittadini, 2 Leonardo Ghiraldini, 1 Andrea Lovotti;

Suplentes: 16 Ornel Gega, 17 Sami Panico, 18 Dario Chistolini, 19 George Biagi, 20 Braam Steyn, 21 Giorgio Bronzini, 22 Tommaso Allan, 23 Michele Campagnaro;

 

Irlanda: 15 Rob Kearney, 14 Keith Earls, 13 Garry Ringrose, 12 Robbie Henshaw, 11 Simon Zebo, 10 Paddy Jackson, 9 Conor Murray, 8 Jamie Heaslip, 7 Sean O’Brien, 6 CJ Stander, 5 Devin Toner, 4 Donnacha Ryan, 3 Tadhg Furlong, 2 Rory Best (c), 1 Cian Healy;

Suplentes: 16 Niall Scannell, 17 Jack McGrath, 18 John Ryan, 19 Ultan Dillane, 20 Josh van der Flier, 21 Kieran Marmion, 22 Ian Keatley, 23 Craig Gilroy;

 

Histórico: 26 jogos, 22 vitórias da Irlanda e 4 vitórias da Itália. Último jogo: Irlanda 58 x 15 Itália, em 2016 (Six Nations);

 

espanha(3)versus copiarrussia copy copy copy copy copy

13h00 – Espanha x Rússia, em Madri – Rugby Europe Championship – Rugby Europe TV online ao vivo

 

Histórico: 19 jogos, 15 vitórias da Rússia e 4 vitórias da Espanha. Último jogo: Rússia 22 x 20 Espanha, em 2016 (Europeu de Nações);

 

galesversus copiarrfu-logo(1)

14h50 – Gales x Inglaterra, em Cardiff – Six Nations – ESPN AO VIVO

Árbitro: Jérôme Garcès (França)

 

Gales: 15 Leigh Halfpenny, 14 Alex Cuthbert, 13 Jonathan Davies, 12 Scott Williams, 11 Liam Williams, 10 Dan Biggar, 9 Rhys Webb, 8 Ross Moriarty, 7 Justin Tipuric, 6 Sam Warburton, 5 Alun Wyn Jones (c), 4 Jake Ball, 3 Tomas Francis, 2 Ken Owens, 1 Rob Evans;

Suplentes: 16 Scott Baldwin, 17 Nicky Smith, 18 Samson Lee, 19 Cory Hill, 20 Taulupe Faletau, 21 Gareth Davies, 22 Sam Davies, 23 Jamie Roberts;

 

Inglaterra: 15 Mike Brown, 14 Jack Nowell, 13 Jonathan Joseph, 12 Owen Farrell, 11 Elliot Daly, 10 George Ford, 9 Ben Youngs, 8 Nathan Hughes, 7 Jack Clifford, 6 Maro Itoje, 5 Courtney Lawes, 4 Joe Launchbury, 3 Dan Cole, 2 Dylan Hartley (c), 1 Joe Marler;

Suplentes: 16 Jamie George, 17 Matt Mullan, 18 Kyle Sinckler, 19 Tom Wood, 20 James Haskell, 21 Danny Care, 22 Ben Te’o, 23 Jonny May;

 

Histórico: 129 jogos, 60 vitórias da Inglaterra, 57 vitórias de Gales e 12 empates. Último jogo: Inglaterra 27 x 13 Gales, em 2016 (amistoso);

 

UAR_copy_copy.jpgversus copiaruru novo copy copy

20h10 – Argentina XV x Uruguai, em Bahia Blanca – Americas Rugby Championship – ESPN+ AO VIVO

Árbitro: Kurt Weaver (Estados Unidos)

 

Argentina XV: 1 Francisco Ferronato, 2 Marcelo Brandi, 3 Santiago Medrano, 4 Pedro Ortega, 5 Ignacio Larrague, 6 Mariano Romanini, 7 Lautaro Bavaro (c), 8 Tomás de la Vega, 9 Sebastián Cancelliere, 10 Domingo Miotti, 11 Julián Domínguez, 12 Juan Cappiello, 13 Santiago Álvarez, 14 Segundo Tuculet, 15 Bautista Delguy;

Suplentes: 16 Axel Zapata, 17 Eduardo Bello, 18 Alejo Brem, 19 Franco Molina, 20 Santiago Montagner, 21 Lautaro Bazán, 22 Tomás Granella, 23 Fernando Luna;

 

Uruguai: 1 Mateo Sanguinetti, 2 Martín Espiga, 3 Juan Echeverría, 4 Ignacio Dotti, 5 Diego Magno, 6 Rodolfo Garese, 7 Gonzalo Soto, 8 Alejando Nieto (c), 9 Santiago Arata, 10 Germán Albanell, 11 Francisco Berchesi, 12 Juan de Freitas, 13 Juan Manuel Cat, 14 Nicolás Freitas, 15 Rodrigo Silva;

Suplentes: 16 Facundo Gattas, 17 Matías Benítez, 18 Felipe Inciarte, 19 Diego Ayala, 20 Manuel Diana, 21 Guillermo Lijtenstein, 22 Lucas Durán, 23 Ignacio García;

 

Histórico: 9 jogos, 8 vitórias para a Argentina XV e 1 vitória para o Uruguai. Último jogo: Uruguai 21 x 24 Argentina XV, em 2016 (Americas Rugby Championship);

 

usa_rugby_logoversus copiartupi logo

22h00 – Estados Unidos x Brasil, em Round Rock/Austin – Americas Rugby Championship – ESPN AO VIVO

Árbitro: Pablo de Luca (Argentina)

 

Estados Unidos: 1 Ben Tarr, 2 James Hilterbrand (c), 3 Dino Waldren, 4 Nate Brakeley, 5 Nick Civetta, 6 John Quill, 7 Tony Lamborn, 8 Al McFarland, 9 Shaun Davies, 10 Will Magie, 11 Nate Augspurger, 12 JP Eloff, 13 Bryce Campbell, 14 Spike Davis, 15 Mike Te’o;

Suplentes: 16 Peter Malcolm, 17 Chris Baumann, 18 Anthony Purpura, 19 Cameron Dolan, 20 Todd Clever, 21 Ben Cima, 22 Peter Tiberio, 23 Deion Mikesell;

 

Brasil: 1 Jonatas Paulo “Chabal”, 2 Yan Rosetti, 3 Wilton Rebolo “Nelson”, 4 Luiz Vieira “Monstro”, 5 Lucas Piero “Bruxinho”, 6 João Luiz da Ros “Ige”, 7 André Arruda “Buda”, 8 Nick Smith (c), 9 Matheus Cruz, 10 Josh Reeves, 11 Stefano Giantorno, 12 Moisés Duque, 13 Felipe Sancery, 14 De Wet van Niekerk, 15 Daniel Sancery;

Suplentes: 16 Daniel Danielewicz “Nativo”, 17 Caíque Silva, 18 Pedro Bengaló, 19 Diego López, 20 Arthur Bergo, 21 Beukes Cremer, 22 Luan Smanio, 23 Guilherme Coghetto;

 

Histórico: 1 jogo e 1 vitória do Brasil, 24 x 23, em 2016 (Americas Rugby Championship);

 

canada copy copyversus copiarchile logo novo

23h00 – Canadá x Chile, em Langford/Victoria – Americas Rugby Championship – Watch ESPN AO VIVO

Árbitro: Derek Summers (Estados Unidos)

 

Canadá: 1 Djustice Sears-Duru, 2 Benoît Pifféro, 3 Matt Tierney, 4 Conor Keys, 5 Liam Chisholm, 6 Lucas Rumball, 7 Ollie Nott, 8 Admir Cejvanovic, 9 Gordon McRorie (c), 10 Gradyn Bowd, 11 Taylor Paris, 12 Guiseppe du Toit, 13 Nick Blevins, 14 Dan Moor, 15 Brock Staller;

Suplentes: 16 Eric Howard, 17 Rob Brouwer, 18 Cole Keith, 19 Reegan O’Gorman, 20 Matt Beukeboom, 21 Phil Mack, 22 Robbie Povey, 23 George Barton;

 

Chile: 1 Vittorio Lastra, 2 Rodrigo Moya, 3 José Tomás Munita, 4 Nikola Bursic, 5 Mario Mayol, 6 Arturo Seeman, 7 Anton Petrowitsch, 8 Benjamín Soto (c), 9 Jan Hasenlechner, 10 Francisco Cruz, 11 Tomás Ianiszewski, 12 Simón Pardakhty, 13 José Ignacio Larenas, 14 Franco Velarde, 15 Pedro Verschae;

Suplentes: 16 Martín Mendoza, 17 Claudio Zamorano, 18 Gonzalo Martínez, 19 Manuel Dagnino 20 Eduardo Orpis, 21 Juan Pablo Larenas, 22 Jorge Castillo, 23 Rodrigo Fernández;

 

Histórico: 3 jogos e 3 vitórias do Canadá. Último jogo: Chile 13 x 64 Canadá, em 2016 (Americas Rugby Championship);

 

Domingo, dia 12 de fevereiro

França vermelhoversus copiarescocia logo

13h00 – França x Escócia, em Paris – Six Nations – ESPN+ e TV5 Monde AO VIVO

Árbitro: Jérôme Garcès (França)

 

França: 15 Scott Spedding, 14 Noa Nakaitaci, 13 Rémi Lamerat, 12 Gaël Fickou, 11 Virimi Vakatawa, 10 Camille Lopez, 9 Baptiste Serin, 8 Louis Picamoles, 7 Kévin Gourdon, 6 Loann Goujon, 5 Yoann Maestri, 4 Sébastien Vahaamahina, 3 Uini Atonio, 2 Guilhem Guirado (c), 1 Cyril Baille;

Suplentes: 16 Christopher Tolofua, 17 Rabah Slimani, 18 Xavier Chiocci, 19 Julian Le Devedec, 20 Damien Chouly, 21 Maxime Machenaud, 22 Jean-Marc Doussain, 23 Yoann Huget;

 

Escócia: 15 Stuart Hogg, 14 Sean Maitland, 13 Huw Jones, 12 Alex Dunbar, 11 Tommy Seymour, 10 Finn Russell, 9 Greig Laidlaw(c), 8 Josh Strauss, 7 Hamish Watson, 6 John Barclay, 5 Jonny Gray, 4 Richie Gray, 3 Zander Fagerson, 2 Fraser Brown, 1 Allan Dell;

Suplentes: 16 Ross Ford, 17 Gordon Reid, 18 Simon Berghan, 19 Tim Swinson, 20 John Hardie, 21 Ali Price, 22 Duncan Weir, 23 Mark Bennett;

 

Histórico: 90 jogos, 52 vitórias da França, 35 vitórias da Escócia e 3 empates. Último jogo: Escócia 29 x 18 França, em 2016 (Six Nations);

 

FEMININO

Sábado, dia 11 de fevereiro

galesversus copiarrfu-logo(1)

09h30 – Gales x Inglaterra, em Cardiff – Six Nations Feminino – Watch ESPN AO VIVO

 

Gales: 15 Dyddgu Hywel, 14 Elen Evans, 13 Kerin Lake, 12 Robyn Wilkins, 11 Adi Taviner, 10 Elinor Snowsill, 9 Keira Bevan, 1 Caryl Thomas, 2 Carys Phillips (c), 3 Amy Evans, 4 Rebecca Rowe, 5 Mel Clay, 6 Alisha Butchers, 7 Rachel Taylor, 8 Sioned Harries;

Suplentes: 16 Lowri Harries, 17 Cerys Hale, 18 Gwenllian Pyrs, 19 Siwan Lillicrap, 20 Nia Elen Davies, 21 Sian Moore, 22 Gemma Rowland ,23 Jessica Kavanagh-Williams;

 

Inglaterra: 15 Danielle Waterman; 14 Lydia Thompson, 13 Emily Scarratt, 12 Amber Reed, 11 Amy Wilson Hardy; 10 Katy Mclean, 9 Natasha Hunt; 1 Rochelle Clark, 2 Amy Cokayne, 3 Laura Keates; 4 Harriet Millar-Mills, 5 Tamara Taylor; 6 Izzy Noel-Smith, 7 Marlie Packer, 8 Sarah Hunter;

Suplentes: 16 Vicky Fleetwood, 17 Justine Lucas, 18 Sarah Bern, 19 Zoe Aldcroft, 20 Poppy Cleall, 21 La Toya Mason, 22 Emily Scott, 23 Rachael Burford;

 

Histórico: 33 jogos, 31 vitórias da Inglaterra e 2 vitórias de Gales. Último jogo: Inglaterra 20 x 13 Gales, em 2016 (Six Nations Feminino);

 

França vermelhoversus copiarescocia logo

18h00 – França x Escócia, em La Rochelle – Six Nations Feminino – Watch ESPN AO VIVO

 

França: 15 Jessy Trémoulière, 14 Elodie Guiglion, 13 Caroline Ladagnous, 12 Elodie Poublan, 11 Shannon Izar, 10 Christelle le Duff, 9 Jade le Pesq; 1 Lise Arricastre, 2 Gaëlle Mignot, 3 Julie Duval, 4 Lénaïg Corson, 5 Audrey Forlani, 6 Marjorie Mayans, 7 Romane Ménager, 8 Safi N’Diaye;

Suplentes: Caroline Thomas, Annaëlle Deshayes Céline Ferer, Julie Annery, Camille Cabalou, Marine Menager, Yanna Rivoalen, Patricia Carricaburu;

 

Escócia: 15 Chloe Rollie, 14 Megan Gaffney, 13 Lisa Thomson, 12 Lisa Martin (c), 11 Rhona Lloyd, 10 Helen Nelson, 9 Sarah Law, 1 Tracey Balmer, 2 Lana Skeldon, 3 Lindsey Smith, 4 Emma Wassell, 5 Deborah McCormack, 6 Karen Dunbar, 7 Louise McMillan, 8 Jade Konkel;

Suplentes: 16 Lucy Park, 17 Heather Lockhart, 18 Katie Dougan, 19 Sarah Bonar, 20 Jemma Forsyth, 21 Jenny Maxwell, 22 Lauren Harris, 23 Eilidh Sinclair;

 

Histórico: 23 jogos, 18 vitórias da França e 5 vitórias da Escócia. Último jogo: Escócia 00 x 24 França, em 2016 (Six Nations Feminino);

 

Domingo, dia 12 de fevereiro

italia copy copyversus copiarirlanda logo novo(1)

11h00 – Itália x Irlanda, em L’Aquila – Six Nations Feminino – Watch ESPN AO VIVO

 

Itália: 15 Manuela Furlan, 14 Michela Sillari, 13 Mariagrazia Cioffi, 12 Sofia Stefan, 11 Maria Magatti, 10 Beatrice Rigoni, 9 Sara Barattin (c), 8 Elisa Giordano, 7 Isabellla Locatelli, 6 Lucia Cammarano, 5 Alice Trevisan, 4 Flavia Severin, 3 Lucia Gai, 2 Melissa Bettoni, 1 Elisa Cucchiella;

Suplentes: 16 Marta Ferrari, 17 Gaia Giacomoli, 18 Michela Este, 19 Elisa Pillotti, 20 Ilaria Arrighetti, 21 Claudia Salvadego, 22 Silvia Folli, 23 Paola Zangirolami;

 

Irlanda: 1 Lindsay Peat, 2 Leah Lyons, 3 Ailis Egan, 4 Elaine Anthony, 5 Marie-Louise Reilly, 6 Ciara Griffin, 7 Claire Molloy, 8 Paula Fitzpatrick, 9 Ailsa Hughes (c), 10 Nora Stapleton, 11 Alison Miller, 12 Sene Naoupu, 13 Jenny Murphy, 14 Niamh Kavanagh, 15 Mairead Coyne;

Suplentes: 16 Jennie Finlay, 17 Ilse Van Staden, 18 Ciara O Connor, 19 Ciara Cooney, 20 Sophie Spence, 21 Mary Healy, 22 Claire Mc Laughlin, 23 Eimear Considine;

 

Histórico: 13 jogos, 12 vitórias da Irlanda e 1 vitória da Itália. Último jogo: Irlanda 14 x 03 Itália, em 2016 (Six Nations Feminino);

 

Classificações

Americas Rugby Championship

EquipeApelidoPJVED4+-7PPPCSP
Estados UnidosEagles2354104021596119
Argentina XVArgentina XV2254103022862166
UruguaiTeros15530221120125-5
BrasilTupis852030063179-116
CanadáCanucks8510422112127-15
ChileCóndores050050051200-149

 

Six Nations

SeleçãoJogosPontos
Inglaterra519
Irlanda514
França514
Escócia514
Gales510
Itália50
- Grand Slam = 3 pontos;
- Vitória = 4 pontos;
- Empate = 2 pontos;
- Derrota = 0 pontos;
- Anotar 4 ou mais tries = 1 ponto extra;
- Perder por diferença de 7 pontos ou menos = 1 ponto extra;

 

Six Nations Feminino

SeleçãoJogosPontos
Inglaterra527
Irlanda518
França516
Escócia59
Gales56
Itália51
- Grand Slam = 3 pontos;
- Vitória = 4 pontos;
- Empate = 2 pontos;
- Derrota = 0 pontos;
- Anotar 4 ou mais tries = 1 ponto extra;
- Perder por diferença de 7 pontos ou menos = 1 ponto extra;

 

Foto: Escócia x França 2016 – AFP

1 COMENTÁRIO