Nesse sábado, a Argentina terá a largada para o Campeonato Argentino de Maiores, a competição entre as seleções provinciais do país, que terá neste ano a participação da seleção de desenvolvimento do Uruguai e o Paraguai. No total, 27 seleções, em quatro divisões, lutarão por seu lugar ao sol na terra dos Pumas.

 

As três primeiras divisões têm o mesmo formato. Cada uma conta com 6 seleções, que se enfrentam no sistema de todas contra todas, entre os dias 29/10 e 26/11, com o campeão sendo conhecido após 5 rodadas. No dia 03 de dezembro, ainda haverá as repescagens de promoção e rebaixamento, com o último colocado da 1ª divisão encarando o campeão da 2ª divisão e o último colocado da 2ª divisão encarando o campeão da 3ª divisão.

 

- Continua depois da publicidade -

Apenas a 4ª divisão, o Super 9, tem um formato diferente, com todos os jogos acontecendo nos dias 11 e 13 de novembro, sendo que a 9 equipes serão divididas em 3 grupos com 3 equipes cada (na primeiro dia, cada equipe enfrenta as outras duas de seu grupo, em jogos reduzidos de 40 minutos, enquanto no segundo dia os primeiros colocados de cada grupo jogam novo triangular, no mesmo formato, pelo título e promoção à terceira divisão).

 

Na divisão de elite, Buenos Aires (Las Águilas) carrega consigo o favoritismo, após ser campeão no ano passado de forma invicta, quebrando um jejum de sete anos. No período de jejum dos portenhos, quem dominou o rugby argentino foi Córdoba (Los Dogos) e Tucumán (Los Naranjas), com três títulos para cada um. Novamente, cordobeses e tucumanos serão o principais concorrentes de Buenos Aires, tendo terminado 2015 em segundo e terceiro, respectivamente. Porém, correndo por fora, mas sempre com chances reais, está Rosario (Los Ñandues), que, apesar do jejum de títulos que vem desde 1965, tem grande desempenho entre os clubes. Cuyo (Los Guanacos), que representa Mendoza, e Salta (Los Mayuacos) deverão competir contra a última colocação, mas sempre ambos com chances de beliscarem alguma vitória sobre um dos favoritos.

 

Na segunda divisão, o equilíbrio é extremo, com Santa Fe defendendo o seu título do ano passado (que não resultou em promoção, pois os sanfesinos caíram na repescagem contra Salta). Entre Ríos e Mar del Plata têm grande tradição no toneio, sendo que o Trébol (Mar del Plata) já levantou o caneco do Campeonato Argentino em 1961. Já na terceira divisão, os olhos estarão sobre o Uruguai XV, que é favorito, mas terá que passar pelo tradicional San Juan e por Santiago del Estero, rebaixado no ano passado.

 

Quanto à quarta divisão, muita expectativa desde já para a estreia do Paraguai, que deverá usar o torneio para dar mais experiência internacional a seus atletas, que hoje têm apenas o Sul-Americano para jogarem.

 

Uruguai é “Tier 2”

A seleção uruguaia de desenvolvimento completará em novembro um ciclo de 2016 recheado de grandes desafios, jogando o Campeonato Argentino logo após ter participado do Americas Pacific Challenge. Ao todo, o Uruguai fechará 2016 ao final de novembro tendo realizado impressionantes 15 test matches (entre Americas Rugby Championship, Sul-Americano, Copa das Nações e amistosos internacionais) com sua seleção principal e 8 ou 9 (dependendo de classificação à repescagem de promoção) partidas em torneios contra selecionados de desenvolvimento ou provinciais (entre Americas Pacific Challenge e Campeonato Argentino), além de alguns amistosos preparatórios para as mesmas competições (como jogos contra as fortes seleções provinciais de Córdoba, antes do Campeonato Argentino, e Rosario, em agosto). No por acaso, com um sistema de alto rendimento plenamente operante, com academias e calendário consolidado, o Uruguai acaba de ser considerado pelo World Rugby, em declaração de Mark Egan, diretor de desenvolvimento e performance da entidade, uma nação “Tier 2”, isto é, de segundo escalão, classificação dada também a Japão, Fiji, Samoa, Tonga, Canadá, Estados Unidos, Geórgia e Romênia.

 

Zona Campeonato – 1ª divisão: Buenos Aires, Córdoba, Tucumán, Rosario, Cuyo e Salta

Zona Ascenso A – 2ª divisão: Mar del Plata, Alto Valle, Sur, Entre Ríos, Nordeste e Santa Fe

Zona Ascenso B – 3ª divisão: Uruguai XV, San Juan, Santiago del Estero, Chubut, Lagos del Sur e Oeste

Super 9 – 4ª divisão:

Grupo A: Andina, Misiones e Jujuy

Grupo B: Austral, San Luis e Santa Cruz

Grupo C:  Terra do Fogo, Formosa e Paraguai

 

1ª rodada – dia 29/10

Zona Campeonato

Buenos Aires x Salta

Córdoba x Rosario

Tucumán x Cuyo

 

Zona Ascenso A

Santa Fe x Sur

Entre Ríos x Mar del Plata

Nordeste x Alto Valle

 

Zona Ascenso B

Santiago del Estero x Lagos

Uruguai XV x San Juan

Oeste x Chubut

 

Foto: URU

3 COMENTÁRIOS