Yan Rosetti na coletiva de imprensa do torneio na Geórgia. Foto: rugby.ge

Um desafio imenso espera os Tupis. Nesse sábado, o Brasil jogará pela primeira vez na Geórgia, onde encarará o poderoso Racing, da França, no primeiro de dois jogos na capital georgiana Tbilisi, no estádio do Locomotivi, um dos principais clubes do país.

Havia sido divulgado que a ESPN+ transmitiria a partida, mas, por questões técnica da geração, isso não será possível. A Federação Georgiana exibirá o duelo ao vivo em seu Facebook.

Yan Rosetti, capitão do Brasil, na entrevista coletiva que abriu a Copa de Verão hoje para a imprensa georgiana, comentou que “o torneio de Tbilisi pode trazer grandes benefícios para nós. Temos algum progresso no período recente e temos a chance de mostrar os adversários mais fortes em que nível realmente estamos”. Já Rodolfo Ambrosio, treinador dos Tupis, destacou que “o Brasil é uma equipe jovem e, obviamente, todas as competições são muito interessantes para nós. Os meninos têm uma grande chance de se mostrarem, o que pode ser refletido em suas carreiras no futuro”.

Dimitri Szarzewski, de 35 anos, hooker e capitão do Racing e jogador da seleção francesa desde 2004 (com 83 test matches pelos Bleus) ressaltou que “um dos nossos rivais [o Brasil] é uma equipe nacional e isso é realmente honroso para nós “.

- Continua depois da publicidade -

 

Sábado, dia 28 de julho

versus copiar

14h30 – Brasil x Racing (França), em Tbilisi (Geórgia)

*Horário de Brasília